Influência do tratamento térmico no rendimento e composição físico-química de queijos frescais / Influence of thermal treatment in the yield and physical-chemical composition of fresh cheeses

Kescyla Haycila da Silva Rocha Marques, Juliana Benevides Carvalho, Abner Alves Mesquita, João Antônio Gonçalves e Silva, Samuel Viana Ferreira, Tainara Leal Sousa, Mariana Buranelo Egea, Marco Antônio Pereira da Silva

Abstract


Objetivou-se avaliar a influência do tratamento térmico do leite no rendimento e composição físico-química de queijos frescais produzidos a partir de leite de vaca e para isso foram realizados dois tratamentos: 1) queijos produzidos com leite pasteurizado e 2) queijos produzidos com leite não pasteurizado. Avaliou-se a composição físico-química do leite, soro do leite, queijos e rendimento dos queijos. A composição físico-química do leite utilizado para produção dos queijos mostrou-se de acordo com a IN 62. O soro do leite não pasteurizado apresentou valores em relação ao teor de gordura de 1,04% e de proteína de 1,11%. Os valores de gordura, umidade, matéria seca, gordura no extrato seco, rendimento do queijo e volume de soro de leite não foram influenciados pelo tratamento térmico. A acidez titulável, não foi influenciada pelo tratamento térmico, sendo que os dois tratamentos apresentaram aumento no valor de acidez total durante o período de estocagem. Assim, conclui-se que o tratamento térmico (pasteurização 72°C/20 segundos) não influenciou no rendimento e no volume do soro de leite dos queijos frescais produzidos com leite pasteurizado e não pasteurizado

Keywords


Minas Frescal, leite refrigerado, pasteurização, armazenamento, caseína.

References


AGUIAR, A. C. R.; JÚNIOR, V. R. R.; CALDEIRA, L. A.; ALMEIDA FILHO, S. H. C.; RUAS, J. R. M.; SOUZA, V. M.; ASSIS, P. D. A. Composição do leite de vacas alimentadas com diferentes fontes de compostos nitrogenados. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 16, n. 3, p. 591-605, 2015.

ALMEIDA, A. C; DINIZ, T. T.; SOUZA, M. R.; PINTO, M.S.; SOUZA, R.M.; SILVA, N.O.; QUEIROZ, M.R.A. Caracterização da produção de queijo artesanal na região de Montes Claros, norte de Minas Gerais. Acta Veterinaria Brasilica, v.6, n.4, p.312-320, 2012.

BACK, D.; MATTANNA, P.; ANDRADE D. F.; SIMÕES, G. D.; RICHARDS, N. S. P. Viabilidade probiótica de queijos minas frescal com teor reduzido de lactose. Rev. Inst. Latic. “Cândido Tostes”, Jan/Fev, nº 390, 27-35, 2013.

BRASIL. Ministério da Agricultura. Secretaria Nacional de Defesa Agropecuária. Laboratório Nacional de Referencia Animal. Queijos. In:___. Métodos analíticos oficiais para controle de origem animal e seus ingredientes: métodos físicos e químicos. Brasília, DF,1981.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa 51, de 18 de setembro de 2002. Regulamento Técnico de Produção, Identidade e Qualidade do Leite Tipo A, tipo B, Tipo C e Cru refrigerado. Diário Oficial da União, Brasília, Seção 1, p.13, 29 set. 2002.

BRASIL. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento - MAPA. Instrução Normativa N. 62 de 29 de dezembro de 2011, que altera a Instrução Normativa n°51, de 18 de setembro de 2002. Publicado no Diário Oficial da União de 30 de dezembro de 2011, Seção 1, p. 6-11. Disponível em: Acesso em: 17 jun. 2017.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. [Aditivos no Regulamento Técnico para Fixação de Identidade e Qualidade do Queijo Minas Frescal]. Instrução Normativa nº 4, de 01 de março de 2004. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 5 mar. 2004.

BRASIL. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Instrução Normativa Nº 68, de 12 de dezembro de 2006. Métodos Analíticos Oficiais Físico-Químicos, para Controle de Leite e Produtos Lácteos.Diário Oficial da União. Brasília, 2006.

CUNHA, C. R.; SPADOTI, L. M.; ZACARCHENCO, P. B.; VIOTTO, W. H.; Efeito do fator de concentração do retentado o rendimento de queijo minas frescal de baixo teor de gordura fabricado por ultrafiltração. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, 22(1): 76-81, jan.-abr. 2002.

DIAS, B. F.; FERREIRA, S. M.; CARVALHO, V. S.; SOARES, D. S. B. Qualidade microbiológica e físico-química de queijo minas frescal artesanal e industrial. Revista de Agricultura Neotropical, Cassilândia-MS, v. 3, n. 3, p. 57-64, jul./set. 2016.

DIPOA – DEPARTAMENTO DE INSPEÇÃO DE ALIMENTOS DE ORIGEM ANIMAL Regulamento Técnico Mercosul de Identidade e Qualidade de Queijo Minas Frescal. Disponível em: www.agricutura.gov.br Acesso em: 26 dez. 2018.

GODDEN, S. Factors associated with milk urea concentrations in Ontario dairy cows. Jornal of Dairy Science, pp. 84: 107-114 2001.

GRANDE P. A. et al Níveis de uréia no leite como ferramenta para utilização das fontes de proteínas na dieta das vacas em lactação. Maringá, UEM, 2010. Programa de Pós-Graduação.

ISO 13366-2/International Dairy Federation (IDF) 148-2 – Milk – Enumeration of somatic cells – Part 2: Guidance on the operation of fluoro-opto-electronic counters. Brussels, Belgium, 2006. 15p.

ISO 9622/International Dairy Federation (IDF) 141C – Determination of milkfat, protein and lactose content – Guidance on the operation of mid-infrared instruments. Brussels, Belgium, 15 set. 2013. 15p.

ISO 16297/International Dairy Federation (IDF) 161 – Milk – Bacterial count – Protocol for the evalution of alternative methods: Brussels, Belgium, 01 de jun. 2013. 13 p.

LOMBARDI, E. C.; REZENDE, M. T. N. P.Qualidade microbiológica do leite e do queijo minas frescal processados em duas fábricas de laticínios sob Inspeção Municipal em Uberlândia - MG. Veterinária Notícias.Uberlândia - MG, 2014. v.20, n. 2, p.71-78.

MORAES, P. M., VIÇOSA, G. N, YAMAZI, A. K.; ORTOLANI M. B. T; NERO, L. A. Foodborne Pathogens and Microbiological Characteristics of Raw Milk Soft Cheese Produced and on Retail Sale in Brazil. Foodborne Pathogens and Disease. v.6, n.2, p. 245-249, 2009.

SANGALETTI, N.; PORTO, E.; BRAZACA. S. G. C.; YAGASAKI, C. A.; DALLA DEA, R. C.; SILVA, M. V. Estudo da vida útil de queijo Minas. Ciência Tecnologia Alimentos, Campinas, 29(2): 262-269, abr.-jun. 2009.R

SILVA, I. M. M.; ALMEIDA, R. C. C.; ALVES, M. A. O.; ALMEIDA, P. F. Occurrence of Listeria spp. in critical control points and the enviroment of Minas Frescal cheese processing. International Journal of Food Microbiology, v.81, p.241-48, 2003.

SILVA, F. T. Queijo Minas Frescal. Agroindústria Familiar. Embrapa Informação Tecnológica, 50p. Brasília - DF. 2005.

SILVA, T. V. Caracterização físico-química de queijos tipos Minas Frescal produzidos por pequenos produtores do município de Guarapuava e região. Salão de Extensão e Cultura, 2008. ISBN 978-85-7891-008-2

SILVA M. A.; SANTOS P. A.; SILVA J. W.; LEÃO K. M.; OLIVEIRA A. N.; NICOLAU E. S. Variação da qualidade do leite cru refrigerado em função do período do ano e do tipo de ordenha. Revista Instituto Adolfo Lutz. São Paulo, 69(1):112-118, 2010.

SILVA, F. L.; FERREIRA, H. A.; CARVALHO, A. F.; PERRONE, I. T.; Efeito do soro de leite no processo de concentração do doce de leite pastoso. Revista Instituto Laticínios Cândido Tostes, Juiz de Fora, v. 68, nº. 394, p. 20-24, set/out., 2013.

SILVA,Y. M. O.; GUERRA, M. G.; VÉRAS, A. S. C.; SANTOS, V. L. F.; NOVAES, L. P.; SILVA, L. R. C.; SILVA, L. A. C.; FERNANDES, I. L. Substituição do farelo de soja por milho mais ureia em dietas para vacas mestiças em lactação em pastagem de capim Mombaça (Panicum maxicum, cv. Mombaça): composição do leite. XXV Congresso Brasileiro de Zootecnia. Disponível em: Acesso em: 06 jul. 2017.

SOUZA, R. D. N.; SILVA, R.S. S. F. Estudo de custo-rendimento do processamento de queijos tipo minas frescal com derivado de soja e diferentes agentes coagulantes. Ciência e Tecnologia de Alimentos. Campinas, 25(1): 170-174, jan.-mar. 2005.

TEIXEIRA, L, V.; FONSECA, L. M. Perfil físico-químico do soro de queijos mozarela e minas-padrão produzidos em várias regiões do estado de Minas Gerais. Arq. Bras. Medicina Veterinária Zootecnia., v.60, n.1, p.243-250, 2008.

VENTUROSO, R. C.; ALMEIDA, K. E.; RODRIGUES, A. M.; DAMIN, M. R.; OLIVEIRA, M. N. Determinação da composição físico-química de produtos lácteos: estudo exploratório de comparação dos resultados obtidos por metodologia oficial e por ultra-som. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas. vol. 43, n. 4, out./dez., 2007

ZHANG, R.; MUSTAFA, A. F.; ZHAO, X. Effects of flaxseed supplementation to lactating ewes on milk composition, cheese yield, and fatty acid composition of milk and cheese. Small Ruminant Research, v. 63, p. 233-241, 2006.

ZEGARRA, J. J. Q.; CAMPBEL, R. C.; BOTTEON, M.; OLIVEIRA, B. C. R. S; BOTTEON, P. T. L.; SOUZA, M. M. Pesquisa de microrganismos em utensílios, leite e queijos de produção artesanal em unidades de produção familiar no município de Seropédica, Rio de Janeiro. Ciência Animal Brasileira, v. 10, n. 1, p. 312-321, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-203

Refbacks

  • There are currently no refbacks.