A ocupação territorial da Amazônia e do sudeste Paraense: Políticas e projetos de desenvolvimento, reforma agrária e impactos socioambientais / The territorial occupation of the Amazon and southeast Paraense: Policies and projects for development, agrarian reform and socio-environmental impacts

Nathália Karoline Feitosa dos Santos, Andréa Hentz de Mello, Jeronimo da Silva e Silva, Érika Vivianne Nascimento Araújo, Ismael Alves Amorim, Thais Esllem Silva Matos, Jordanio Silva Santos, Anastacia Pavão Oliveira

Abstract


Esta pesquisa teve como objetivo compreender a ocupação territorial da Amazônia, especialmente do Sudeste Paraense, tendo como base as políticas e os projetos de desenvolvimento pensados para a região. A metodologia utilizada, abordou as políticas públicas e os grandes projetos desenvolvimentistas, a partir de uma análise geral e conjuntural da Amazônia, que teve sua colonização baseada no simples crescimento econômico, sem uma preocupação com as causas ambientais e sociais. Assim, a partir da década de 70, a Amazônia tornou-se foco das políticas do Estado, principalmente no que tange a sua colonização e na implantação de atividades econômicas que garantissem o desenvolvimento da região e a sua integração ao restante do país. É nesse contexto mencionado que se encontram os projetos de assentamento de reforma agrária estabelecidos na Amazônia. Criados como estratégias de colonização e integração do espaço rural à economia interno-externa. Tendo como base todo esse processo histórico, entende-se que é necessário a formulação de políticas e estratégias para a Amazônia que impliquem em reflexões acerca das questões da regionalização e do desenvolvimento socioeconômico e ambiental, levando-se em consideração as especificidades e peculiaridades regionais, na busca constante do equilíbrio, entre o uso dos recursos naturais e a conversão produtiva dos ecossistemas regionais.

 

 


Keywords


Colonização, Fluxo de migração, Políticas Públicas, Transamazônica.

References


ALENCAR, I. C. Produção do espaço agrário na Amazônia: Uma Interpretação geográfica do desmatamento no Projeto de Assentamento Bom Jardim, Pacajá – Pará. 2017. 124 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Pará, Belém – PA, 2017.

ALENCAR, A.; PEREIRA, C. CASTRO I.; CARDOSO, A., SOUZA L., COSTA, R., BENTES, A. J., STELLA, O., AZEVEDO, A., GOMES, J., NOVAES, R. 2016. Desmatamento nos Assentamentos da Amazônia: Histórico, Tendências e Oportunidades. IPAM, Brasília, DF, 93p.

BECKER, B. K.; EGLER, A. G. Detalhamento da Metodologia para Execução do Zoneamento Ecológico-Econômico pelos Estados da Amazônia Legal. Separata. Secretaria de Coordenação da Amazônia e secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. 1997, 43 p.

BERGAMASCO, S. M.; NORDER, L. A. C. O que são assentamentos rurais. São Paulo: Brasiliense, 1996.

BEZERRA, N. R. C. A Amazônia e os novos paradigmas de desenvolvimento rural: uma breve reflexão teórica. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 6, n. 2, 2011.

BUARQUE, Sérgio C. Padrões Tecnológicos e Formas de Ocupação da Fronteira. In: CASTRO, Edna; et al. Organizadoras Industrialização e Grandes Projetos: Desorganização e Reorganização do Espaço. Belém: Gráfica e Editora da UFPA, 1995.410 p.

COSTA, K. S. Apontamentos sobre a formação histórica da Amazônia: Uma abordagem continental. Série Estudos e Ensaios / Ciências Sociais / FLACSO-Brasil - junho /2009.

DE ZEN, S.; MENEZES, S.M.; CARVALHO, T.B. Perspectivas de consumo de carne bovina no Brasil. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Piracicaba. Anais... Acre: SOBER, 2008.

EMMI, M. F.; MARIN, R. A Crise e rearticulação das oligarquias no Pará. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, n. 40, p. 51-68, 1996.

FEARNSIDE, P. M. Desmatamento na Amazônia brasileira: história, índices e consequências. Megadiversidade, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 113-123, 2005.

FURTADO, Celso. Teoria e Política do Desenvolvimento Econômico. 4ª edição. São Paulo: Editora Nacional, 1971.

GEOAMAZÔNIA. Perspectivas do meio ambiente na Amazônia. PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. OTCA - Organização do Tratado de Cooperação Amazônica. Universidad del Pacífico. ISBN: 978-92-807-2947-4, 2008.

HÉBETTE, J. Cruzando a fronteira: 30 anos de estudo do campesinato na Amazônia. V. 1. Editora EDUFPA, Belém, 2004.

INCRA - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Superintendência Regional Pará / Marabá - SR 27: Assentamentos - Informações Gerais. 2017. Disponível em: http://painel.incra.gov.br/sistemas/index.php. Acesso em: 29 de novembro de 2018.

INPE/PRODES - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais/Projeto de Monitoramento da Floresta Amazônica por Satélite. Taxas anuais de desmatamento na Amazônia Legal Brasileira. 2018. Disponível em: http://www.obt.inpe.br/prodes/dashboard/prodes-rates.html

LE TOURNEAU, F. M.; M. BURSZTYN, M. Assentamentos rurais na Amazônia: Contradições entre a política agrária e a política ambiental. Ambiente & Sociedade, Campinas v. XIII, n. 1p. 111-130. jan.-jun. 2010.

MACEDO, R, A. Uso de geotecnologias na identificação e mapeamento dos atores do desmatamento na frente pioneira de São Félix do Xingu – PA. 2009. 111 f. Dissertação (Mestrado em Agriculturas Amazônicas). Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Universidade Federal do Pará, Belém, 2009.

MACIEL, R. C. G.; LIMA JÚNIOR, F. B.; SILVA, F. A. S.; BRITO, A. P. D.; CAVALCANTE FILHO, P. G.; PENHA, D. L. B. Inovação, reforma agrária e agricultura familiar: O caso da produção de palmito no Projeto de Desenvolvimento Sustentável Bonal. Cadernos de Ciência & Tecnologia, Brasília, v. 31, n. 3, p. 493-522, set./dez. 2014.

MICHELOTTI, F. Luta pela Terra e Assentamentos no Sudeste do Pará. Trabalho apresentado no 3º Encontro da Rede de Estudos Rurais, realizado entre os dias 09 e 12 de setembro, Campina Grande - PB, Brasil, 2010.

MMA – Ministério do Meio Ambiente. Brasil. Presidência da República. Plano Amazônia Sustentável: diretrizes para o desenvolvimento sustentável da Amazônia Brasileira. Brasília: MMA, 2008. 112 p.: il. color.; 28 cm

MONTEIRO, M. A; COELHO, M. C. N. As políticas federais e reconfigurações espaciais na Amazônia. Novos Cadernos NAEA, Belém, v. 7, n. 1, p. 91-122, jun. 2004.

OLIVEIRA, M. ARAUJO, C. S. A Amazônia e os novos paradigmas. Agricultores familiares e as políticas públicas: o papel do observatório regional de Marabá. In: SIMÕES, A. Coleta amazônica: iniciativas em pesquisa, formação e apoio ao desenvolvimento rural sustentável na Amazônia. Belém: Alves Ed., 2003.p-111-122.

OLIVEIRA, M. G de C.; PEREIRA, R. M. Importância da mecanização na agricultura familiar brasileira. 2010.

PEREIRA, A. R. A COLONIZAÇÃO NA TRANSAMAZÔNICA DURANTE O GOVERNO DE EMÍLIO GARRASTAZU MÉDICI. ISSN on-line: 1982-9949 Doi: 10.17058/rea.v23i2.6369. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v.23, n.2, p.54-77, jul./out.2015.

REZENDE, T. V. F. D. A conquista e a ocupação da Amazônia brasileira no período colonial: a definição das fronteiras. (Tese de Doutorado) 2006. Universidade de São Paulo. Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. São Paulo, 2006.

RODRIGUES, R. Uma discussão nomenclatural das formações ciliares. In: R.R. RODRIGUES & H.F. LEITÃO FILHO. Matas ciliares: conservação e recuperação. São Paulo, EDUSP. p. 91-99, 2004.

SANTOS, V. M. A Economia do Sudeste Paraense: Evidências das transformações estruturais. Desenvolvimento Regional no Brasil: políticas, estratégias e perspectivas. IPEA (Instituto de Pesquisa Aplicada). 2017. Disponível em em: http://www.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/livros/livros/20170213_livro_desenvolvimento regional_cap4.pdf

SAUER, S (Ed.). Violação dos direitos humanos na Amazônia: conflito e violência na fronteira paraense. Goiânia: CPT; Rio de Janeiro: Justiça Global; Curitiba: Terra de Direitos, 2005. 170 p.

SCHMINK, M; WOOD, C. H. (eds) (1992) Contested Frontiers in the Amazon, New York: Columbia University Press.

SILVA FILHO, E. G. A Amazônia e o plano de integração nacional: os projetos de expansão e o avanço do capital nas sociedades tradicionais. Revista Tempo Amazônico - ISSN 2357-7274| V. 3 | N.2 | jan-jun de 2016| p. 136-152.

VIEIRA, I.F; SANTOS, R.A.O ; TOLEDO, J.M.T.Dinâmicas produtivas, transformações no uso da terra e sustentabilidade na Amazônia.2014.Disponível em:




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-132

Refbacks

  • There are currently no refbacks.