A utilização do indicador natural para a aplicação de uma atividade experimental no ensino de química / The use of the natural indicator for the application of an experimental activity in chemistry teaching

Wilson Antonio da Silva, Flávio José de Abreu Moura, Palloma Joyce de Aguiar Silva, Josefa Luana da Silva Sousa, Juliana Mendes Correia

Abstract


Este trabalho foi realizado por estudantes do Curso de Licenciatura em Química do Instituto federal de Pernambuco, e desenvolvem estudos acerca da experimentação nas aulas de Química, visando a criação de problemas que permitem a contextualização e o estímulo de questionamento para uma melhor compreensão e aprendizagem. A experimentação quando utilizado para fins pedagógicos, torna-se uma ferramenta fundamental no ensino de Química, porém nem todos os professores a utiliza, seja por falta de laboratório nas escolas ou por falta de domínio do professor ao tentar relacionar a teoria e prática. Desse modo, este trabalho teve como objetivo evidenciar a importância das aulas experimentais como instrumento facilitador da aprendizagem aliando ao uso dos materiais de baixo custo. Para a obtenção dos dados que compuseram este trabalho, houve a aplicação da atividade experimental sobre ácido-base com estudantes do 1º Ano do Ensino Médio da Escola de Referência Guiomar Krause Gonçalves, localizada na cidade de Vitória de Santo Antão-PE, juntamente com a aplicação de dois questionários, com o intuito de perceber a aprendizagem de conceitos abordados na prática Experimental. A pesquisa evidenciou que somente aulas teóricas não emergem compreensão suficiente do conteúdo ministrado, e que as atividades experimentais incentivam os alunos a refletirem e argumentarem, por isso, através das intervenções feitas observou-se que o uso da Experimentação apresenta-se como uma forma didática, na qual, fornece mais elementos, argumentos, fatos, que, em conjunto com outros conhecimentos, podem ajudar na compreensão e construção de um conceito científico.


Keywords


Ácido-base, Aulas Experimentais, Ensino-aprendizagem, Teoria-Prática.

References


CARRASCOSA, J.; GIl-PÉREZ, D.; VILCHES, A. e VALDÉS, P. Papel de la actividad

experimental en la educación científica. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 23, n. 2, p. 157-181, 2006.

FERREIRA, C. R. O uso de visualizações no ensino de Química: A formação inicial do professor de Química. 2010.

GALIAZI, M. C.; Gonçalves, F. P. (2004). A natureza pedagógica da experimentação: uma pesquisa na Licenciatura em Química. Química Nova, Vol. 27, N° 2, 326-331.

HOFSTEIN, A.; LUNETTA, V. The laboratory in Science education: foundations for twenty- first century. Science Education, 88, p.28-54, 2004.

MONTEIRO, I.G.S.; Sales, E.S.; Lima, K.S. (2013). Experimentos em sala de aula: minimizando barreiras do ensino da Química. In: VII Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade, Anais do VII EDUCON, Sergipe, UFS, p, 2-3.

PINHO ALVEZ, J. Atividades experimentais: do método à prática construtivista. 2000. 312 f. Tese (Doutorado em Educação). Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2000.

SUART, R. C; MARCONDES, M. E. R. Atividades experimentais investigativas: habilidades cognitivas manifestadas por alunos do ensino médio. XIV Encontro Nacional de Ensino de Química. Curitiba, p.1-12, jul. 2008.

VALADARES, E. C. Proposta de experimentos de baixo custo centradas no aluno e na comunidade. Química Nova na Escola, n. 13, 2001.

VIANA, K. S. L. Avaliação da Experiência: uma nova perspectiva de Avaliação para o ensino das Ciências da Natureza. Recife, 2014. 202f. Tese (Ensino de Ciências e Matemática – Modalidade Física e Química) – Departamento de Educação, Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE, Recife, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n4-015

Refbacks

  • There are currently no refbacks.