Revisão integrativa de literatura acerca dos riscos ocupacionais envolvendo a equipe de enfermagem em urgência e emergência / Integrative literature review about occupational risks involving the nursing team in emergency and emergency

Renata di Karla Diniz Aires, Juliana de Pontes Nobre, Vanusa Maria Gomes Napoleão Silva, Camila Cristina Girard Santos, Luara Campos da Silva, Beatriz Maia Vasconcelos, Sarah Fernandes de Oliveira, Ana Reiry Marques, Hannar Angelica de Melo Alverga

Abstract


Risco ocupacional é conceituado como a possibilidade de algum elemento ou situação, presente no ambiente ou mesmo no processo de trabalho, causar danos à saúde. Os riscos ocupacionais são inerentes às várias especialidades da enfermagem, entretanto, a atuação em setor específico, como no de urgência e emergência, pode contribuir para o aumento da exposição aos riscos ocupacionais, pois essa área da profissão caracteriza-se pelo atendimento imediato e inicial às vítimas de trauma ou agravos imprevistos. Este artigo teve como objetivo identificar riscos ocupacionais enfrentados pela equipe de enfermagem na urgência e emergência, através do levantamento da produção cientifica sobre o assunto no período de 2006 a 2019. Para a seleção do material, foi realizada uma busca eletrônica na base de dados Scientific Eletronic Library Online − SciELO, disponível no site da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), onde foram realizadas as buscas. A coleta de dados ocorreu no mês de fevereiro de 2020. Os resultados encontrados nessa pesquisa demonstram que ricos são os conhecimentos, atestados em estudos, acerca dos riscos biológicos e riscos acidentais, entretanto, alguns fatores de riscos são negligenciados ainda pela equipe e também pouco citados na comunidade cientifica, o que pode aumentar a incidência de acidentes de trabalho.


Keywords


Riscos ocupacionais. Enfermagem, Urgência e Emergência.

References


ALVES, S.S.M.; PASSOS, J.P.; TOCANTINS, F.R. Acidentes com perfurocortantes em trabalhadores de enfermagem: uma questão de biossegurança. Revista de enfermagem UERJ. 2009.

Brasil. Normas Regulamentadoras. Ministério do Trabalho e Emprego. Disponível em: http://trabalho.gov.br/seguranca-e-saude-no-trabalho/normatizacao/normas-regulamentadoras. Acesso em: 08/02/2017.

BULHÕES, I. Riscos do trabalho de enfermagem. 2a ed. Rio de Janeiro (Brasil): Folha Carioca; 1994.

CARDOSO, A.C.M.; FIGUEIREDO, R.M. Biological risk in nursing care provided in family health units. Revista Latino-Americana de Enfermagem. 2010.

GUIMARÃES, L.A.M.; GRUBITS, S. Série saúde mental e trabalho. Vol. II. 1a ed. São Paulo (Brasil): Casa do Psicólogo. 2004.

LOPES, A.C.S.; OLIVEIRA, A.C.; SILVA, J.T.; PAIVA, M.H.R.S. Adesão às precauções padrão pela equipe do atendimento pré-hospitalar móvel de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Caderno de Saúde Pública. 2008.

LORO, M.M.; ZEITOUNE, R.C.G.; GUIDO, L.A.; SILVA, R.M.; KOLANKIEWICZ, A.C.B. Occupational risks and health of nursing workers - seeking evidences. Journal of the fundamental care. Online. 2014. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/ article/view/308. Acesso em: 08/02/2017.

MARTINS, J.T.; BOBROFF, M.C.C.; ANDRADE, A.N.; MENEZES, G.D.O. Equipe de enfermagem de emergência: riscos ocupacionais e medidas de autoproteção. Revista de enfermagem UERJ. 2014.

OLIVEIRA, E.B.; LISBOA, M.T.L. As representações sociais do ruído pelos trabalhadores de enfermagem de um centro de terapia intensiva. Revista de enfermagem UERJ. 2007.

REZENDE, M.P.; ROBAZZI, M.L.C.C.; SÊCCO, I.A.O.; SUAZO, S.V.V. Riscos físicos e sua identificação por auxiliares de enfermagem de hospital de ensino do estado de Minas Gerais, Brasil. Revista de Enfermagem UFPE. 2009.

SANTOS, J.M.; OLIVEIRA, E.B.; MOREIRA, A.C. Estresse, fator de risco para a saúde do enfermeiro em centro de terapia intensiva. Revista de enfermagem UERJ. 2006.

SILVA, A.T.; QUEIROZ, L.A.; FREITAS, L.F.M.; FARIAS, H.T.G.;. O trabalho da enfermagem no serviço de emergência: o estresse e a satisfação. Revista Ciência ET Práxis. 2011.

SILVA, E.J.; LIMA, M.G.; MARZIALE, M.H.P. The concept of risk and its symbolic effects in accidents with sharp instruments. Revista brasileira de enfermagem. Online. 2012 Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-71672012000500014&script=sci_ arttext&tlng=pt. Acesso em: 07/11/2017.

SOERENSEN, A.A; MORIYA, T.M.; SOERENSEN, R.; ROBAZZI, M.L.C.C. Atendimento pré-hospitalar móvel: fatores de riscos ocupacionais. Revista de enfermagem UERJ. 2008.

TELLEZ, J.; RODRIGUEZ, A.; FAJARDO, Á. Contaminación por Monóxido de Carbono: un Problema de Salud Ambiental. Revista salud pública. 2006.

XELEGATI, R.; ROBAZZI, M.L.C.C.; MARZIALE, M.H.P.; HAAS, V.J. Riscos ocupacionais químicos identificados por enfermeiros que trabalham em ambiente hospitalar. Revista Latino-Americana de Enfermagem. 2006.

XELEGATI, R; ROBAZZI, M.L.C.C. Riscos químicos a que estão submetidos os trabalhadores de enfermagem: uma revisão de literatura. Revista Latino-Americana de Enfermagem. 2001.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-089

Refbacks

  • There are currently no refbacks.