Queijo fresco artesanal de leite caprino com lactobacillus acidophilus: avaliação do crescimento de bactérias láticas / Fresh artisanal goat cheese with lactobacillus acidophilus: evaluation of lactic bacteria growth

Gabriel Cicalese Bevilaqua, Marcos Ubiratam Filgueira Oliveira Menezes, Graciliane Nobre da Cruz Ximenes, Ítalo Ricardo da Silva Nascimento, Estephane Fernanda da Silva Pereira, Neila Mello dos Santos Cortez

Abstract


O leite de cabra, quando comparado com o leite de vaca, apresenta parâmetros nutricionais superiores. Apesar disso, esse produto e os seus respectivos derivados possuem uma menor aceitação em relação aos produtos de origem bovina por consumidores não habituados. O desenvolvimento de novos produtos que aliem o interesse doscompradores aos produtos de cabra é uma forma de valorizar essa matéria-prima. O presente trabalho objetivou avaliar matematicamente o crescimento de Bactérias Láticas em um queijo fresco de leite de cabra cru, desenvolvido com e sem a inoculação de uma cultura probiótica de Lactobacillus acidophilus. Foram  realizados ensaios físico químicos de pH, acidez titulável, gordura, proteínas, umidade, cinzas e carboidratos, além de ensaios microbiológicos de indicadores, patogênicos, assim como o acompanhamento da viabilidade de Bactérias Láticas (BL) semanalmente por 35 dias. A modelagem matemática foi realizada no Com Base Online DMFit® para obter os ajustes e a validação estatística ao modelo de Baranyi e Roberts. Através dos resultados físico-químicos e microbiológicos, foi possível concluir que os queijos produzidos atenderam aos requisitos da legislação e ao previsto na literatura, podendo ser classificados como semigordos e de alta a muito alta umidade. A partir da contagem de BL obteve-se quantidades nas ordens de 1011 e 1012 UFC/g após 35 dias, caracterizando os produtos com e sem adição de L. acidophilus como funcionais pela legislação. Com a modelagem  matemática, o modelo de Baranyi e Roberts mostrou-se adequado em ambos os produtos, com R²>0,990. Ficou evidenciado que a adição de L. acidophilus não contribuiu de forma favorável ao crescimento de BL, pois as bactérias naturais (endógenas) oriundas do leite de cabra apresentaram crescimento mais significativo no produto, quando comparado aoprobiótico adicionado, fator que ratifica a possibilidade de valorização de queijos artesanais produzidos a partir do leite caprino cru, seguindo as Boas Práticas de Ordenha e de Fabricação.

 

 


Keywords


queijo artesanal caprino; probióticos; microbiota endógena.

References


ALMEIDA JÚNIOR, W. L. G.; FERRARI, I. S.; SOUZA, J. V.; SILVA, C. D. A.; COSTA, M. M.; DIAS, F. S. Characterization an devaluation of lacticacid bactéria isolated fromgo at milk. Food Control, London, v. 53, p. 96-103, 2015.

APOSTU, S.; POP, C.; ROTAR, A. M.; SALANTA, L.; POP, A.; GAVRU, I. Improving the chemical and sensory characteristics of goatcheese by the add itionofcranberry. Bulletin UASVM Food Science and Technology, v. 71, n.2, 2014.

BARROS, D. M.; MACHADO, E. C. L.; MOURA, D. F.; FONTE, R. A. B.; FERREIRA, S. A. O.; BEZERRA, R. S. Aspectos do queijo de coalho com ênfase na importância das Boas Práticas de Fabricação no sistema de produção. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.5, n.1, p.67-93, jan. 2019.

BEZERRA, T.K.A.; ARAUJO, A. R. R.; NASCIMENTO, E. S.; PAZ, J. E. M.; GADELHA, C. A.; GADELHA, T. S.; PACHECO, M. T. B.; QUEIROGA, R. C. R. E.; OLIVEIRA, M. E. G. O.; MADRUGA, M. S. Proteolysis in goat “Coalho” cheesesupplementedwithprobioticlacticacid bacteria. Food Chemistry, v. 196, p. 359-366, 2016.

BRASIL. Instrução Normativa nº60 de 23 de Dezembro de 2019. Estabelece as listas de padrões microbiológicos para alimentos. Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Brasília, DF, 2019.

BRASIL. Lista de alegações de propriedades funcionais e ou de saúde, novos alimentos/ingredientes, substâncias bioativas e probióticos. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Brasília, 2008.

BRASIL. Instrução Normativa nº 68 de 12 de Dezembro de 2006. Oficializa os Métodos Analíticos Oficiais Físico-Químicos, para Controle de Leites e Produtos Lácteos, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Brasília, DF, 2006.

BRASIL. Instrução Normativa nº 62 de 26 de Agosto de 2003. Oficializa os Métodos Analíticos Oficiais para Análises Microbiológicas para Controle de Produtos de Origem Animal e Água, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Brasília, DF, 2003.

BRASIL. Instrução Normativa nº 30, de 26 de Junho de 2001. Aprova o regulamento técnico de Identidade e Qualidade de Manteiga da Terra ou Manteiga de Garrafa; Queijo de Coalho e Queijo de Manteiga. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Brasília, DF, 2001.

BUTEL, M.J. Probiotics, gut microbiota and health. Médicine et Maladies Infectieuses, n.44, p.1-8, 2014.

CABRAL, M. L. B.; LIMA, M. S. F. de; ARAÚJO, G. A. de; COSTA, E. F. da; PORTO, A. L. F.; CAVALCANTI, M. T. H. Queijos artesanais: fonte de bactérias ácido láticas selvagens para formulação de fermentos tradicionais. Journalof Bioenergyand Food Science, v.3, n.4, p.207-215, 2016.

COSTA, K. K. N.; LEITE, K. D.; OLIVEIRA, M. P.; ARAÚJO, A. L. M.; SOUSA, B. A. A. Avaliação da qualidade higiênico-sanitária e nutricional do queijo de coalho comercializado informalmente na cidade de Sousa/PB. Revista Principia: divulgação científica e tecnológica do IFPB, n. 40, 2018.

COSTA, M. P. et al. Determinationofbiogenicaminesby high-performance liquidchromatography (HPLC-DAD) in probioticcow’sandgoat’sfermentedmilksandacceptance. Food Science &Nutrition, v. 3, n. 3, p. 172-178, 2015.

DINEV, T.; BEEV, G.; DENEV, S.; DERMENDZHIEVA, D.; TZANOVA, M.; VALKOVA, E. Antimicrobialactivityof Lactobacillus acidophilus against patogenica nd foods poilage microorganisms: a review. Agricultural Science and Technology, v. 9, n. 1, p. 3-9. Bulgaria, 2017.

DOLCI, P.; ALESSANDRIA, V.; ZEPPA, G.; RANTSIOU, K.; COCOLIN, L. Microbiologicalcharacterizationo fartisanal Raschera PDO cheese: Analysisof its indigenouslacticacidbacteria. Food Microbiology, v.25, n.2, p.392-399, 2008.

EMAMI, A.; BAZARGANI, A. Dual effects of Lactobacilli as a cholesterolassimilatorandaninhibitorof gastrointestinal pathogenic bacteria. International Journal of Enteric Pathogens, v.2, p.1-5, 2014.

FAKRUDDIN, M.; MAZUMDER, R. M.; MANNAN, K, S, B. Predictive Microbiology: Modeling microbial responses in food. Ceylon Journalof Science (Biological Science), v.4, n.2, p.121-131, 2011.

FURTADO, M. M. Quesos Típicos de Latinoamerica. São Paulo: Danisco A/S, 2005.

FRANCO, R.M.; LEITE, A.M.O. Enumeração e Identificação de Enterococcusspp e Cepas de E. coli Patogênicas em Coxas de Frango e Estudo da Atividade Antimicrobiana das Cepas Isoladas. XV Seminário de Iniciação Científica e Prêmio UFF – Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia, Nov. 2005.

GARCIA, R. V.; TRAVASSOS, A. E. R. Aspectos gerais sobre o leite de cabra: uma revisão. Revista do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, n. 386, p. 81-88, Mai/Jun, 2012.

GARCIA, E. F.; OLIVEIRA, M. E. G.; QUEIROGA, R. C. R. E.; MACHADO, T. A. D.; SOUZA, E. L. Development and quality of a Braziliansemi-hardgoatcheese (coalho) withaddedprobioticlacticacidbacteria. International Journalof Food Sciences and Nutrition, v.63, n.8, p.947-956, dez 2012.

GEBARA, C.; RIBEIRO, M. C. E.; CHAVES, K. S.; GANDARA, A. L. N.; GIGANTE, M. L. Food Science and Technology, v. 64, n.1, p. 508-513, Nov., 2015.

GOLMAKANI, M.; SOLEIMANIAN-ZAD, S.; ALAVI, N.; NAZARI, E.; ESKANDARI, M. H. Effect of Spirulina (Arthrospiraplatensis) powderon probiotic bacteriologicallyacidifiedfeta-typecheese. Journal of Applied Phycology, v.31, p.1085-1094, 2019.

HERNANDÉZ-SALDAÑA, O. F.; VALENCIA-POSADAS, M.; FUENTE-SALCIDO, N. M.; BIDESHI, D. K.; BORBOZA-CORONA, J. E. Bacteriocino genic bacteriais olated from rawgoatmilkand goatcheeseproduced in Center Mexico. Indian Journal of Microbiology, v. 56, n. 3, p. 301-308, Jul/Set, 2016.

LIMA, M. S. F.; SILVA, R. A.; LIMA FILHO, J. L.; PORTO, A. L. F.; CAVALCANTI, M. T. H. Queijo de coalho artesanal: fonte alternativa de peptídeos antimicrobianos. Brazilian Journal of Food Technology, v.20, Campinas, 2017a.

LIMA, T. L. S.; ALVES, R. N.; CAVALCANTI, M. T.; ROCHA, T. C.; GONÇALVEZ, M. C. Padronização do processamento de queijo Coalho caprino condimentado com cumaru produzido por agroindústria na Paraíba. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v.12, n.3, 2017b.

LUIZ, L. M. P.; CASTRO, R. D..; SANDES, S. H. C.; SILVA, J. G.; OLIVEIRA, L. G.; SALES, G. A.; NUNES, A. C.; SOUZA, M. R. IsolationandidentificationoflacticacidbacteriafromBrazilian Minas artisanalcheese. CyTA – JournalofFood. v.15, n.1, p. 125-128, 2017.

MARTINS, I. B. A.; DELIZA, R.; SANTOS, K. M. O.; WALTER, E. H. M.; MARTINS, J. M.; ROSENTHAL, A. Viabilityofprobiotics in goatcheeseduringstorageandundersimulated gastrointestinal conditions. Food and Bioprocess Technology, v. 11, p. 853-863, 2018.

MARQUES, K.A.; FERREIRA, R. P.; MARTINS, A. D. O.; SOARES, B. G.; MARTINS, M. L.; MARTINS, J. M. Características físico-químicas e sensoriais de queijo minas padrão probiótico. Revista do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, n.378, v.66, p.17-25, jan/fev, 2011.

MEDEIROS JÚNIOR, F. C.; PEREIRA, I. C.; BORBA, K. K. S.; MIRANDA JÚNIOR, R. N. C.; MOREIRA, R. T.; SANTOS, E. P. Viabilidade das culturas probióticas Lactobacillus acidophilus e Bifidobacteriumlactis adicionadas ao Queijo Coalho. Research, societyanddevelopment, v.8, n.5, 2019.

MEDICI, M. et al. Gutmucosalimmunomodulationby probiotic fresh cheese. International Dairy Journal, v.14, n.7, p.611-618, 2004.

OLIVEIRA, G. GONZÁLEZ-MOLERO, I. Actualización de probióticos, prebióticos y simbióticos ennutrición clínica. Endocrinología y Nutricíon, v. 63, n. 2, p. 482-494, 2016.

OLIVEIRA, L. de. Probióticos, prebióticos e simbióticos: definição, benefícios e aplicabilidade industrial. Fundação do Centro Tecnológico de Minas Gerais, 2014.

OLIVEIRA, M. N. Aspectos tecnológicos de alimentos funcionais contendo probióticos. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, v. 38, n. 1, São Paulo, Jan/Mar, 2002.

PEROTTI, M.; WOLF, I.; ADDIS, M.; COMUNIAN, R.; PABA, A.; MEINARDI, C. Incorporationofprobioticbacteria (LactobacillusandBifidobacterium spp.) in Argentieanovinecheese. Dairy Science & Technology, v.94, n.94, p.225-267, Maio, 2014.

PLA, M.; OLTRA, S.; ESTEBAN, M.; ANDREU, S.; PALOP, A. Comparison of Primary Modelsto Predict Microbial Growthbythe Plate Countand Absorbance Methods. Bio Med Research International, v. 2015, 14 p., 2015.

QUEIROGA, R. C. R. E.; SANTOS, B. M.; GOMES, A. M. P.; MONTEIRO, M. J.; TEIXEIRA, S. M.; SOUZA, E. L.; PEREIRA, C. J. D.; PINTADO, M. M. E. Nutritional, texturalandsensorypropertiesof Coalho cheesemadeofgoats’, cows’ milkandtheirmixture. LWT – Food Science and Technology, v. 50, p.538-544, 2013.

SANTOS, K. M. O.; BOMFIM, M. A. D.; VIEIRA, A. D. S.; BENEVIDES, S. D.; SAAD, S. M. I.; BURITI, F. C. A.; EGITO, A. S. Probioticcaprine Coalhocheesenaturallyenriched in conjugatedlinoleicacid as a vehicle for Lactobacillusacidophilusand beneficial fattyacids. Iternational Dairy Journal, v. 24, p.107-112, 2012.

SILVA, V. B.; COSTA, M. P.; DELFINO, N. C. Aceitabilidade e intenção de compra do queijo de coalho de cabra temperado com cachaça. Revista do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, v. 72, n.3, p.121-130. Juiz de Fora, Jul/Set, 2017.

SILVA, R. A.; LIMA, M. S. F.; VIANA, J. B. M.; BEZERRA, V. S.; PIMENTEL, M. C. B.; PORTO, A. L. F.; CAVALCANTI, M. T. H.; LIMA FILHO, J. L. Canartisanal ‘‘Coalho’’ cheese from Northeastern Brazilbeus ed as a functionalfood?.Food Chemistry, v. 135, p. 1533-1538, 2012.

SILVA, S. V. da. Desenvolvimento de iogurte probiótico com prebiótico. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós Graduação em Ciência e Tecnologia dos Alimentos, Centro de Ciências Rurais, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007.

SIQUEIRA, A. A.; CARVALHO, P. G. S.; MENDES, M. L. M.; SHIOSAKI, R. K. Microfit: um software gratuito para desenvolvimento e ajuste de modelos matemáticos de crescimento bacteriano. Brazilianjournaloffoodtechnology. v. 17, n. 4, p. 329-339, out./dez. 2014.

SOUKOLIS, C.; BEHBOUDI-JOBBEHDAR, S.; YONEKURA, L.; PARMENTER, C.; FISK, I. ImpactofmilkproteintypeontheviabilityandstoragestabilityofmicroencapsuledLactobacillusacidophilus NCIMB 701748 using spray drying. FoodandBioprocess Technology, v. 75, n. 2, p. 1255-1268, 2014.

SOUZA, D. L. M.; ALVES, J. E. A.; OLIVEIRA, C. A. Avaliação Físico-Química do Queijo Coalho Artesanal e Industrial fabricado em Salgueiro – PE. I Congresso Internacional de Ciências Agrárias – PDVAgro, 2016.

SOUZA, E. L.; COSTA, A. C. V.; GARCIA, E. F.; OLIVEIRA, M. E. G.; SOUZA, W. H.; QUEIROGA, R. C. R. E. Qualidade do queijo de leite de cabra tipo Coalho condimentado com Cumaru (Amburana cearensis A.C. Smith). Brazilian Journal of Food Technology, Campinas, v. 14, n. 3, p. 220-225. Jul/Set, 2011.

VIGNOLO, G.; SAAVEDRA, L.; SESMA, F.; RAYA, R. Food bioprotection: lacticacid bacteriaas naturalpreservatives. In: Progress in Food Preservation, p. 453-458, John Wiley& Sons Ltd., Estados Unidos, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-335

Refbacks

  • There are currently no refbacks.