A influência da organização acadêmica, da categoria administrativa e da região geográfica no cálculo do CPC para os Cursos de Engenharia / The influence of academic organization, administrative category and geographical region in calculation of CPC for Engineering Courses

Ricardo de Albuquerque Aguiar Filho, Stela Meneghel, Marcelo Embiruçu

Abstract


O Conceito Preliminar de Curso (CPC) é uma medida de qualidade utilizada pelo MEC (Ministério da Educação) para determinar os melhores cursos de graduação no contexto do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). A sua formulação compara, em um único momento, os resultados dos mais diversos tipos de instituições e cursos, não considerando peculiaridades tais como aspectos locais e regionais, dentre outras, fato que recebe certa crítica entre as associações de ensino privado. O presente trabalho traz os resultados de cálculos de CPC dos cursos de Engenharia, usando como base representativa as modalidades que têm mais cursos no Brasil (Engenharias Civil e de Produção), a partir da segmentação das Instituições de Educação Superior (IES) ofertantes desses cursos em relação à região do país, à organização acadêmica e à categoria administrativa. Independentemente da discussão conceitual sobre a pertinência de tais segmentações, conclui-se que uma eventual mudança na metodologia de cálculo não apresentaria resultados que promovessem grandes alterações no perfil dos conceitos. Portanto, atribuir o que se possa considerar eventuais distorções nos conceitos obtidos à não segmentação das IES não parece encontrar respaldo nos dados, ao menos no que se refere aos cursos analisados. Esse estudo mostra ainda que a utilização de faixas de conceito reduz as diferenças entre as instituições e cursos.

 


Keywords


SINAES, CPC, Avaliação, Qualidade, Educação Superior.

References


BITTENCOURT, Hélio R.; VIALI, Lorí; CASARTELLI, Alam de O.; RODRIGUES, Alziro C. de M. Uma análise da relação entre os conceitos Enade e IDD. Estudos em Avaliação Educacional, v. 19, n. 40, p. 247–262, 2008.

BITTENCOURT, Hélio. R.; VIALI, Lorí; RODRIGUES, Alziro C. de M.; CASARTELLI, Alam de O. Mudanças nos Pesos do CPC e seu Impacto nos Resultados de Avaliação em Universidades Federais e Privadas. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), v. 15, n. 3, p. 147–166, 2010.

BRASIL. Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 8 jul. 2016.

_______. Lei no 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 8 jul. 2016.

_______. Ministério da Educação. Portaria Normativa no 40 de 12 de dezembro de 2007, republicada em 29 de dezembro de 2010. Institui o e-MEC [...] e outras disposições. Disponível em: . Acesso em: 8 jul. 2016.

GARCIA, Maurício (cood.); VIANNA, Nadja M. V.; SUÑÉ, Letícia S. de V. S. Diagnósticos e Propostas para a Avaliação da Educação Superior no Brasil. Edição 23. ABMES Editora: Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior, 2012.

INEP. Nota Técnica Daes/Inep no 58/2015 - Cálculo do Conceito Preliminar de Curso 2014. Brasília - DF, 2015. Disponível em: . Acesso em: 8 jul. 2016.

_______. ENADE 2014: Relatório de Área Engenharia de Produção. Brasília – DF, 2016a.

_______. ENADE 2014: Relatório de Área Engenharia Civil. Brasília – DF, 2016b.

_______. Esclarecimentos sobre cálculo do IDD [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por em 16 de agosto de 2016c.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-317

Refbacks

  • There are currently no refbacks.