Pesca artesanal: culturas litorâneas na produção de riquezas e desigualdades / Artisanal fishing: coastal cultures in the production of wealth and inequality

Acaahi Ceja de Paula da Costa, Diêgo Stéfano Araújo Souza, Cleber Sales Pereira

Abstract


Segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), 90% da mão de obra da atividade pesqueira extrativa provêm dos profissionais da pesca artesanal, mesmo exercendo um importante papel na produção alimentar mundial, essa classe trabalhadora enfrenta dificuldades diversas. Diante do reconhecimento internacional da precariedade da profissão da pesca artesanal, o objetivo principal desta pesquisa foi conhecer a realidade socioeconômica e cultural dos pescadores artesanais do município de Cajueiro da Praia-PI, uma vez que a pesca artesanal representa uma das principais atividades econômicas do município.

Keywords


Pesca artesanal. Pobreza. Cultura material. Desigualdade.

References


ARAGÃO, Miria Cássia Oliveira & SOUZA, Rosemeri Melo. O Cotidiano Da Pesca Artesanal Na Ilha Mem De Sá- Itaporanga D ‘Ajuda- Litoral Sul De Sergipe. Costeiros, Salvador, 2009. Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia. Disponível em: http://www.costeiros.ufba.br/index.html Acesso em: junho de 2014.

CARVALHO, Stella Maria Sousa. Possibilidades e limitações do desenvolvimento sustentável do turismo no município de Cajueiro da Praia (PI), 2010. 164f. Dissertação (mestrado) – Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente da Universidade Federal do Piauí (PRODEMA/UFPI/TROPEN), Teresina, 2010.

CODEVASF. Plano de Ação para o Desenvolvimento Integrado da Bacia do Parnaíba, PLANAP: síntese executiva: Território da Planície Litorânea/Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba – CODEVASF. – Brasília, DF.: TODA Desenhos e Arte Ltda., 2006. 72p.:il. – (Plano de Ação para o Desenvolvimento Integrado da Bacia do Parnaíba, PLANAP; v.1)

CONDINI; Mario V.; GARCIA, Alexandre M. & VIEIRA; João P. Descrição da pesca e perfil sócio-econômico do pescador da garoupa-verdadeira Epinephelus marginatus (Lowe) (Serranidae: Epinephelinae) no Molhe Oeste da Barra de Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Pan-American Journal of Aquatic Sciences, v.2, n.3, p. 279-287, 2007.

DIEGUES, Antonio Carlos. A sócio-antropologia das comunidades de pescadores marítimos no Brasil. Etnográfica, São Paulo, v. 3, n. 2, pp.361-375, 1999.

DIEGUES, Antonio Carlos. Pesca e marginalização no litoral paulista. 1973. 190 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Departamento de Ciências Sociais, Universidade de São Paulo. CEMAR – Centro de Culturas Marítimas. São Paulo, 1973.

FAO. Notícia Site oficial da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura. Relatório destaca o crescente papel do peixe na alimentação mundial. Disponível em: www.fao.org Acesso em: junho de 2014.

GARCEZ, Danielle Sequeira; SÁNCHEZ-BOTERO; Jorge Iván. Comunidades de Pescadores Artesanais no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Atlântica, Rio Grande, v.27, n.1, p. 17-29, 2005.

HARAYASHIKI, Cyntia Ayumi Yokota; FURLAN, Fabiane Machado; VIEIRA, João Paes. Perfil Sócio-Econômico Dos Pescadores da Ponte dos Franceses, Rio Grande, RS, Brasil. Boletim Instituto de Pesca, São Paulo, v.37, n.1, p. 93 – 101, 2011.

IBAMA/SEAP-PR/PROZEE. Monitoramento da Atividade Pesqueira no Litoral do Brasil Relatório Técnico Final - Fundação de Amparo a Pequisa de Recursos Vivos na Zona Economicamente Exclusiva - Fundação PROZE - Convênio SEAP/PROZEE/IBAMA, 2004, Brasília - agosto 2006. Disponível em: www.mma.gov.br Acesso em: 15 de junho de 2014.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Segurança Alimentar, 2004/2009. Rio de Janeiro, 2010.

LAKATOS, Eva Maria & MARCONI, Maria de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 5ª ed. São Paulo: Editora Atlas, 2003. 310 p. ISBN 58-224-3397-6.

LIMA, Bruna Barros & VELASCO, Gonzalo. Estudo Piloto Sobre o Autoconsumo de Pescado entre Pescadores Artesanais do Estuário da Lagoa dos Patos, RS, Brasil. Bol. Inst. Pesca, São Paulo, v.38, n.4, p. 357 – 367, 2012.

MACÊDO, Ermínia Medeiros. O turismo de Barra Grande – PI: impactos e contribuições ao desenvolvimento local, 2011. 181f. Dissertação (Mestrado Profissional em Turismo) – Centro de Excelência em Turismo, Universidade de Brasília, 2011.

MPA. Dinâmica Econômica da Aquicultura e Pesca. Território Sul Catarinense. Florianópolis, 2011. Disponível em: www.mpa.gov.br Acesso em: 05 de junho de 2014.

NASCIMENTO, Maria do Socorro Viana & SASSI, Roberto. Análise da atividade pesqueira e das condições socioeconômicas dos pescadores artesanais de Cajueiro da Praia, Estado do Piauí, Brasil. Gaia Scientia, João Pessoa, v.1, n.2, p. 141-154, 2007.

NISHIDA, Alberto Kioharu; NORDI, Nivaldo; ALVES; Rômulo Romeu da Nóbrega. Aspectos socioeconômicos dos catadores de moluscos do litoral paraibano, Nordeste do Brasil. Revista de Biologia e Ciências da Terra, João Pessoa, v. 8, n. 1, 1° Semestre 2008.

RENEX. Documentos de extensão. Plano Nacional de Extensão Universitária. Documento em pdf. Disponível em: www.renex.org.br Acesso em: 22 de junho de 2014.

RODRIGUES, Jamile Araújo & GIUDICE, Dante Severo. A Pesca Marítima Artesanal Como Principal Atividade Socioeconômica: O Caso De Conceição De Vera Cruz, BA. Cadernos do LOGEPA (Laboratório e Oficina de Geografia da Paraíba), João Pessoas, v. 6, n. 2, p. 115‐139, jul./dez., 2011.

SANTOS, Everson Cardoso & SAMPAIO, Cláudio Luis Santos. A Pesca Artesanal na Comunidade de Fernão Velho, Maceió (Alagoas, Brasil): de Tradicional a Marginal. Revista da Gestão Costeira Integrada/Journal of Integrated Coastal Zone Management, Lisboa, v.13, n.4, p.513-524, 2013.

SANTOS, Marcos Antônio Souza dos; GURREIRO-FILHO, Mario Corino Siqueira; NEVES, Paulo Rogério dos Santos; AGUIAR, Cláudia Glaucilene Guimarães. Análise socioeconômica da pesca artesanal no Nordeste Paraense. In: XLIII Congresso da SOBER “Instituições, Eficiência, Gestão e Contratos no Sistema Agroindustrial”. Anais... Ribeirão Preto, 24 a 27 de Julho de 2005, p. 1-20.

SOUZA, Marluce Rocha Melo & NEUMANN-LEITÃO, Sigrid. Conseqüências Sócio-Econômicas dos Impactos Antrópicos no Estuário do Rio São Francisco em Brejo Grande, Sergipe – Brasil. Trabalhos do Instituto de Oceanografia, Universidade Federal do Pernambuco, Recife, v.28, n.1, p. 97- 116, 2000.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-143

Refbacks

  • There are currently no refbacks.