Concreto permeável: análise de desempenho voltada para pavimentação, a fim de combater inundações em centros urbanos / Permeable concrete: performance analysis focused on paving, in order to combat flooding in urban centers

Daysa Carolina Mendes Botelho, Ricardo Alberto Barros Aguado

Abstract


O concreto permeável é um tipo de material que permite que haja a percolação das águas através de toda a sua extensão ou através das suas juntas. Ao mesmo tempo em que a água é percolada, deve-se manter os padrões de qualidade estabelecidos pela ABNT NBR 16416(2015), que objetiva regularizar todos os processos e requisitos dos pisos revestidos em concreto poroso. Além disso, deve-se seguir as recomendações estabelecidas pela ACI211.3R-02 (2009) para os métodos de dosagem, possibilitando a obtenção de traços adequados. Este estudo possui duas variáveis básicas e primordiais, sendo estas: o teor de agregados (m) e a relação água/cimento (a/c). Nos métodos de dosagem, essas duas premissas foram estudadas afim de garantir a melhor relação entre ambas, com o intuito de atingir o objetivo final, a relação permeabilidade/resistência. Justifica-se por ser uma tecnologia que surge como combate as inundações trazidas com o processo de urbanização das cidades.Diante do exposto, esse trabalho objetiva desenvolver um estudo experimental, onde o foco é analisar o desempenho do concreto permeável, buscando comprovar que pode ser uma alternativa eficaz no combate a enchentes. Parte de uma pesquisa bibliográfica com a revisãopor meio de livros, artigos, trabalhos monográficos e normas. Os resultados obtidos, apresentaram resistências abaixo de 10 MPa aos 28 dias. Porém, estão dentro da normalidade mencionada pela ACI 522R:06 (2006), com concretos permeáveis variando de 2,8 a 28 Mpa.Já em relação aos ensaios de permeabilidade, notou-se que o concreto poroso atingiu os aspectos esperados, percolando com êxito a água precipitada em curto período de tempo.

 


Keywords


Concreto Poroso. Permeabilidade. Inundações.

References


AMERICAN CONCRETE INSTITUTE COMMITTEE. ACI 522R-06: Pervious Concrete. Michigan, 2006.

________. ACI 211.3R-02: Guide for Selecting Proportions for No-Slump Concreto, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5738: Concreto – Procedimento para moldagem e cura dos corpos de prova. Rio de Janeiro, 2015.

________. NBR 16416:Pavimentos permeáveis de concreto – Requisitos e procedimentos. Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: . Acesso em: 24 ago. 2018.

________. NBR 9781: Peças de concreto para pavimentação – Especificações e métodos de ensaio. Rio de Janeiro, 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2018.

BATEZINI, R. Estudo preliminar de concretos permeáveis como revestimento de pavimentos para áreas de veículos leves. 2013. Dissertação (Mestrado em Engenharia) - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

COSTA, C. S; ALVES, E. M. A; BARBOZA, T. D. Uso de pavimentos permeáveis como medida de controle das inundações urbanas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Engenharia Civil) - Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo, 2011.

FONTES; A. R. M.; BARBASSA, A. P. Diagnóstico e Prognóstico da Ocupação e da Impermeabilização Urbana.Revista Brasileira de Recursos Hídricos, São Paulo, v. 8, n.2, abr/jun 2003. p. 137 – 142.

GOBBI, L. D. Urbanização Brasileira. “s.l”, 2015. Disponível em: . Acesso em: 08 set. 2019.

GONÇALVES, A. B; OLIVEIRA, R. H. Pavimentos permeáveis e sua influência sobre a drenagem. São Paulo: Escola Politécnica, 2014. 12 p. Seminários. Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental – PHA. Escola politécnica da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2014.

HOLTZ, F. et al. Aplicação de concreto permeável na drenagem de zonas urbanas. In:53° CONGRESSO BRASILEIRO DO CONCRETO. IBRACON 2011. Anais... Santa Catarina, 2011. 138 p.

HÖLTZ, F. C. Uso de concreto permeável na drenagem urbana: Análise da viabilidade técnica e do impacto ambiental. 2011. Dissertação (Mestrado em Engenharia) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Áreas urbanizadas do Brasil. Série de Relatórios Metodológicos. Vol. 44. Rio de Janeiro, 2017.

LIAN,C.; ZHUGE, Y. Optimum mix design of enhanced permeable concrete – An

experimental investigation. Construction and Building Materials.Composites: v. 24,

p. 2664–2671, 2010.

MONTEIRO, A. C. N. Conreto Poroso: Dosagem e Desempenho. Goiânia, 2010.

MÜLLER, M. Z. Técnica compensatória de drenagem urbana: Um estudo sobre pavimento de concreto permeável.Santa Catarina, 2017.

OLIVEIRA, T. D. et al. Prevenção de enchentes urbanas: uma alternativa sustentável através do uso do concreto permeável. In: XXII Jornada de Pesquisa. Unijuí – Anais. 2017.

RIBEIRO, A. Concreto permeável com agregados reciclados de resíduos de isoladores elétricos de porcelana. Caxias do Sul, 2014.

SUZUKI, C. Y; AZEVEDO, A. M; JÚNIOR, F. I. K. Drenagem subsuperficial de pavimentos: Conceitos e dimensionamento.São Paulo: Oficina de Textos, 2013. 240 p.

TUCCI, C.E.M. Plano diretor de drenagem urbana: Princípios e concepção.Porto Alegre, 1997. Revista Brasileira de Recursos Hídricos. Porto Alegre, v.2, n.2, p.5-12, Jul/Dez.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-122

Refbacks

  • There are currently no refbacks.