Desastre, atenção psicossocial e saúde mental: desafios para formação médica no internato de saúde coletiva. / Disaster, psychosocial attention and mental health: challenges for medical training in the collective health internate.

Bethania do Carmo Caetano da Silva, Carla Patricia André Pinto de Oliveira, Elaine de Souza Ramos Vidigal, Rachel Pires Habib

Abstract


O internato de saúde coletiva  reforça a vinculação entre estudantes de medicina e pacientes através de um acompanhamento de base territorial uma vez que sua compreensão perpassa também pela  produção coletiva das relações sociais e subjetivas.O objetivo deste artigo  é de apresentar estratégias de ensino aprendizagem na formação do profissional da área da saúde tendo em vista o território e as especificidades da população  vítima do desastre que acometeu a cidade e região de Teresópolis com as chuvas de 2011. A inserção mensal de acadêmicos de medicina  com suporte de  preceptores com formação  diferenciadas junto a uma unidade móvel da secretaria municipal de saúde atende aproximadamente oito mil habitantes que foram desalojados de suas casas distribuídos por sete condomínios. Alguns resultados já são vislumbrados na análise do processo ensino-aprendizagem. A contribuição para formação se dá através da construção de um olhar integral sobre os usuários em um território de vulnerabilidade social que aglomera inúmeras demandas clínicas e de atenção psicossocial decorrentes de sofrimentos pelas experiências de perdas vivenciadas na tragédia. Pretende-se publicizar os resultados desta proposta de formação a fim de qualificar o percurso formativo e a assistência prestada. A relevância está nos benefícios que este pode trazer para o repensar da formação médica e garantir a qualidade dos serviços prestados a esta população.


Keywords


Desastre. Formação Profissional. Saúde Coletiva. Saúde Mental.

References


AGRELI, H., PEDUZZI, M e SILVA, M.C., Atenção Centrada no Paciente na Prática Interprofissional Colaborativa, Interface. .Botucatu, 2016, v. 20, n.59, p905-916.

EMERICH, B. F., ONOCKO-CAMPOS, R, O. Formação para o Trabalho em Saúde Mental: Reflexões a Partir das Concepções de Sujeito, Coletivo e Instituição. Interface - Botucatu, 2019

ROCHA, T. e LOYOLA, C. (orgs) Cuidando do Futuro - Redução da Mortalidade Materna e Infantil no Maranhão, Introdução. Belo Horizonte, 2012 Rev. Bras. Enferm. vol.71 supl.3 2018.

SCHIMIDT, M.B., FIGUEIREDO, A.C : Acesso, Acolhimento e Acompanhamento: Três Desafios para Cotidiano da Clínica em Saúde Mental, em Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, São Paulo, v. 12,n. 1, p 130-140, março 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-133

Refbacks

  • There are currently no refbacks.