Caracterização qualitativa e quantitativa da população do ictioplâncton em macro e micro escalas temporal na zona de arrebentação da praia de Pontal Do Sul - Paraná / Qualitative and quantitative characterization of the ictioplancton population in macro and micro temporal scales in the Pontal Do Sul beach surrounding area - Paraná

Marina Cardoso Lima, Marco Fábio Maia Corrêa

Abstract


O ictioplâncton corresponde às primeiras fases da vida do peixe e é considerada fase de recrutamento. É de extrema importância por fornecer informações sobre a ecologia das espécies bem como permitir a predição do futuro recurso pesqueiro. O estudo que segue foi iniciado em 2010, com duas campanhas amostrais – verão e primavera – ambas com duração de 48 horas, totalizando a coleta de 162 amostras distribuídas em 11 períodos. A amostragem foi realizada com rede de arrasto cilindro-cônica abrangendo a coluna d’água em profundidade de aproximadamente 1,2 metros e o fundo com auxílio de uma rede de epibentos. Foram capturados 3434 ovos e 785 larvas. O processamento das amostras permitiu confirmar uma razão de captura sazonal, no verão significativa e 2 vezes maior para ovos e 1,7 não significativa para larvas. A razão de captura das densidades por profundidade não foi significativa de modo a confirmar que a migração vertical nictimeral não é um comportamento do ictioplâncton analisado.  Foram identificadas 7 ordens e 13 famílias. Detectou-se a predominância de indivíduos da família Gobiidae seguida por Sciaenidae e Gerreidae. Este estudo detectou a primeira incidência de indivíduos do ictioplâncton das famílias: Belonidae, Hemeramphidae e Ophichthidae. Estação, horário e profundidade são os fatores cujas variâncias foram testadas a fim de descrever e caracterizar o comportamento das larvas.


Keywords


ictioplâncton, Pontal do Sul, variação nictemeral, zooplâncton

References


ANGULO R. J.; “Geologia da Planície Costeira do Estado do Paraná.” Inst. de Geociências, Universidade de São Paulo, São Paulo, Tese de Doutorado, p. 334, 1992

ANGULO R.J. & ARAÚJO A.D.; “Classificação da costa paranaense com base na sua dinâmica, como subsídio à ocupação da orla litorânea.” Boletim Paranaense de Geociências. Curitiba, v.44 p. 7-17. 1996

BARLETTA-BERGAN, A.; BARLETTA, M.; SAINT-PAUL, U. “Structure and Seasonal

Dynamics of Larval Fish in the Caeté River Estuary in North Brazil”, Estuarine, Coastal and Shelf Science - Elsevier Science Ltd v. 54, v. 193–206. 2002

BIGARELLA, J. J.; “Contribuição ao estudo da planície litorânea do Estado do Paraná.” Arq. Biol. Tecn., Curitiba, v.1. p. 75-11, 1946

BIGARELLA, J. J. “A serra do mar e a porção oriental do Estado do Paraná: um problema de segurança ambiental e nacional; contribuição à geografia, geologia e ecologia regional.” Curitiba, Secretaria de Estado de Planejamento do Paraná, Associação de Defesa e Educação Ambiental. p. 248, 1978

BIGARELLA, J. J.; “Contribuição ao Estudo da Planície Litorânea do Estado do Paraná”. Braz. arch. biol. technol., Curitiba, 2001 . Disponível em

Acessado em 10 junho de 2014 http://dx.doi.org/10.1590/S1516-89132001000500005.

BORDIN, D. ; COSTA, M. D. P. ; FRISANCO, D. ; DUARTE, L. N. ; SOUZA-

CONCEIÇÃO, J. M. ; SPACH, H. L. . “Estágios iniciais do ciclo de vida de Gerreidae ocorrentes em duas praias estuarinas do litoral de Santa Catarina (baía da Babitonga, São Francisco do Sul)”. VIII Congresso de Ecologia do Brasil, 2007, Caxambu -MG. Editora da USP, v. 1. 2007

BUSOLI, R. O.; MUELBERT, J. H. “Ictioplâncton da zona de arrebentação das praias arenosas do rio Grande, R.S., Brasil”. Resumos expand., VII COLACMAR, Santos, SP. p.122-124, 1997

BUSOLI, R. O.; MUELBERT, J. H. Composição taxônomica e distribuição do ictioplâncton na zona de arrebentação da praia do Cassino (32°10´S,52°20´W). Atlântica, v. 21, p. 19-351, 1999

CASTELLO, J. P.; A anchoita Engraulis anchoita (Engraulididae, Teleosteii) no sul do Brasil. Análise/Refinamento dos Dados Pretéritos Sobre Prospecção Pesqueira Haimovici, M. Exclusiva MMA - REVIZEE. Anexo 2, Volume 31. p 61 (no year).

DA SILVA, E.M.A.; “Composição e Variação Nictimeral do Ictioplânton no Estuário do Rio Amazonas” Dissertação apresentada ao Curso de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Pará, Belém, 2008

DE FELIPE, F. P. “Variação Nictemeral de Misídeos (CRUSTACEA, PERACARIDA) Zona de Arrebentação da praia de Pontal do Sul – PR”, Monografia de conclusão

de curso de graduação em Oceanografia. Centro de Estudos do Mar, UFPR, Pontal do Paraná - PR, p 52, 2010.

FAHAY, MICHAEL P. “Early stages of fishes in the Western North Atlantic Ocean. Acipenseriformes through Syngnathiformes. Nothwest Atlantic Fisheries, Dartmouth, v.1, 931p. 2007a.

FAHAY, MICHAEL P. “Early stages of fishes in the Western North Atlantic Ocean. Scropaeniformes through Tetraodontiformes. Nothwest Atlantic Fisheries, Dartmouth, v.2, p. 932-1693. 2007b.

FRANCO, B.C.; MUELBERT, J.H. “Distribuição e composição do ictioplâncton na quebra de plataforma do sul do Brasil.” Atlântica, Rio Grande, v. 25, n. 1, p. 75-86, 2003.

FRANCO, B. C.; MUELBERT J.H. & MATA M. M. "O Ictioplâncton da quebra da plataforma da Região Sul do Brasil e sua relação com as condições ambientais". Série Documentos Revizee - Score Sul, 2006.

GODEFROID, R.S; Hofstaetter M. & Spach, H.L.1999 “Larval fish in the surf zone of Pontal do Sul beach,Pontal do Parana, Parana, Brazil” Revista bras. Zoo I. 16 (4), p 1005 -1011, 1999.

MACEDO-SOARES, L. C. P., “Ecologia do ictioplâncton no Arquipélago de São Pedro e São Paulo”, Relatório de Estágio Supervisionado II apresentado como requisito parcial à obtenção do Grau de Engenheiro de Aqüicultura, Florianópolis - SC p. 52, 2008.

MARTINS, G. J.; MARONE, E.; ANGULO, R. J.; NOERNBERG, M. A.; QUADROS,

C. J. L.; “Dinâmica da zona rasa de shoaling e o transporte de sedimentos na desembocadura sul do Complexo Estuarino de Paranaguá – PR”. Boletim Paranaense de Geociências, v. 54, p. 51 – 64, 2004

MARONE E. & CAMARGO R.; “Marés meteorológicas no litoral do Estado do Paraná: o evento de 18 de agosto de 1993.” Curitiba. Nerítica, v. 8 p. 73-85, 1994

MATSUURA, Y.; “Contribuição ao estudo da estrutura oceanográfica da região sudeste entre Cabo Frio (RJ) e Cabo de Santa Marta Grande (SC)”. Ciência e Cultura, v. 38, n.8, p. 1439-1450, 1986

MILLER, J.M.; I.P. REED & L.J. PlETRAFESA.; “Patterns, mechanisms, and approaches to the study of migrations of estuarine-dependent fish larvae and juveniles,” MCCLAVE; G.P. ARNOLD; J.J. DODSON & W.H. NEILL. Mechanisms of migration in fishes. New York, Plenum. v. 1. p. 209-225. 1984

MOSER, H. G. & SMITH. P. “Larval fish assemblage and oceanic boundaries.” Bull. Mar. Sci., 53(2): 283-289. 1993.

NOERNBERG M.A.; “Processos morfodinâmicos no complexo estuarino de Paranaguá – Paraná – Brasil. Um estudo a partir de dados in situ e LandSat TM.” Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Tese de Doutorado, p. 180, 2001

PINTO, N. C. T.; MAFALDA, JR., P.; MEDEIROS, C.; MOURA, G.; SOUZA, C.S.

“Distribuição de larvas de Katsuwonus pelamis (Pisces, Scombridae), em larga escala, na Zona Econômica Exclusiva do Nordeste do Brasil.” Tropical Oceanography, Recife, v. 30, n. 2, p. 119-131, 2002.

PORTOBRAS – EMPRESA DE PORTOS DO BRASIL S.A., “Campanha de

medições de ondas em Paranaguá-PR, período: 21.08.82 a 21.01.83.” Rio de Janeiro. INPH-DIDELE, p. 23, 1983

QUADROS C. J. L.; “Morfodinâmica praial associada a passagens de sistemas

frontais em duas praias arenosas do litoral paranaense.” Universidade Federal do Paraná. Curitiba, Dissertação de Mestrado, p. 83, 2002

RAMOS, S., COWEN, R.K., RÉ, P.; BORDALO, A.A. “Temporal and spatial

distributions of larval fish assemblages in the Lima estuary (Portugal).” Estuarine, Coastal and Shelf Science, v.66, p. 303-314, 2006.

RÉ, P. M. A. B., “Ictioplâncton da Região Central da Costa Portuguesa – Ecologia da postura de da fase planctônica de Sardina pilchardus (Walbaum, 1792) e de Engraulis encrasicolus (Linné,1758)”, Tese, Universidade de Lisboa, Lisboa, p. 131, 1984.

REZENDE, K. R. V.; “Dinâmica Temporal do Fitoplâncton de Zona de Arrebentação da Praia de Pontal do Sul (Paranaguá-PR)”. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, SP, Brasil, p. 1995

RIBEIRO, R. G. L. G.; “Ecologia do ictioplâncton e reprodução da anchova Engraulis encrasicolus (L.) (Pisces, Engraulidae) no estuário do Rio Mondego”. FCTUC Ciências da Vida - Teses de Doutoramento - Coimbra, ed. aut., p. 356, 1995

ROSENBERG, A.A.; “Growth of juvenile english sole, Parophrys vetufus, in estuarine and open coastal nursery areas”. Fish. Bull. v. 80, p. 245-252. 1982

SINQUE, C. KOBLITZ, S. COSTA, L. M.; “Ictioplânton do Complexo Estuarino – Baía de Paranaguá e Adjacências” Arq. Biol. Tecnol., Curitiba - PR, v. 3, p. 279-300, 1982.

SINQUE, C. “Ictioplâncton do ecossistema da Baia de Paranaguá (Paraná -Brasil)”.

Arq. Biol. Tecnol., Curitiba - PR, v. 3, p. 473-490, 1989.

SOUZA, D. P. “Composição e Variação nictemeral dos copépodes Colanoida na praia de Pontal do Sul – PR”, Monografia de conclusão de curso de graduação em Oceanografia. Centro de Estudos do Mar, UFPR,Pontal do Paraná, p. 36, 2010.

SOUZA-CONCEIÇÃO, J. M.; SPACH, H. L.; COSTA, M. D. P.; BORDIM, D.

“Variação espaço-temporal do ictioplâncton em praias estuarinas da baía da Babitonga, Santa Catarina, Brasil” Revista Biotemas, v. 26 p.129-141, 2013

VANHONI, F. & MENDONÇA, F.; “O clima do litoral do Estado do Paraná.” Revista Brasileira de Climatologia. v.3.: p. 49-63. 2008




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-091

Refbacks

  • There are currently no refbacks.