A importância de uma aprendizagem afetiva para o desenvolvimento infantil / The importance of affective learning for child development

Leticia Aparecida Lopes Oliveira, Samanta Stéfanie Dos Santos, Thaise Renata Silveira E Souza, Elenise Meschiari Delbim, Anderson Martelli, Lucas Rissetti Delbim, Sergio Fernando Zavarize

Abstract


RESUMO

Esta revisão teve como objetivo fundamental abordar o tema afetividade e sua importância para o desenvolvimento infantil no processo ensino-aprendizagem. Dando ênfase às teorias voltadas ao tema de autores e estudiosos da área da Educação e Psicologia. Aborda-se também a necessidade de uma boa relação entre professor-aluno e família-escola, para que de fato possa ocorrer uma aprendizagem afetiva e significativa. A afetividade tem um papel crucial de grande valor para a Educação e Psicologia, focado principalmente no desenvolvimento infantil, período que a criança começa a conhecer-se e a conhecer o mundo que a cerca. O desenvolvimento desse trabalho possibilitou uma análise mais Aprofundada do tema e suas subjetividades segundo teorias desenvolvidas por autores e estudiosos da área. Conclui-se, portanto que, a afetividade figura como fator preponderante em relações educacionais e o impacto das mesmas no aproveitamento (significativo) dos envolvidos.


Keywords


Afetividade, Educação Afetiva, Desenvolvimento infantil.

References


ALMEIDA, A, R, S. A afetividade no desenvolvimento da criança: contribuições de Henri Wallon. Inter-Ação: Revista da Faculdade de Educação da UFG, v. 33, n. 2, p. 343-357, jul./dez. 2008.

ANTUNES, C. A linguagem do afeto: como ensinar virtudes e valores. 3. ed. Campinas, SP: Papirus, 2006.

BARIANI, I. PAVANI, R. Sala de aula na universidade: Espaços de relação interpessoais e participação acadêmica. Revista Estudos de Psicologia / 25(1) / 67- 75/ Janeiro – março / 2008.

DESSEN, M, A.POLONIA,A,C. A Família e a Escola como contextos de desenvolvimento humano. Revista Paideia, 2007. Disponível em www.scielo.br/paideia.Acesso em: 18 de agosto de 2019.

FRAZÃO, D. Biografia de Henri Paul Hyacinthe Wallon. Ebiografia, 2018. Disponível em: https://www.ebiografia.com/henri_paul_hyacinthe_wallon/. Acesso em: 23 de outubro de 2019.

. Biografia de Jean Piaget. Ebiografia, 2015. Disponível em: https://www.ebiografia.com/jean_piaget/. Acesso em: 23 de outubro de 2019.

. Biografia de Lev Vygotsky. Ebiografia, 2017. Disponível em: https://www.ebiografia.com/lev_vygotsky/. Acesso em: 23 de outubro de 2019.

FERREIRA, A, L. RÉGNIER, N,M,A. Contribuições de Henri Wallon à relação cognição e afetividade na educação, Educar, Curitiba, n. 36, Editora UFPR 25, 2010.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessário à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

GADOTTI, M. Convite à leitura de Paulo Freire. São Paulo: Scipione, 1999.

GAZARO,D,S. O Papel da afetividade na educação infantil. Instituto Federal Catarinense Campus Avançado Abelardo Luz Especialização em Educação. Santa Catarina, 2018.

GOMES, A, M,A. et al. Os saberes e o fazer pedagógico: uma integração entre teoria e prática. Educar, Curitiba, n. 28, Editora UFPR, 2006.

GOMIDE, P, I, C. Pais presentes pais ausentes: Regras e Limites. Rio de Janeiro. Vozes, 2007.

KRUEGER, M, F. A relevância da Afetividade na Educação infantil. Santa Catarina: Instituto Catarinense de Pós-Graduação e Associação Educacional Leonardo da Vinci, 2002.

MICHELS, S, B, C. Relação professor/aluno: a importância da afetividade no ambiente escolar. 2010. 36f. Trabalho de Conclusão de Curso – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

MIRANDA, E. A influência da relação professor-aluno para o processo de ensino aprendizagem no contexto afetividade. In: 8º Encontro de Iniciação Científica e 8ª Mostra de Pós Graduação.

FAFIUV, 2008. Disponível em: http://www.ieps.org.br/ARTIGOSPEDAGOGIA.pdf. Acesso em: 25 de setembro de 2019.

PIAGET, Jean. Psicologia e Pedagogia. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1985.

SALVADOR, C; Coll et al. Psicologia do ensino. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

SARNOSKI, E, A. Afetividade no Processo de Ensino-Aprendizagem. Revista de Educação do Ideau, Vol. 9 – Nº 20 - Julho – Dezembro, 2014. Semestral. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2019.

SOUZA, L, B. Afetividade no contexto escolar da educação infantil: Relevância para aprendizagem significativa. Dissertação de Mestrado apresentado à Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Lisboa, 2014.

TASSONI, E, C, M. Afetividade e aprendizagem: A relação professor-aluno. In: Psicologia, análise e crítica da prática educacional. Campinas: ANPED, 2000.

TIBA, I. Ensinar aprendendo. Como superar os desafios do relacionamento professor-aluno em tempos de globalização. São Paulo: Editora Gente, 1998.

VYGOTSKI, L, S. O desenvolvimento psicológico na infância. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

WALLON, H. Psicologia e educação da criança. Lisboa: Editorial Veja, 1979.

. A evolução psicológica da criança. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

. Do ato ao pensamento: ensaio de psicologia comparada. Petrópolis: Vozes, 2008.

ZAGURY, T. Os Direitos dos Pais: construindo cidadãos em tempos de crise. Rio de janeiro. Record, 2004.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-218

Refbacks

  • There are currently no refbacks.