O uso de fitoterápicos e plantas medicinais em processo de redução de peso: analisando prescrições nutricionais/ The use of herbal remedies and medicinal plants as aids in weight loss processes: Analyzing nutritional prescriptions

Karoline Cova Costa, Luciana De Jesus Santos Rios, Isabella Mary Alves Reis, Sônia Carine Cova

Abstract


Introdução: A obesidade vem sendo considerada uma epidemia de proporções globais, é uma patologia prevalente em várias faixas da população, e é frequentemente associada a fatores de risco para outras morbidades, a exemplo das dislipidemias e doenças cardiovasculares. A fitoterapia e o uso de plantas medicinais têm se mostrado uma alternativa eficaz como auxiliares nos processos de redução do peso corporal. Objetivos: Analisar o perfil das prescrições nutricionais que englobe fitoterápicos e plantas medicinais utilizados como auxiliares na redução do peso corporal e verificar a eficácia e segurança dessa linha de tratamento. Métodos: A coleta de dados foi realizada na cidade de Feira de Santana, onde foram aplicados a nutricionistas questionário semi estruturado, contendo questões norteadoras previamente elencada. Resultados: De acordo com os resultados obtidos durante o presente trabalho, verificou-se que a fitoterapia e o uso de plantas medicinais comprovaram a eficácia, alcançando resultados satisfatórios em processos de redução de peso corporal. Conclusão: Salientando que o tratamento de uma patologia de origem multifatorial, sugere que a terapêutica escolhida seja a mais abrangente possível.


Keywords


Obesidade. Fitoterápicos. Plantas Medicinais. Redução de Peso.

References


ALMEIDA, C.; BARBIERI, R.L.; RIBEIRO, M.V. Espinheira-santa (Maytenusilicifolia Mart. ex Reiss.): saber de erveiros e feirantes em Pelotas (RS). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 17, n. 41, p.722-729, 2015.

ANAIS DO I SIMPLAMED – SIMPÓSIO NACIONAL DE FITOTERAPIA E SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR DA AESPI (2018). Boletim Informativo Geum. Teresina: Geum. p.43, 2019.

AREAS, T.F, MOURA, R.B. Laranja da terra: Evidências Científicas para Diferentes Aplicações Terapêuticas. Revista Fitos, v.7, n.2, p.110-118, 2012.

BARROS, A., PEREIRA, H., CAMPOS, J., MARQUES, A., VARELA, J., & SILVA, J. Heterotrophy as a tool to overcome the long and costly autotrophic scale-up process for large scale production of microalgae. Scientific Reports, v.9, n.1, p.01-07, 2019.

BRASIL, 2016. Diretrizes Brasileiras de Obesidade, ABESO.

BRASIL, 2016. Memento Fitoterápico da Farmacopeia Brasileira, Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

BRASIL, 2018. Formulário de Fitoterápicos Farmacopeia Brasileira , Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

CANSIAN, A.C. C. Efeitos da ingestão de capsinoides sobre a adiposidade corporal em ratos Wistar. Dissertação (Mestrado)- Curso de Medicina, Universidade de São Paulo Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, 2016.

CASARIN, F.; MENDES, C. E.; LOPES, T. J. Planejamento experimental do processo de secagem da amora-preta (Rubus sp.) para a produção de farinha enriquecida com compostos bioativos. Brazilian Journal Of Food Technology, v.19, p.01-08, 2016.

COSTA, V.A. Fitocosméticos a base de Centella Asiática para o tratamento da celulite. Mostra i da Farmácia- Centro Universitário Católica de Quixadá, v.3, n.1, p.1-3, 2016.

FEITOSA FILHO, J.L.; MODESTO, K.R. Alcaçuz e espinheira-santa no tratamento de gastrite. Revista de Iniciação Científica e Extensão, v.2, n.2, p.269-273, 2019.

FERREIRA, I.K.; BELLO, S.R.B.; GOMES, K.S.G. O Tratamento da Dispepsia Funcional na Atenção Primária à Saúde: Uma proposta de Fitoterapia. Revista Saúde Pública Paraná, v.1, n.1, p.116-122, 2018.

FRÁGUAS, R.M.; SIMÃO, A.A.; FARIA, P.V. Preparo e caracterização de filmes comestíveis de quitosana. Polímeros, v.25, p.48-53, 2015.

GINDRO, G.B.; VERAS, K.M. A. Benefícios do chá verde associado ao emagrecimento. Revista Científica UMC, v.3, n.3, p.01-03, 2018.

GONÇALVES, S.C.A.; IZOLANI, A.F.; IZOLANI NETO, O. Fitoterapia como auxílio no tratamento da obesidade: uma revisão sobre o chá verde. BJSCR, v.27, n.2, p.175-180, 2019.

GONÇALVES, T.S.A.; VIEIRA, E.M.; FAVETTA, P.M. Effect of commercial extract of Citrus aurantium in obese rats induced by cafeteria diet. Brazilian Journal Of Development, v.5, n.10, p.18966-18987, 2019.

GUERRA, E.S. Fitoterapia no controle e prevenção da obesidade. 2019. 15 f. Tese (Doutorado) - Curso de Cosmetologia e Estética, Universidade do Vale do Itajaí, Florianópolis, 2019.

KARAM, T.K.; DALPOSSO, L.M.; CASA, D.M. Carqueja (Baccharis trimera): utilização terapêutica e biossíntese. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.15, n.2, p.280-286, 2013.

LIMA, A.S.B.; LEITE’, I.O.; SILVA, L.A. Utilização de Uncaria tomentosa (unha de gato) como Fitoterápico. Revista Ingi- Indicação Geográfica e Inovação, v. 3, n. 1, p.279-289, 2019.

LINS, A.D.F.; OLIVEIRA, M.N.; FERNANDES, V.O. Quantificação de compostos Bioativos em Erva Cidreira (Melissa officinalis L.) e Capim Cidreira [Cymbopogon citratus (DC) Stapf.]. Gaia Scientia, v. 9, n. 1, p.17-21, 2015.

MACHADO, A.R.; GRAÇA, C.S.; ASSIS, L.M. Uma abordagem sobre caracterização e avaliação do potencial antioxidante de extratos fenólicos de microalgas Spirulina sp. LEB-18 e Chlorella pyrenoidosa. Revista de Ciências Agrárias, v.40, n.1, p.264-278, 2017.

MEDEIROS, K.A. O efeito terapêutico do cardo mariano para o tratamento de patologias hepáticas. In: VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENVELHECIMENTO HUMANO. CIEH, p. 01 – 11, 2019.

MELO, A.N.L.; LUNA, F.D.T.; FERREIRA, I.S.V. Abordagem interdisciplinar com obesos e sobrepesos na atenção primária: relato de experiência. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, v. 14, n. 2, p.853-863, 2016.

MENSORIO›, M.S.; COSTA JUNIOR, Á.L. Obesity and Coping Strategies: what is Highlighted by Litarature?. Psicologia, Saúde & Doença, v. 17, n. 3, p.468-482, 2016.

NICOLAU, I.R; SANTO, F.H.E.; DAVID, F.M. Trabalho em Equipe: em busca de um cuidado qualificado ao obeso. Revista de Enfermagem, v. 111, n. 1, p.152-159, 2017.

OLIVEIRA, A.C.B.; OLIVEIRA, A.P.; GUIMARÃES, A.L. Avaliação toxicológica pré-clínica do chá das folhas de Morus nigra L. (Moraceae). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 15, n. 2, p.244-249, 2013.

OLIVEIRA, I.C.; CORDEIRO, P.B.M.H. Os fitoterápicos como coadjuvantes no tratamento da obesidade. Cadernos Unifoa, v. 1, n. 1, p.97-104, 2017.

PACÍFICO, D.M.; ARAÚJO, T.S.L.; SOUSA, N.A.. Scientific and technological forecasting of Matricaria Recutita L. (Chamomile). Revista Gestão Inovação e Tecnologias, v. 8, n. 2, p.4339-4356, 2018.

PAGANI, C.A. Uso popular de plantas medicinais no tratamento da ansiedade. 2016. 17 f. Tese (Doutorado) - Curso de Biologia, Universidade do Planalto Catarinense - Uniplac, Lages, 2016.

PAULA, A.G.P.; LIMA, C.. Prospecção fitoquímica e interações medicamentosas do chá de 37 ervas comercializado em Pinhais-PR. Brazilian Journal Of Health Review, v.2, n.5, p.4621-4640, 2019.

REIS, V.A.R.; SILVA, M.P.R.M. A Utilização de Fitoterápicos no Tratamento da Obesidade. Revista Científica da Escola de Saúde de Goiás-RESAP, v. 1, n. 5, p.44-57, 2019.

RENDEIRO, L.C.; FERREIRA, C.R.; SOUZA, A.A.R. Consumo alimentar e adequação nutricional de adultos com obesidade. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, v.12, n.76, p.996-1008, 2018.

REOLON-COSTA, A.; GRANDO, M.F.; CRAVERO, V.P. Alcachofra (Cynara Cardunculus [var. Scolymus (l) Fiori]): alimento funcional e fonte de compostos promotores da saúde. Revista Fitos, v.10, n.4, p.526-538, 2017.

ROSA, F.M. .; MACHADO, J.T. O efeito anti-obesidade da Garcinia cambogia em humanos. Revista Fitos, v.10, n.2, p.95-219, 2016.

SANTANA, L F.; DUTRA, T.S.; SOUZA, M A. Safflower oil (Carthamus tinctorius L.) intake increases total cholesterol and ldl-cholesterol levels in an experimental model of metabolic syndrome. International Journal Of Cardiovascular Sciences, p.476-483, 2017.

SANTOS, C.D.P.; SOUZA, B.H.S.; ALMEIDA, L.M. Efeitos do alecrim (Rosmarinus Officinalis) na saúde humana: uma revisão de literatura (2017).

SANTOS, R.A.M.; MARTINS, K.M. Controle de qualidade das drogas vegetais Matricaria recutita L., Peumus boldus M. e Pimpinella anisum L., comercializadas nas Farmácias de Maringá-PR. Journal Of Biology & Pharmacy And Agricultural Management, v.15, n.04, p.466-483, 2019.

SCHLEIER, R.; QUIRINO, C.S.; RAHME, S. Erythrina mulungu – descrição botânica e indicações clínicas a partir da antroposofia. Arte Médica Ampliada, v. 36, n.4, p.162-167, 2016.

SCHULZE, B.N.; SCHULTZ, C.; ULBRICH, A.Z. Efeito da suplementação de óleo de cártamo sobre o perfil antropométrico e Lipídico de Mulheres com Excesso de Peso Praticantes de Exercício Físico. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, v. 18, n. 4, p.89-96, 2014.

SILVA, M.A.B.; MELO, L.V.L.; RIBEIRO, R.V. Levantamento etnobotânico de plantas utilizadas como anti-hiperlipidêmicas e anorexígenas pela população de Nova Xavantina-MT, Brasil. Revista Brasileira de Farmacognosia, v.20, n.4, p.549-562, 2010.

SOUSA, D.M.D.; SOUSA, M.D.; MACEDO, J.L. Fitoterápicos utilizados para perda de peso comercializados em farmácias. Research, Society And Development, v.8, n.4, p.01-15, 2019.

SOUSA, P.B.; SOUSA, P.A.A.; SOUSA, H.R. Potencial terapêutico comprovado de Erythrina velutina Wild. (Fabaceae) (mulungu): Uma Revisão da literatura. Revista Brasileira de Biodiversidade e Biotecnologia, v.1, n.1, p.01-02, 2015.

STOLF, A.M. Efeitos da Silimarina sobre a Angiogênese e Estresse Oxidativo em Camundongos Normoglicêmicos e Diabéticos. Tese (Doutorado)- Curso de Biologia, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2016.

TEIXEIRA, C.; SILVA, E.; CRUZ, M. A Eficácia da Chlorella como inibidor de apetite associada ao exercício físico e dieta balanceada alterando a composição corporal. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento - RBONE, v.11, n.2, p.423-433, 2008.

VERBINEN, A.; OLIVEIRA, V.B. A Utilização da Garcinia cambogia como coadjuvante no tratamento da obesidade. Visão Acadêmica, v.19, n.3, p.61-73, 2018.

VIEIRA, A.R.R.; VIEIRA, P.R.M. S. A utilização de Fitoterápicos no Tratamento da Obesidade. Revista Científica da Escola de Saúde de Goiás-RESAP, v.5, n.1, p.44-57, 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-252