Health Communication in Basic Education - the pedagogical playfulness of educational practices for school children / Comunicação em Saúde na Educação Básica- a ludicidade pedagógica das práticas educativas com escolares de 3 a 6 anos de idade

Suzely Adas Saliba Moimaz, Julia Arruda Batista, Nemre Adas Saliba, Tânia Adas Saliba, Cléa Adas Saliba Garbin

Abstract


The objective of this study was to verify health communication methodologies aimed at children aged 3-6 years and to describe the practical experience of a health education program developed by a higher education institution for primary school children. A literature review was carried out on the communication methodologies used in the above mentioned health education programs. For the experience report, a documentary analysis was carried out on annual reports of the "Program for the Promotion of Oral Health in Basic Education Schools," that aim at providing undergraduate and graduate students with experience on methodologies through learning in real-life scenarios about educational practices in health. As well as promoting the oral health of children through playful and pedagogical activities.BBO, Lilacs, Cochrane, Scielo, and PubMed accessed articles that presented reports of health education programs with school children. Such routinely employed methodologies in health education programs are fundamental for the development of preventive-educational activities and contribute to the teaching-learning process in the school locus.


Keywords


Health Education. Health Communication. Pre-School. Dental Education.

Full Text:

PDF

References


Garbin CAS, Soares GB, Martin IM, Garbin AJI, Arcieri RM. Saúde bucal na escola: avaliação do conhecimento dos pais e da condição de saúde bucal das crianças. Revista da Faculdade de Odontologia-UPF 2016; 21(1).

Antunes LDS, Soraggi MBS, Antunes LA, Corvino MPF. Conhecimentos, práticas e atitudes de responsáveis frente à saúde bucal do pré-escolar. Odontol. clín.-cient 2008; 7(3).

Carvalho JA, Torres MTP, de Souza LSA, de Araújo-Pedrote RDS, Alves F A. Educação em saúde bucal: uma abordagem reflexiva em prol da qualidade de vida. Revista Práxis 2017; 2(3).

Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica (2008). Saúde bucal (Série A. Normas e Manuais Técnicos) (Cadernos de Atenção Básica; 17). Brasília, DF: Autor. Acedido novembro 22, 2018, em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_bucal.pdf

Lawal FB, Taiwo JO. Making a Case for Formal School-Based Oral Health Promotion: Oral Health Knowledge, Attitude and Practices of Pupils in Ibadan,Nigeria. Int Q Community Health Educ 2018;38(2):99-105.

Thwin KM, Zaitsu T, Ueno M, Kawaguchi Y. Effects of oral health education in Myanmar preschool children and guardians. J Investig Clin Dent 2018; 9(3)

Aquilante AG, Almeida BSD, Martins de Castro RF, Xavier CRG, Sales Peres SHC, Bastos JRDM. A importância da educação em saúde bucal para pré-escolares.Rev Odontol UNESP 2003;32(1), 39-45.

Gonçalves FD, Catrib AMF, Vieira NFC, Vieira LJEDS. A promoção da saúde na educação infantil. Interface-Comunicação, Saúde, Educação 2008; 12:181-192.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria da Educação Fundamental. Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, 1997a.

Fadel CB, Ferreira MD, de Souza Martins A, Secco A. Cartilha de passatempos como veículo de educação em saúde bucal. Revista Conexão UEPG 2017; 13(1):196-203.

Teixeira RR. Modelos comunicacionais e práticas de saúde. Interface-comunicação, saúde, educação 1998; 1:7-40.

Montoro T. Retratos da comunicação em saúde: desafios e perspectivas.Interface-Comunicação, Saúde, Educação 2008; 12: 445-448.

Saliba NA, Pereira AA, Moimaz SAS, Garbin CAS, Arcieri RM. Programa de educação em saúde bucal: A experiência da Faculdade de Odontologia de Araçatuba-UNESP 2003; 2(3):197-200.

Saccani R., Brizola E, Giordani AP, Bach S, Resende TDL, Almeida CS. Avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor em crianças de um bairro da periferia de Porto Alegre Scientia Medica 2007; 17(3); 130-137.

Dallabona SR,Mendes SMS. O lúdico na educação infantil: jogar, brincar, uma forma de educar. Revista de divulgação técnico-científica do ICPG 2004; 1(4):107-112.

Araújo PC, Vettore MV, Garbin CAS, Garbin AIJ, Reatto D, Arcieri RM.Promoção de Saúde Bucal: 17 anos de experiência da FOA/UNESP. Revista Eletrônica Acervo Saúde 2017; 9(2):1045-1051.

Moimaz SAS, Gomes AMP, Bordin D, Garbin CAS, Saliba NA. Extensão universitária como ferramenta geradora de ensino-aprendizagem e produtora de pesquisa.Revista Conexão UEPG 2015;11(2): 140-149

Moimaz SAS, Saliba NA, Garbin CAS, Zina LG. Atividades extramuros na ótica de egressos do curso de graduação em odontologia. Rev ABENO 2008; 8(1):23-9.

Garbin C, Garbin A, Dos Santos K, Lima D. Oral health education in schools:promoting health agents. Int J Dent Hyg 2009;7(3):212-6.

Locker D, Frosina C, Murray H, Wiebe D, Wiebe P. Identifying children with dental care needs: evaluation of a targeted schoolbased dental screening program. J Public Health Dent 2004; 64: 63–70.

Paula JS, Leite IC, Almeida AB, Ambrosano GM, Pereira AC, Mialhe FL. The influence of oral health conditions, socioeconomic status and home environment factors on school-children’s self-perception of quality of life. Health Qual Life Outcomes 2012; 10:6.

Martins MT, Sardenberg F, Abreu MH, Vale MP, Paiva SM, Pordeus IA. Factors associated with dental caries in Brazilian children: a multilevel approach. Community Dent Oral Epidemiol 2013; 42(4):289-99.

Coriolano MWL, Queiroga BAM, Ruiz LM, Lima LS. Communication in health practices: integrative literature review. Saúde Soc 2014;23(4):356-1369.

Bonanato K, Pordeus IA, Moura-Leite FR, Ramos-Jorge ML, Vale MP, Paiva SM. Oral disease and social class in a random sample of five-year-old preschool children in a Brazilian city. Oral Health Prev Dent 2010; 8:125-32

Moreira MDF, Lima da Nóbrega MM, Tabosa da Silva MI. Comunicação escrita: contribuição para a elaboração de material educativo em saúde. Revista Brasileira de Enfermagem. 2003;56(2):184-188.

Feijão A, Gimeniz MT. Ações de educação em saúde na atenção primária: revelando métodos, técnicas e bases teóricas. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste 2007;8(2):41-49.

Coscrato G, PINA JC, Mello DF. Utilização de atividades lúdicas na educação em saúde: uma revisão integrativa da literatura. Acta Paulista de Enfermagem 2010; 23(2): 257-263.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde- Departamento de Atenção Básica.Saúde da criança: acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil. [Cadernos de Atenção Básica nº11]. Brasília, 2002.

Moimaz SAS, Gomes AMP, Bordin D, Garbin CAS, Saliba NA. Extensão universitária como ferramenta geradora de ensino-aprendizagem e produtora de pesquisa. Revista Conexão UEPG 2015;11(2):140-149.

Murta AMG, do Carmo Lessa A, Santos AS, Murta NMG, Cambraia RP. Cognição, motricidade, autocuidados, linguagem e socialização no desenvolvimento de crianças em creche. Journal of Human Growth and Development 2011; 21(2): 220-229.

Schwantes de Souza R, Baumgarten A, Ceriotti RFT. Dental health education: a literature review .Revista Odonto Ciencia 2014; 29(1).

Santos KT, Pacheco AC, Garbin CAS. Educação em saúde bucal na visão de acadêmicos de Odontologia. Arquivos em Odontologia 2012; 48(2): 96-101.

COSTA DVS. Extensão universitária na promoção da saúde infantil: analisando estratégias educativas. Revista Ciência em Extensão 2015;11(1):25-31.

Khalifah AM., Celenza A. Teaching and Assessment of Dentist-Patient Communication Skills: A Systematic Review to Identify Best-Evidence Methods. Journal of dental education 2019; 83(1): 16-31.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-029

Refbacks

  • There are currently no refbacks.