Associação de fatores de risco nos transtornos mentais comuns em idosos: uma revisão integrativa / Association of risk factors in common mental disorders in the elderly: an integrative review

Evanilza Maria Marcelino, Giordane Hellen Targino da Nóbrega, Poliana do Carmo S. de Oliveira, Rachel Hellen Monteiro da Costa, Heloísa Souto Policarpo Araújo, Tayse Gabrielly Leal da Silva, Tcharlys Lopes de Oliveira, Ana Cláudia Torres de Medeiros

Abstract


Os transtornos mentais são tidos como condições clinicamente significativas caracteriza das por alterações do modo de pensar e do humor ou por comportamentos associados com angústia e/ou  deterioração do funcionamento pessoal. Neste contexto, objetivou-se identificar os fatores de risco que contribuem para a prevalência de transtornos mentais comuns em idosos na tentativa de se obter um panorama geral da literatura sobre a temática, considerando os distintos níveis contextuais em que os idosos estão inseridos. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, realizada nas bases de dados Lilacs e Scielo e no Portal Periódicos Capes a partir dos critérios de inclusão: artigos disponíveis na íntegra, em formato eletrônico e mediante acesso gratuito; publicados em língua portuguesa, inglesa, espanhola ou francesa, entre os anos de 2014 e 2019. Foram utilizados os descritores combinados (“Saúde mental, Saúde do idoso, Epidemiologia e Transtornos mentais”) dos quais foram selecionados após a aplicação dos critérios de inclusão um total de 34 artigos, por conseguinte, restaram ao final 14 artigos para análise por possuírem afinidade com a temática escolhida. Os resultados sugerem que características do ambiente onde as pessoas vivem contribuem para sua saúde mental, o isolamento social, a morte de entes queridos, a aposentadoria, as doenças de base, comorbidades associadas, baixa escolaridade, sexo feminino, e a progressão da idade são alguns fatores predominantes nos estudos. Sugere- se, a ampliação das intervenções em saúde, capacitação dos profissionais no cuidado multidisciplinar e maior acessibilidade do acesso aos serviços de saúde, como prevenção para a ocorrência deste mal na população estudada. 


Keywords


Saúde mental, Saúde do idoso, Epidemiologia, Transtornos mentais.

References


BIASOLI, Tiago Rodrigo; MORETTO, Maria Clara; GUARIENTO, Maria Elena. Baixa escolaridade e doenças mentais em idosos: possíveis correlações. Revista de Ciências Médicas, v. 25, n. 1, p. 1-10, 2016.

BOING, Antonio Fernando et al. Associação entre depressão e doenças crônicas: um estudo populacional. Revista de Saúde Pública, v. 46, p. 617-623, 2012.

BORIM, Flávia Silva Arbex; BARROS, Marilisa Berti de Azevedo; BOTEGA, Neury José. Transtorno mental comum na população idosa: pesquisa de base populacional no Municipio de Campinas, São Paulo, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 29, p. 1415-1426, 2013

BRETANHA, Andréia Ferreira et al. Sintomas depressivos em idosos residentes em áreas de abrangência das Unidades Básicas de Saúde da zona urbana de Bagé, RS. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 18, p. 1-12, 2015.

COUTINHO, Letícia Maria Silva et al. Prevalência de transtornos mentais comuns e contexto social: análise multinível do São Paulo Ageing & Health Study (SPAH). Cadernos de Saúde Pública, v. 30, p. 1875-1883, 2014.

DA SILVA, Paloma Alves dos Santos et al. The prevalence of common mental disorders and associated factors among the elderly in a Brazilian city/Prevalência de transtornos mentais comuns e fatores associados entre idosos de um município do Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 23, n. 2, p. 639-647, 2018.

FERRAZ TESTON, Elen; CARREIRA, Ligia; SILVA MARCON, Sonia. Sintomas depressivos em idosos: comparação entre residentes em condomínio específico para idoso e na

comunidade. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 67, n. 3, 2014.

GUEDES, Marília Silva; NETO, Jorge Lopes Cavalcante. Transtorno mental comum e imagem corporal de idosas do nordeste brasileiro. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, v. 20, n. 3, 2015.

HELLWIG, Natália; MUNHOZ, Tiago Neuenfeld; TOMASI, Elaine. Depressive symptoms among the elderly: a cross-sectional population-based study. Ciencia & saúde coletiva, v. 21, n. 11, p. 3575-3584, 2016.

LEANDRO-FRANÇA, Cristineide; MURTA, Sheila Giardini. Prevenção e promoção da saúde mental no envelhecimento: conceitos e intervenções. Psicologia: Ciência e profissão, v. 34, n. 2, p. 318-329, 2014.

JÚNIOR, Venício Aurélio Onofri; MARTINS, Vinícius Spazzapan; MARIN, Maria José Sanches. Atenção à saúde do idoso na Estratégia Saúde da Família e a presença de transtornos mentais comuns. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 19, n. 1, p. 21-33, 2016.

MARTINS, Andréa Maria Eleutério de Barros et al. Associação entre transtornos mentais comuns e condições subjetivas de saúde entre idosos. Ciência & Saúde Coletiva, v. 21, p. 3387-3398, 2016.

MATIAS, Amanda Gilvani Cordeiro; FONSECA, M. A.; MATOS, M. A. A. Análise fatorial de sintomas depressivos e ocorrência de quedas em idosos. Scientia Medica, v. 25, n. 1, p. 2- 8, 2015.

MARQUES, Jéssica Freitas Santos et al. Transtorno depressivo maior em idosos não institucionalizados atendidos em um centro de referência. Arquivos de Ciências da Saúde, v. 24, n. 4, p. 20-24, 2017.

MENEZES-SILVA, Rafael et al. Inquérito epidemiológico em população idosa (parte II): saúde bucal, ansiedade, depressão, estresse e uso de medicamentos. Scientia Medica, v. 26, n. 1, 2016.

MURCHO, Nuno; PACHECO, Eusébio; JESUS, Saul Neves de. Transtornos mentais comuns nos Cuidados de Saúde Primários: Um estudo de revisão. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, n. 15, p. 30-36, 2016.

NOGUEIRA, Eduardo Lopes et al. Rastreamento de sintomas depressivos em idosos na Estratégia Saúde da Família, Porto Alegre. Revista de Saúde Pública, v. 48, n. 3, p. 368-377, 2014.

PINTO, Lélia Lessa Teixeira et al. Nível de atividade física habitual e transtornos mentais comuns entre idosos residentes em áreas rurais. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 17, n. 4, p. 819-828, 2014.

RODRIGUES, Rogério Manuel Clemente et al. Os muito idosos: Avaliação da funcionalidade na área de saúde mental. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, n. 12, p.25-33, 2014.

SASSO, M.K.D.; PEREIRA, S.R.C.C.; MARIA, G.C. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto enferm. v. 17, n.4, p-758-764, 2008.

SANTOS, Vanessa Cruz et al. Internação e mortalidade hospitalar de idosos por transtornos mentais e comportamentais no Brasil, 2008-2014. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 26, p. 39-49, 2017.

SILVA, Paloma Alves dos Santos da, et al. Prevalência de transtornos mentais comuns e fatores associados entre idosos de um município do Brasil. Ciencia & saude coletiva, 2018, 23: 639-646.

SILVA, Michele Macedo Da; TURRA, Virgínia; CHARIGLIONE, Isabelle Patriciá Freitas Soares. Idoso, depressão e aposentadoria: Uma revisão sistemática da literatura. Revista de Psicologia da IMED, v. 10, n. 2, p. 119-136, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-407

Refbacks

  • There are currently no refbacks.