A utilização de sensoriamento remoto para visualização de possíveis áreas desertificadas nos municípios de Cajazeiras e Coremas, PB / Use of remote sensing to view possible desertified areas in the municipalities of Cajazeiras and Coremas, PB

José Diogenes Alves Pereira, Andréa Karla Gouveia Cavalcanti, André Lucena Pires, Olávio Rocha Neto, José Valderisso Alfredo de Carvalho, Leônidas Canuto dos Santos, Micaela Silva Coelho, Pedro Francisco do Nascimento Sousa

Abstract


O objetivo principal deste estudo foi avaliar as condições de vegetação e temperatura da superfície terrestre de Cajazeiras e Coremas para identificar áreas possíveis no processo de desertificação usando sensoriamento remoto e software livre Qgis Versão 3.4.15. Foi constatado que Cajazeiras foi na cidade que apresentou uma maior quantidade de áreas propícias a desertificação e que nos dois municípios possíveis atividades endemicamente a aquelas localidades que sofreram degradação possível de desertificar-las. De todo o modo de metodologia utilizada foi satisfatório para os focos de desertificação.


Keywords


Desertificação, vegetação e Temperatura da Superfície Terrestre

References


ALMEIDA, A. J. P.; GUIMARÃES JUNIOR, S. A. M.; FERREIRA NETO, J. V.; Relação entre índice de vegetação e a temperatura de superfície na estimativa e identificação das ilhas de calor na cidade de Maceió-AL. In: XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto – SBSR. Anais... João Pessoa-PB, p. 2047-2054, 2015.

BEZERRA, P. E. S.; MORAES, E. T. I.; SOARES, I. R. C. Análise da temperatura de superfície e do índice de vegetação no município de Belém na identificação de ilhas de calor. Revista Brasileira de Cartografia, v. 70, n. 3, p. 803-818, 2018.

COELHO, André Luiz Nascentes; CORREA, Wesley de Souza Campos. Temperatura de Superfície Celsius do Sensor TIRS/Landsat-8: metodologia e aplicações. Revista Geográfica Acadêmica, v. 7, n. 1, p. 31-45, 2013.

COSTA, T. et al. Mapeamento da Fitomassa da Caatinga do Núcleo de Desertificação do Seridó, pelo Índice de Área de Planta (IAP) e o Índice de Vegetação da Diferença Normalizada (NDVI), obtido com dados do Sensor Landsat 7 TM. X Simpósio Brasileiro De Sensoriamento Remoto, Foz do Iguaçu, p. 1563-1573, 2001.

COSTA, A. L. DO, DINÂMICA DO USO E. OCUPAÇÃO; DE, SOLO NO MUNICÍPIO; REMOTO, ARCOVERDE–PE USANDO SENSORIAMENTO. ALLYSSON LYRA COSTA. Dissertação. 2019.

CUNHA, A. P. M. A.; ALVALÁ, R. C. S.; OLIVEIRA, G. S. Impactos das mudanças de cobertura vegetal nos processos de superfície na região semiárida do Brasil. Revista Brasileira de Meteorologia, v. 28, n. 2, p. 139-152, 2013.

FRANCISCO, P. R. M.; MEDEIROS, R. M.; SANTOS, D.; MATOS, R. M. Classificação Climática de Köppen e Thornthwaite para o Estado da Paraíba. Revista Brasileira de Geografia Física, v. 08, n. 04, p. 1006-1016, 2015.

GUILHERME, A. P.; MOTA, A. B. S.; MOTA, D. S.; MACHADO, N. G.; BIUDES, M. S. Uso de índice de vegetação para caracterizar a mudança no uso do solo em Coari-AM. Soc. & Nat., Uberlândia, v. 28, n. 2, p. 301-310, 2016.

IBGE CIDADES – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: . Acesso: Jan de 2020.

IBGE CIDADES – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pb/coremas/panorama>. Acesso: Jan de 2020.

NASCIMENTO, Sheylla Patrícia Gomes et al. Impactos ambientais da produção vegetal no processo de desertificação do semiárido alagoano: o caso de Ouro Branco-AL. Revista Ciência Agrícola, v. 16, p. 31-35, 2018.

NUNES, J. F.; ROIG, H. L. Análise e mapeamento do uso e ocupação do solo da bacia do alto do descoberto, DF/GO, por meio de classificação automática baseada em regras e lógica nebulosa. Revista Árvore, Viçosa-MG, v. 39, n. 1, p. 25-36, 2015.

SANTOS, Élder Guedes et al. Análise de parâmetros ambientais no núcleo de desertificação de Irauçuba-CE usando imagens de satélite. 2014.

SANTOS, Francílio de Amorim; DE AQUINO, Cláudia Maria Sabóia. Panorama da desertificação no Nordeste do Brasil: características e suscetibilidades. InterEspaço: Revista de Geografia e Interdisciplinaridade, v. 2, n. 7, p. 144-161, 2017.

Senso 2010 – IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em:< https://censo2010.ibge.gov.br/>. Acesso em: mar 2020.

SILVA JUNIOR, V. F.; FIGUEREDO NETO, A. G. Análise de correlação e regressão entre dados de NDVI e TST para instalação de granjas na cidade de Presidente Dutra-MA, utilizando imagens do LANDSAT-8. In: XXVII Congresso Brasileiro de Cartografia e XXVI Exposicarta. 2017.

SILVA, V. N.; SOUTO, L. S.; DUTRA FILHO, J. A.; SOUZA, T. M. A.; BORGES, C. H. A. Deposição de serapilheira em uma área de caatinga preservada no semiárido da Paraíba, Brasil. Revista Verde, Pombal, v. 10, n. 2, p. 21-25, 2015.

USGS – Serviço Geológico Norte Americano 2020. Aquisição de imagem digitais gratuitas do satélite LandSat 8. Data da passagem 16/11/2019. EUA. Acesso em: Jan/2020. Disponível em:




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-101

Refbacks

  • There are currently no refbacks.