Estudo comparativo de aspectos físico-químicos entre águas da microbacia do mindu e igarapés sob influência antrópica na cidade de Manaus-AM / Comparative study of physicochemical aspects between mindu microbacy waters and igarapes under anthropic influence in Manaus-AM city

Elton Alves de Souza Filho, Samara Beatriz da Silva Mendonça Alves, Renato Kennedy Ribeiro Neves, Ieda Hortêncio Batista, Carlossandro Carvalho de Albuquerque, Solange Batista Damasceno, Dênis Aguero do Nascimento

Abstract


O presente trabalho tem como objetivo avaliar parâmetros físico-químicos; de pH, condutividade elétrica, oxigênio dissolvido e nitrogênio amoniacal obtidos em análises realizadas na microbacia do igarapé do Mindu, que possui sua extensão localizada na zona urbana de Manaus. Dentre os efeitos da influência antrópica sob o córrego, tem-se verificado extensas modificações em suas características naturais da qualidade das águas nos onze pontos da nascente até a foz do igarapé selecionados para avaliação. As amostras foram coletadas no período seco e chuvoso, com análises de campo para pH, condutividade elétrica, oxigênio dissolvido, e nitrogênio amoniacal realizado em laboratório. Os resultados obtidos evidenciaram poluição e contaminação das águas nas proximidades das nascentes, e nos cursos alto, médio, e baixo foram identificados; assoreamento do leito, redução da mata ciliar, lançamentos de esgoto doméstico e efluentes industriais, além da presença de cor e odor desagradável nas águas. Os parâmetros analisados mostram que as águas das nascentes possuem características levemente ácidas, moderada condutividade elétrica, presença de nitrogênio amoniacal nas águas e alta concentração de oxigênio dissolvido. Os demais pontos analisados mostram pH de características básicas, alta condutividade elétrica, alta concentração de nitrogênio amoniacal e baixas concentrações de oxigênio dissolvido.


Keywords


Igarapé, mindu, poluição.

References


APHA. American Public Health Association. Standard methods for the examination of water and wastewater, 21st ed. Washington, 2005.

BARRONCAS, P.P. Estudo da Concentração de Metais nos Igarapés Acará, Matrinxã. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Amazonas, Manaus, Amazonas. 57pp, 1999.

CETESB. Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental. Guia Nacional de coleta e preservação de amostras: água, sedimentos, comunidades aquáticas e efluentes líquidas. São Paulo: CETESB: Brasília: ANA, 2011.

ELIAS, A.S. S; SILVA, M.S.R. Hidroquímica das Águas e Quantificação de Metais nos Sedimentos de Fundo das Bacias Hidrográficas de Área Urbana de Manaus que Deságuam no Rio Negro. Anais da Jornada de Iniciação Científica do INPA, 10. CNPq/INPA. p.402-405, 2001.

EMERSON, K., R.C. RUSSO, R.E. LUND, AND R.V, THURSTON. Aqueous ammonia equilibrium calculations: effect of pH and temperature. Journal of the Fisheries Research Board of Canada. v.32, p.2379-2383, 1975.

FERREIRA, S.J.F.; MIRANDA, S.A.F.; SILVA, C.C; MARQUES FILHO, A.O. Efeito da pressão antrópica sobre igarapés na Reserva Florestal Adolpho Ducke, área de floresta na Amazônia Central. Acta Amazônica, v.42, n.4, p.533-540, 2012.

MELO, E. G. F.; SILVA, M. S. R.; MIRANDA, S. A. F. Influência antrópica sobre águas de igarapés na cidade de Manaus-Amazonas. Caminhos de geografia, v.5, p.40-47, 2005.

PINTO, A.G.N; HORBE, A.M.C; SILVA, M.S.R; MIRANDA, S.A.F; PASCOALOTO, D; SANTOS, H.M.C. Efeitos da ação antrópica sobre a hidrogeoquímica do rio Negro na orla de Manaus/AM. Acta Amazônica, vol.39, n.3, p.627-638, 2009.

SANTOS, I.N.; HORBE, A.M.C.; SILVA, M.S.R.; MIRANDA, S.A. F. Influência de um aterro sanitário e de efluentes domésticos nas águas superficiais do rio Tarumã e afluentes-AM. Acta Amazônica, v.36, n.2, p.229-236, 2006.

SOUZA FILHO, E. A. Avaliação da Qualidade da água do Igarapé Barro Branco (Reserva Adolpho Ducke) e estudo da dissolução de sais com medição de condutividade elétrica. 57° Congresso Brasileiro de Química. Gramado-RS. 2017.

SOUZA FILHO, E.A; BATISTA, I.H; ALBUQUERQUE, C.C. Levantamiento de aspectos físico-químicos de las águas de microbacia del mindu en Manaus-Amazonas. Revista Geográfica De América Central, 2(63), pp. 341 – 367, 2019.

SPERLING, M. V. Introdução à qualidade da água e ao tratamento de esgoto. Belo Horizonte. Ed. DESA/UFMG, p. 452, 2005.

WALKER, I. Amazonian streams and small rivers. In:Tundisi, J. G., Bicudo, C. E. M., Matsumura-Tundisi, T.(Eds). Limnology in Brazil. Sociedade Brasileira de Limnologia/Academia Brasileira de Ciência. p.167-193, 1995.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-178