Concentração de Amido em Folhas de videira: variações a partir da foto-exposição / Starch concentration in grape leaves: variations from photo exposure

Carlos Alberto Araripe, Flávio Trevisan, Cintia Carpinski, Fernando Barbosa dos Santos, Daniela Peres

Abstract


O amido é a substância orgânica produzida no final do processo da fotossíntese, ficando estocado ao longo da planta: raízes, caule, frutos, sementes e folhas. Trata-se da principal fonte de energia dos organismos vegetais e para o restante da cadeia alimentar, de forma direta ou indireta. Sendo a produção de amido diretamente relacionada à fotossíntese, qual seria o impacto sobre a produção dessa substância vital à planta e por extensão ao ciclo vital sobre a Terra, se o processo fosse limitado por períodos, curtos, médios, longos e permanentes de insolação? O presente experimento baseou-se nessa premissa de que diferentes níveis de exposição solar, trariam diferenças na produção de amido nas olhas de diferentes videiras. Assim, a partir da utilização de diferentes “sombrites” e saco plástico,  4 plantas foram monitoradas durante o período de 45 dias, registrando-se de forma qualitativa, por meio do método de revelação de amido, descrito no trabalho, o nível de produção de amido de cada uma delas. Ao final os resultados obtidos corroboraram com a expectativa de que, quanto maior a exposição solar, maior é a produção de amido nas folhas de videiras.


Keywords


Fotossíntese; Foto exposição; Concentração de amido

References


ALVES , Leonardo Augusto, et al. O EFEITO DE DIFERENTES TELAS NA FOTOSSÍNTESE E ACÚMULO DE AMIDO EM FEIJOEIRO. VII JPCT e X CIPATEC – IFSP,São Roque , 2018.

JOHNSON, Hugh. A HISTÓRIA DO VINHO. São Paulo: Cia da Letras, 1999.

PRADO, Carlos Henriique B. de A.; CASALI, Carlos A. FISIOLOGIA VEGETAL. Barueri SP: Manole, 2006.

TAIZ, Lincoln; ZEIGER, Eduardo. FISIOLOGIA VEGETAL. Porto Alegre: ARTMED,




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-070

Refbacks

  • There are currently no refbacks.