Cultura política e socialização política virtual: influência das redes sociais nas opiniões políticas de jovens estudantes da região do Distrito Federal e de seu entorno / Political culture and virtual political socialization: influence of social networks on political opinions of young students from the region of the Federal District and its surroundings

Camila de Vasconcelos, Rodrigo Stumpf González, Rodolfo Silva Marques

Abstract


No presente trabalho, são avaliadas as possíveis mudanças na cultura política dos jovens que experimentam no seu processo de socialização experiências conjugadas ao uso de redes sociais. O problema de pesquisa questiona: de que forma os jovens estudantes da região do Distrito Federal, e do seu Entorno, têm sido influenciados na sua percepção de valores democráticos pelo uso das redes sociais? A hipótese levantada aqui considera que o perfil socioeconômico dos estudantes, das diferentes regiões analisadas, é determinante na formação da cultura política destes jovens, o que impacta, também, no uso político das redes sociais. Para responder ao problema de pesquisa apresentado, analisou-se os dados da pesquisa quantitativa “Pesquisa sobre Socialização Política e Redes Sociais” que investigou os jovens estudantes brasileiros de escolas do Ensino Médio do Distrito Federal, e da Região do Entorno do Distrito Federal, no ano de 2017. Os resultados mostram que a condição econômica dos jovens estudantes – percebidos, em especial, entre os alunos com mais renda -, determina uma percepção mais favorável à democracia.


Keywords


Socialização Política Virtual, Cultura Política; Jovens Estudantes.

References


AGUIAR, S. Redes sociais na internet: desafios à pesquisa. XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Santos, 29 de agosto a 2 de setembro de 2007.

ALLPORT, G. W. Attitudes. In: Handbook of social psychology. Edited by C. Murchison, 798–844. Worcester, MA: Clark Univ. Press, 1935.

ALMOND G. et al. Comparative politics today: a world view. Pearson/Longman: Scott, Foresman and Company, 2008.

ALMOND, G.; VERBA, S. The Civic Culture: Political attitudes and democracy in five nations. Boston: Little, Brown, 1965.

ANSON, J et al. Political ideology in the 21st century: A terror management perspective on maintenance and change of the status quo. Social and psychological bases of ideology and system justification, p. 210-240, 2009.

ABRANTES, P. Para uma teoria da socialização. Sociologia: Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, v. 21, p. 121-139, 2011.

ALLCOTT, H; GENTZKOW, M. Social media and fake news in the 2016 election. Journal of Economic Perspectives, v. 31, n. 2, p. 211-36, 2017.

ANAJI, M. R.; HEIPHETZ, L. Attitudes. Handbook of social psychology, 2010.

BAQUERO, M. Democracia e desigualdades na América Latina: novas perspectivas. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 2007.

_________________; GONZALEZ, R. S. Eleições, estabilidade democrática e socialização política no Brasil: análise longitudinal da persistência de valores nas eleições presidenciais de 2002 a 2010. Opinião pública, v. 17, n. 2, p. 369-399, 2011.

_________________. Padrões de constituição da cultura política na América Latina no século XXI. In: BAQUERO, M. Cultura(s) Política(s) e Democracia no século XXI na América Latina. Porto Alegre, Editora UFRGS, 2011.

_________________; ANGELO BAQUERO, R. V.; AZAMBUJA DE MORAIS, J. Socialização política e internet na construção de uma cultura política juvenil no Sul do Brasil. Educação & Sociedade, v. 37, n. 137, 2016.

BENEDICT, R. Padrões da cultura. Lisboa: Livros do Brasil, 1969.

CEPAL, N. U. et al. La juventud en Iberoamérica: tendencias y urgencias. 2004.

BORBA, J. Participação política: uma revisão dos modelos de classificação. Sociedade e Estado, v. 27, n. 2, p. 263-288, 2012.

BRASIL. Estatuto da Juventude, 2013.

CASTELLS, M. A Sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

CASTRO, H. C. de; REIS, F. T. Participação política no Brasil no século XXI: mudanças e continuidades. Teoria & Pesquisa: revista de ciência política. São Carlos, v. 21, n. 2, p. 20-33, jul./dez. 2012.

COLOMBO, C.; GALAIS, C.; GALLEGO, A. El uso de Internet y las actitudes políticas: Datos cuantitativos y cualitativos de España. Arbor, v. 188, n. 756, p. 751-766, 2012.

DALTON, R. J. Democratic challenges, democratic choices. Oxford univ. press, 2004.

_____. The good citizen: How a younger generation is reshaping American politics. Washington, DC.: Sage, 2008.

DAWSON, R. E.; PREWITT, K. Political socialization: an analytic study. Little, Brown, 1968.

DÁVILA LEÓN, O. Adolescencia y juventud: de las nociones a los abordajes. Última década, v. 12, n. 21, p. 83-104, 2004.

DEIBERT, R.; ROHOZINSKI, R. Liberation vs. Control: the future of cyberspace. Journal of Democracy, v. 21, n. 4, October, 2010.

HESS, R. D.; EASTON, D. The child's changing image of the President. Public Opinion Quarterly, v. 24, n. 4, p. 632-644, 1960.

EASTON, D. Uma teoria de análise política. Rio de Janeiro: Zahar, 1968.

EASTON, D.; DENNIS, J. Children in political System: origins of political legitimacy. New York: McGraw-Hill, 1969.

ELLISON, N. B. Boyd, d. (2013). Sociality through Social Network Sites. In Dutton, W. H. (Ed.), The Oxford Handbook of Internet Studies. Oxford: Oxford University Press, pp. 151-172.

GONZÁLEZ, R. S.; BAQUERO, M. Political culture, economic changes, and inertial democracy: a post-2014 elections analysis. Opinião Pública, v. 22, n. 3, p. 492-523, 2016.

HOMANS, G. Behaviorismo e pós-behaviorismo. In: GIDDENS, A.; TURNER, J.(Orgs.). Teoria Social Hoje. São Paulo: Editora UNESP, 1996.

KATZ, D. The functional approach to the study of attitudes. Public opinion quarterly, v. 24, n. 2, p. 163-204, 1960.

MOISÉS, J. A. Os brasileiros e a democracia: bases sócio-políticas da legitimidade democrática. São Paulo: Ática, 1995.

NAZZARI, Rosana Kátia. Capital social, cultura e socialização política: a juventude brasileira. In: Capital Social: teoria e prática. Ijuí: UNIJUÍ, 2006.

_____. Capital social, cultura e socialização política: a juventude brasileira. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio grande do Sul, agosto de 2003.

_____. Socialização política e capital social: empoderamento dos estudantes em Cascavel/PR. Anais do II Seminário Nacional Movimentos Sociais, Participação e Democracia 25 a 27 de abril de 2007, UFSC, Florianópolis, Brasil, 2009.

NIEMI, R.G.; HEPBURN, M. A. The rebirth of political socialization. Perspectives on Political Science, v. 24, n. 1, p. 7-16, 1995.

ROBALLO, J. H. M. Cultura política, socialização política e internet: um estudo de caso com os estudantes de ensino médio de Rio Pardo/RS. 2011.

SANTOS, A. L. dos. Religião e política: socialização e cultura política entre a juventude da Igreja Pentecostal Assembleia de Deus em Porto Alegre-RS. 2008.

SCHIMDT, J. P. Juventude e política no Brasil: a socialização política dos jovens na virada do milênio. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2001.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-269

Refbacks

  • There are currently no refbacks.