Uso de dispositivos móveis como ferramenta de aprendizado: riscos e oportunidades/ Use of mobile devices as a learning tool: risks and opportunities

Adalberto Matoski, Bruno Paredes Veiga, Marly Terezinha Quadri Simões da Silva, Daniel Getulio Fernandes Ribeiro, Mauro Edson Alberti

Abstract


Devido ao desenvolvimento tecnológico, os dispositivos móveis de comunicação têm sido cada vez mais utilizados no processo de aprendizagem. O aprendizado móvel (m-Learning) com o uso do celular é continuamente estimulado, pois apresenta a possibilidade de contribuir com a apropriação de conhecimentos, que podem ser acessados durante períodos normalmente utilizados para outras atividades. Observa-se que algumas pesquisas mostram os riscos decorrentes ao uso indevido desses dispositivos e outras enfatizam sua importância. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é caracterizar o uso de dispositivos móveis como ferramenta de aprendizado.  Para a obtenção dos dados foram aplicados questionários junto a profissionais e alunos de graduação e pós-graduação. Como resultado pode-se observar que dentre as várias ferramentas utilizadas nesses dispositivos, as que se caracterizam pela velocidade e facilidade de acesso são as mais acessadas. No entanto, dificuldades como medo de roubo e atualização do aparelho inibem em parte esse tipo de acesso.

 


Keywords


aprendizagem, dispositivos móveis, tecnologia de informação.

References


Antunes, M. T. P.; Martins, E. Capital intelectual: verdades e mitos. Revista Contabilidade & Finanças, v. 13, n. 29, p. 41-54, 2002.

ASTD. Mobile Learning: Delivering Learning in a Connected World. ASTD Research Report. Retrieved November 2012 from www.astd.org/Publications/Research-Reports/2012/2012Global.

Barcelos, Gilmara E Batista, Silvia C. F. Análise do uso do celular no contexto educacional. - CINTED-UFRGS - Novas Tecnologias na Educação - v11, n 1 – julho 2013.

Bissell, A. N. (2011, July). OER and open licenses: The dual-pub solution. Retrieved from http://independent.academia.edu/AhrashBissell/Papers/778168/OER_and_open_licenses_the_dual-pub_solution.

Crompton, H. (2014). A diachronic overview of mobile learning: A shift toward student-centered pedagogies. In M. Ali & A. Tsinakos (Eds.), Increasing access through mobile learning. British Columbia, Canada: Commonwealth of Learning Press and Athabasca University.

Crowe, A. R. (2007). Learning to teach with mobile technology: A teacher educator’s journey. In M. van’t Hooft & K. Swan (Eds.), Ubiquitous computing in education (pp. 127–144). Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum Associates.

Da Glória Gohn, M. Educação não-formal, participação da sociedade civil e estruturas colegiadas nas escolas. Rio de Janeiro: Revista Ensaio-Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 14, n. 50, p. 11-25, 2006.

Dos Santos Dassoler, Maiara; Giacomazzo, G. F. Dispositivos Móveis Na Educação: Reflexões A Partir De Pesquisas No Contexto Escolar. Revista Saberes Pedagógicos, v. 3, n. 2, p. 277-303, 2019.

Gomes, M. L. R.; Costa, M. S. M. Conectados ao celular. AMAE Educando/MAGISTRA–Edição, V. 3, 2014.

Herrington, J., et al. Using mobile technologies to develop new ways of teaching and learning. University of Wollongong, 2009. 1-14.

Kukulska-Hulme, A. (2009). Practitioners as innovators: Emergent practice in personal mobile teaching, learning, work, and leisure. In M. Ally (Ed.), Mobile learning: Transforming the delivery of education and training (pp. 135–155). Edmonton, AB: Athabasca University Press.

Leite, B. S. M-Learning: o uso de dispositivos móveis como ferramenta didática no Ensino de Química. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 22, n. 3, 2014.

Looi, C; Toh, Y. Orchestrating The Flexible Mobile Learning Classroom Perspectives On Open And Distance Learning: Increasing Access through Mobile Learning, Mohamed Ally and Avgoustos Tsinakos, Editors, 2014.

Lopes, P. A; Pimenta, C. C. C. O uso do celular em sala de aula como ferramenta pedagógica: Benefícios e desafios v. 3, nº 2, julho/dezembro 2019. – Curso de Pedagogia – UNESC.

McGreal, R. (2014). Why Open Educational Resources Are Needed for Mobile Learning1. In M. Ali & A. Tsinakos (Eds.), Increasing access through mobile learning. British Columbia, Canada: Commonwealth of Learning Press and Athabasca University.

Moscardini, T. N.; Klein, A. Educação corporativa e desenvolvimento de lideranças em empresas multisite. RAC-Revista de Administração Contemporânea, v. 19, n. 1, p. 84-106, 2015.

Park, Y (2014). A Pedagogical Framework for Mobile Learning: Categorising Educational Applications of Mobile Technologies into Four Types In M. Ali & A.

Pea, R., & Maldonado, H. (2006). WILD for learning: Interacting through new computing devices anytime, anywhere. In R. K. Sawyer (Ed.), The Cambridge handbook of the learning sciences (pp. 427–441). Cambridge: Cambridge University Press.

Ramos, M. R. V. (2012). O uso de tecnologias em sala de aula. V Seminário de Estágio do Curso de Ciências Sociais do Departamento de Ciências Sociais - UEL. Londrina. 11/2012.

Traxler, J. (2009). Current state of mobile learning. In M. Ally (Ed.), Mobile learning: Transforming the delivery of education and training (pp. 9–24). Edmonton, AB: Athabasca University Press.

Tsinakos (Eds.), Increasing access through mobile learning. British Columbia, Canada: Commonwealth of Learning Press and Athabasca University.

Vavoula, G.N. (2004). KLeOS: A knowledge and learning organisation system in support of lifelong learning. Electronic, Electrical and Computer Engineering: University of Birmingham.

Walker, K. (2006). Introduction: Mapping the landscape of mobile learning. In M. Sharples (Ed.), Big issues in mobile learning: Report of a workshop by the kaleidoscope network of excellence mobile learning initiative. University of Nottingham.

Zuin, V. G.; Zuin, A. Á. S. O celular na escola e o fim pedagógico. Educação e Sociedade, v. 39, n. 143, p.419-435, jun. 2018. Acesso em 07 de novembro de 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-335