Textos multimodais em práticas pedagógicas interdisciplinares e contextualizadas / Multimodal texts in interdisciplinary and contextualized pedagogical practices

Evandro Dias Amorim, Mirtes Ribeiro de Lira

Abstract


RESUMO

 

As transformações ocorridas na sociedade nas últimas décadas, originadas principalmente de fenômenos como a globalização e a revolução tecnológica têm imposto novas exigências e desafios à educação contemporânea no sentido de adequar o paradigma de ensino e formação, às novas demandas sociais. A diversificação e descentralização dos meios e modos de produção, aquisição e disseminação do conhecimento transformou o texto monomodal em um texto multimodal, constituído das linguagens verbal, visual, gestual e sonora e essa nova configuração demanda um tratamento diferenciado. A mudança em questão reflete diretamente nas propostas de práticas pedagógicas interdisciplinares e contextualizadas em evidência nas instituições escolares, uma vez que é por meio do texto, em suas mais distintas modalidades que os conteúdos são materializados e disseminados na prática pedagógica. Este estudo tem como objetivo, analisar o uso pertinente dos textos multimodais na prática pedagógica para uma abordagem interdisciplinar e contextualizada de conteúdos e temáticas e é fruto de uma pesquisa qualitativa e teve como método, a pesquisa de campo, realizada por meio da observação participante. O público alvo foram professores das disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Biologia e História do 3º ano do Ensino Médio. Os resultados demonstraram que em todas as aulas observadas, os professores fizeram uso de textos multimodais de diversas configurações para a abordagem de conteúdos. Todavia, as potenciais situações de contextualização e interação entre as temáticas abordadas e as de outras disciplinas, não foram evidenciadas nas aulas, seja por desconhecimento, falta de preparo ou pela concepção e crença em um ensino pautado na disciplinaridade e na especialidade. Os recursos imagético-verbais presentes nos textos multimodais utilizados como: o negrito, as aspas, os símbolos, as cores, as tabelas, os esquemas, as ilustrações, etc., que contribuem para a contextualização, desenvolvimento da criticidade e letramento dos estudantes, foram utilizados apenas como adorno e pretexto para a exploração do conteúdo verbal.

 

 


Keywords


Textos Multimodais. Práticas interdisciplinares. Contextualização.

References


BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Orientações Curriculares para o Ensino Médio – Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Secretaria de Educação Básica. Orientações curriculares para o ensino médio. Brasília: 2006.

______. Ministério da Educação. CNE/CEB. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, 2013. Disponível em:. Acesso em: Acesso em: 20 dez, 2017.

_______Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, 2002.

DANIELSSON, K. e SELANDER, S. Reading Multimodal Texts for Learning – a model for Cultivating Multimodal Literacy. 2016. In: Designs for Learning, ISSN1654-7608, Vol. 8, no 1, 25-36 p. Disponívelem:< http://www.designsforlearning.nu/articles/10.16993/dfl.72/>. Acesso em: 15 set. 2016.

DIONISIO, A. P.(org.). Multimodalidades e leituras: funcionamento cognitivo, recursos semióticos, convenções visuais. Recife: Pipa Comunicação, 2014.

FAZENDA, I. C. A. (org.). O Que é interdisciplinaridade? São Paulo: Cortez, 2008.

GOMES, A.R. Falando em imagens! O processo de produção de sentido sócio pedagógico no uso do texto imagético-verbal em atividades de ensino da Língua Portuguesa. (Doutorado) 238p.,Tese, UFBA, Salvador, 2004.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez Editora, 1994.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria de Estado da Educação. Departamento Pedagógico. (Org.). Referencias Curriculares do Estado do Rio Grande do Sul: Linguagens, Códigos e suas Tecnologia. Porto Alegre: SE/DP, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-181