Perfil dos pacientes acometidos por acidentes de moto no município de breu branco / Profile of patients accompanying by motorcycle accidents in the municipality of breu branco

Benedito do Carmo Gomes Cantão, Anderson Bentes de Lima, Maria dos Santos Rodrigues da Silva, José Benedito dos Santos Batista Neto, Jaylen França Cunha, Ana Gabriela Sabaa Srur de Andrade, Ailson Almeida Veloso Júnior, Artur Chaves Cruz

Abstract


Pesquisa, de cunho bibliográfico, tem por objetivo geral verificar o perfil dos pacientes acometidos por acidentes de moto no município de Breu Branco, bem como descrever algumas tendências das ocorrências dos acidentes motociclistas, verificar o impacto na qualidade de vida dessas vítimas e assim avaliar o índice de mortalidade em decorrência de acidentes motociclistas. Tal estudo fundamentou-se em publicações pertinentes ao tema, em artigos científicos e documentos dos órgãos da saúde, desenvolvendo assim, uma pesquisa descritivo-quantitativo, com análise qualitativa. Os resultados encontrados indicam que acidentes de trânsito são um problema importante para a saúde pública em virtude do grande impacto na morbimortalidade, principalmente da população jovem do sexo masculino. São imprescindíveis a conscientização e a mudança de comportamento de motociclistas, com investimento em educação para o trânsito, para que, assim, haja a diminuição desses índices. Educação e fiscalização são políticas apontadas como solução para diminuir o número de acidentes com motociclistas.


Keywords


Acidentes de Moto; Motociclistas; Mortalidade; Qualidade de Vida.

References


BARBOSA, M.Q; ABRANTES, K.S.M.; SILVA JÚNIOR, W. R.; et al. Acidente Motociclístico: Caracterização das Vítimas Socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Revista Brasileira de Ciências da Saúde, [s.l.], v. 18, n. 1, p.3-10, 31 mar. 2014. Portal de Periodicos UFPB. http://dx.doi.org/10.4034/rbcs.2014.18.01.01.

CET. Companhia de Engenharia de Trafego. 2016. Análise da mortalidade ocorrida por acidentes de trânsito em agosto e setembro de 2016. Disponível em: http://www.cetsp.com.br/media/523410/parcial2016.pdf. Acesso: 28/03/19 às 20h43min.

DIÁRIO ONLINE. 2017. Motos lideram tragédias no trânsito. Disponível em: https://www.diarioonline.com.br/noticias/para/noticia-437332-motos-lideram-tragedias-no-transito.html. Acesso: 18/05/19 às 15h44min.

DENATRAN. Boletim Recall Denatran 2016. Disponível em: http://www.justica.gov.br/news/cresce-o-numero-de-recall-de-veiculos-em-2016/boletim-de-recall-veiculos-senacon-denatran-2016.pdf/view. Acesso: 28/03/19 às 22h54min.

G1. Jornal Nacional. 2017. Média de mortes em acidentes de trânsito sobe 12% no fim do ano. Disponível em: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/12/media-de-mortes-em-acidentes-de-transito-sobe-12-no-fim-do-ano.html. Acesso: 28/03/19 às 18h43min.

JESUS, V. F.; ROCHA, F. C.; FERREIRA, A. S. S. et al. Causas associadas aos acidentes de trânsito envolvendo motocicletas: Revisão Integrativa. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, [s.l.], v. 7, p.1-8, 2017.

JORNAL DO SENADO. 2014. Na rede pública de saúde, com a proteção do capacete, lesões graves são mais frequentes nos membros inferiores dos motociclistas vítimas de acidentes de moto. Disponível em: http://www.senado.gov.br/noticias/Jornal/emdiscussao/motos/saude/na-rede-publica-de-saude-com-a-protecao-do-capacete-lesoes-graves-sao-mais-frequentes-nos-membros-inferiores-dos-motociclistas-vitimas-de-acidentes-de-moto.aspx. Acesso: 19/05/19 às 15h23min.

MATTOSO, F. A.; CRAVO, J. L. JOVENS VÍTIMAS DE ACIDENTE DE TRÂNSITO: PERFIL E VIVÊNCIA DOS IMPACTOS NA SAÚDE In: 4º Simpósio Mineiro de Assistentes Sociais, 2017. Disponível em: http://cress-mg.org.br/hotsites/Upload/Pics/41/41a3ce2a-ac81-44d0-bc50-1c8128c08bab.pdf. Acesso: 26/03/19 às 21h22min.

NOLASCO, T.R.; ANDRADE, S.M.O.; SILVA, B.A.K. Ensaios Cienc., Cienc. Biol. Agrar. Saúde, v.20, n.2, p. 104-105, 2016. Capacidade Funcional de Vítimas de Acidentes de Trânsito em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Disponível em: https://www.redalyc.org/html/260/26046651007/. Acesso: 26/03/19 às 21h49min.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. 2012. Sistemas de dados: um manual de segurança viária para gestores e profissionais da área. Brasília, D. F.: Organização Pan-Americana da Saúde; 2012. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/10665/44256/ 3/9789275717110_por.pdf?ua=1&ua=1. Acesso: 25/03/19 às 20h45min.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. 2015. RELATÓRIO GLOBAL SOBRE O ESTADO DA SEGURANÇA VIÁRIA 2015. Disponível em: https://www.who.int/violence_injury_prevention/road_safety_status/2015/Summary_GSRRS2015_POR.pdf. Acesso: 18/05/19 às 16h30min.

PAIVA, Luciana; et al. Estado de saúde e retorno ao trabalho após os acidentes de trânsito. Revista Brasileira de Enfermagem, [s.l.], v. 69, n. 3, p.443-450, jun. 2016. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2016690305i.

PETENUTI, A et al. Caracterização das sequelas das vítimas de acidentes de trânsito com motocicleta em vias urbanas numa cidade da região noroeste do Paraná. Akrópolis – Revista de Ciências Humanas da UNIPAR, Umuarama, v. 24, n. 2, p. 131-142, jul./dez. 2016.

PEREIRA, CLARICE. Folha de São Paulo. 2018. 2º FÓRUM SEGURANÇA NO TRÂNSITO. Moto é o veículo que mais mata no trânsito e o que mais gera indenizações. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/seminariosfolha/2018/06/moto-e-o-veiculo-que-mais-mata-no-transito-e-o-que-mais-gera-indenizacoes.shtml. Acesso: 28/03/19 às 21h11min.

SILVEIRA, J. Z. M.; SOUZA, J. C. Sequelas de acidentes de trânsito e impactos na qualidade de vida. Revista Saúde e Pesquisa, [s.l.], v. 9, n. 2, p.373-380, maio/ago. 2016.

SOARES, Lorena Sousa; et al. Caracterização das vítimas de traumas por acidente com motocicleta internadas em um hospital público. Revista Enfermagem Uerj, [s.l.], v. 23, n. 1, p.115-121, 13 mar. 2015. Universidade de Estado do Rio de Janeiro. http://dx.doi.org/10.12957/reuerj.2015.15599.

WAISELFISZ J.J. Mapa da Violência 2013. Acidentes de Trânsito e Motocicletas. Disponível em: https://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2013/mapa2013_transito.pdf. Acesso: 25/03/19 às 23h08min.

REVISTA QUATRO RODAS. 2017. “90% DOS ACIDENTES SÃO CAUSADOS POR FATOR HUMANO”. Disponível em: https://quatrorodas.abril.com.br/especial/maio-amarelo-90-dos-acidentes-sao-causados-por-fator-humano/. Acesso: 18/05/19 às 16h04min.

SIDGESP. 2018. Moto é o veículo que mais mata no trânsito e o que mais gera indenizações. Disponível em: http://www.sindsegsp.org.br/site/noticia-texto.aspx?id=30120. Acesso: 28/03/19 às 21h02min.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-293

Refbacks

  • There are currently no refbacks.