Painel integrado: Recurso didático-pedagógico no processo ensino-aprendizagem / Integrated panel: Teaching-pedagogical resource in the teaching-learning process

Léa Maria Moura Barroso Diógenes, Miriam Calíope Dantas Pinheiro, Karla Maria Carneiro Rolim, Firmina Hermelinda Saldanha Albuquerque, Maria da Penha Rodrigues Firmes, Cintia Soares Cruz de Castro, Carolina Sharlene Miranda Sampaio, Brenner Kássio Ferreira de Oliveira

Abstract


Objetivo: Descrever a experiência de professores da pós-graduação quanto a aplicação do painel integrado; a fim de averiguar o conhecimento dos alunos sobre as consultas de Enfermagem à saúde da criança e adolescente, à saúde da mulher e à saúde do adulto e idoso. Justifica-se a utilização da estratégia devido ser esta, um recurso didático-pedagógico facilitador do processo de ensino e aprendizagem. Metodologia: Relato de experiência e o material de pesquisa foi produzido a partir da participação de doze alunos matriculados no Mestrado Profissional em Tecnologia e Inovação em Enfermagem da Universidade de Fortaleza na disciplina Enfermagem na Atenção Primária. A coleta dos dados ocorreu no segundo semestre de 2017 por meio do desenvolvimento da técnica de painel integrado e da aplicação de um formulário para avaliação do conhecimento referente aos critérios das consultas de Enfermagem à saúde da criança e adolescente, à saúde da mulher e à saúde do adulto e idoso. Resultados: Evidenciou-se que a técnica gerou ricas discussões do tema escolhido, elaborou novos conteúdos e inovações para as consultas de Enfermagem e ainda ampliou o conhecimento prévio dos alunos e com as leituras e discussões em grupos dos protocolos e cadernos do Ministério da Saúde. Conclusão: O uso do painel integrado como material didático-pedagógico otimiza o processo de ensino e aprendizagem, as aulas são mais dinâmicas e criativas, e o conhecimento é construído pelo aluno. A prática docente, experimentando novas tendências e metodologias, torna a aprendizagem mais significativa. O uso do painel integrado permite a elucidação do conteúdo tornando os mestrandos sujeitos pensantes e a aula mais interessante, prazerosa e atrativa.


Keywords


Educação em Enfermagem. Apoio Didático. Consulta de Enfermagem.

References


APOSTÓLICO, S. Andragogia: um olhar para o aluno adulto. Augusto Guzzo Rev. Acad. Disponível em: . Acesso em: 03 mar. 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde da criança: crescimento e desenvolvimento. Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2012. (Cadernos de Atenção Básica, n. 33).

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Controle dos cânceres do colo do útero e da mama. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. 2 ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. (Cadernos de Atenção Básica, 32).

BRASIL. Ministério da Saúde. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: hipertensão arterial sistêmica. Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. (Cadernos de Atenção Básica, n. 37).

BRASIL. Ministério da Saúde. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: diabetes mellitus. Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. (Cadernos de Atenção Básica, n. 36).

CARVALHO, J. A. de; CARVALHO, M. P. de; BARRETO, M. A. M.; ALVES, F. A. Andragogia: considerações sobre a aprendizagem do adulto. REMPEC – Ensino, saúde e ambiente, v.3, n.1, p. 78-90, abril. 2010.

CARVALHO, M. V. C. C.; MATOS, K. S. A. L. (orgs). Psicologia da educação: teorias do desenvolvimento e da abordagem em discussão. Fortaleza: Edições UFC, 2009.

FISCARELLI, R. Material didático e prática docente. Revista Ibero – Americana de Estudos em Educação, UNESP, v.2, n.1, p. 1-9, maio 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2017.

FONSECA, A. S. As estratégias evidenciais em material didático impresso para Ead, 2013. Disponível em: . Acesso em: 02 mai. 2017.

FREITAS FILHO, J. R. Utilização de diferentes estratégias de ensino a partir de situações de estudo. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v.3, n. 2, p. 66-75, 2010.

LIBÂNEO. J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 2004.

MASETTO, M. Docência Universitária: repensando a Aula, 2003. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2017.

MOREIRA, M. A. Aprendizagem significativo crítico. Indivisa, Boletín de Estúdios e investigación, v. 33, n. 68, p. 83-101, 2005. Disponível em:

MARQUES, As metodologias ativas como estratégias para desenvolver a educação em valores na graduação em enfermagem. Rio de Janeiro: Escola Anna Nery, v.22, n.3, 2018.

RODRIGUES, T.; CARVALHO, M. Manual de Técnicas e Metodologias de Ensino para os Eventos de Formação: Gestão de adultos - material de apoio. União dos Escoteiros do Brasil - Escritório Nacional Rua Coronel Dulcídio, 2012.

SANTOS, O. K. C.; BELMINO, J. F. B. Recursos didáticos: uma melhoria na qualidade da aprendizagem, 2013. Disponível em: . Acesso em: 02 mai. 2017.

SANTOS, D. A. S.; AGUIAR, M. G. G. O portifólio como instrumento didático: o processo de construção/construção do “Ser Professor”. Revista Docência Ensino Superior, v.6, n.1, p.91-112, 2016.

SOUZA, V. P. Dinâmicas de Grupo como estratégia para a aprendizagem significativa de polímeros sintéticos, 2013. Disponível em: . Acesso em: 14 mai. 2017.

VASCONCELLOS, C. Construção do conhecimento em sala de aula. 11 ed. São Paulo: Libertad, 2000 (Cadernos Pedagógicos do Libertad, 2).

VASCONCELOS, C. dos S. Metodologia dialética em sala de aula. Revista de educação AEC, n. 83, abr., 1992.

VASCONCELOS, M.; GRILLO, M.J.C; SOARES, S.M. Práticas pedagógicas em Atenção Básica à Saúde. Tecnologias para abordagem ao indivíduo, família e comunidade. NESCON/UFMG. Curso de Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2009.

WINTERS, J. R. F.; PRADO, M. L do.; HEIDEMANN, I. T.S. B. Formação em Enfermagem orientada aos princípios do Sistema Único de Saúde: percepção dos formandos. Escola Anna Nery., v. 20, n. 2, p. 248-253, 2016. Disponível em: . Acesso em: 05 abr. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-282

Refbacks

  • There are currently no refbacks.