Divisão espacial e expansão territorial de comunidades evangélicas: uma análise sobre as novas organizações e conformações sociais do poder / Spatial division and territorial expansion of evangelical communities: an analysis of the new organizations and social conformations of power

Ana Maria Marques Santos, Ana Carolina Lopes Miranda, Odilon Cavalcante de Barros Junior

Abstract


O objetivo deste estudo consiste em uma investigação das organizações e conformações sociais do poder através da expansão territorial de Comunidades Evangélicas e das falas (discursos) de seus líderes, promovendo o mapeamento temático do território, estudando-o com apoio cartográfico e, por fim, identificando e discutindo os possíveis apontamentos sócio-históricos e políticos entre tais organizações e conformações sociais de poder e suas ações sobre a paisagem. O método utilizado na construção deste projeto, além do levantamento bibliográfico, foi dado através da organização da cartografia, que será realizada a partir do mapeamento inicial dos possíveis estabelecimentos de comunidades evangélicas a serem organizados por localidade. Neste caso, o local escolhido foi o bairro de Moquetá, no município de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Brasil, sendo tal fase já realizada. Outro momento da pesquisa de campo, será marcado por entrevistas semi-estruturadas com os líderes de algumas dessas comunidades mapeadas, cuja seleção, guardará pressupostos de indicadores de acesso as mesmas. Por fim, haverá uma organização dos dados e informações coletadas, seguidas por uma confecção dos mapas temáticos para leitura e observação, como também, a análise, a partir de uma vertente crítica da análise do discurso de Norman Fairclough, das lideranças religiosas. Até o presente momento foram realizados dois campos no bairro, com o intuito de mapear estas comunidades, seguido de pesquisas de registro dessas comunidades na Prefeitura Municipal. As entrevistas semi-estruturadas, previstas para a segunda fase da pesquisa, se encontram em andamento, e já apresentando elementos que dialogam com as premissas de expansão, com as características sócio-econômicas-politicas do espaço.

 


Keywords


Comunidades-Evangélicas; expansão-espaço-territorial; poder.

References


ALVES-MAZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira, 2000.

ANTONIAZZI, A. As religiões no Brasil segundo o Censo de 2000. Revista de Estudos da Religião. Nr.2. PUC-SP. São Paulo, 2003 (p.75-80).

BORON, A. A.. Filosofia política moderna: De Hobbes a Marx. CLACSO, ConsejoLatinoamericano de CienciasSociales; DCP-FFLCH, Departamento de Ciências Politicas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, USP, Universidade de São Paulo. 2006.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Brasília: Universidade de Brasília, 2001.

HAESBAERT, R. Concepções de Território para Entender a Desterritorialização. In: SANTOS, Milton; SILVA, Carlos A. F.; PORTO-GONÇALVES, Carlos W. (et al). Território Territórios. Rio de Janeiro: AGB, p. 17-38, 2002.

KOSIK, K. . O mundo a pseudoconcreticidade e a sua destruição. IN: KOSIK, K. A dialética do Concreto. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

RAFFESTIN, C. . Por uma Geografia do Poder. Tradução de Maria Cecília França. São Paulo (SP): Ática, 1993.

RIBEIRO, A. C. T.et al. Por uma cartografia da ação: pequeno ensaio de método.Cadernos IPPUR. v. 15, n. 2 e Ano XVI, N.1, 2001-02.

ROSENDAHL, Z. Território e territorialidade: uma perspectiva geográfica para o estudo da religião. Anais do X Encontro de Geógrafos da América Latina – 20 a 26 de março de 2005 – Universidade de São Paulo. SP. 2005.

________________. Geografia e Religião. Boletim Gaucho de Geografia. Porto Alegre, N.20, 1995. P.96-99.

________________. Espaço e Religião: uma abordagem Geográfica. RJ. EdUERJ. 1996.

________________. O Sagrado e o Espaço. In CASTRO, I. E., GOMES, P. E. e CORRÊA,R. L. (orgs) Explorações Geográficas. Rio de Janeiro. Bertrand Brasil. 1998.

________________. Hierópolis: o sagrado e o urbano. Rio de Janeiro. EdUERJ. 1999.

________________. Espaço, Política e Religião. In Rosendahl, Z. e CORRÊA, R. L. (orgs) Religião, Identidade e Território. Rio de Janeiro: EdUERJ. 2001.

_____________. O dinheiro e o território. In: SANTOS, M. et al. Território, territórios: ensaios sobre o ordenamento territorial. Rio de Janeiro: Lamparina, 2007. 3. ed..

_____________. A Natureza do Espaço. Técnicas 4 ed. São Paulo, 2012.

VITAL DA CUNHA, Christina. Oração de traficante: uma etnografia. Rio de Janeiro.Garamond, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-327

Refbacks

  • There are currently no refbacks.