Estudo do Comportamento de Quatro Solos Argilosos do Munícipio de Goiânia com base na Classificação Expedita MCT/ Behavior Study of Four Clay Soils of Goiânia County based on the Expedite MCT Classification

João Carlos de Oliveira, Lucas Leandro da Cunha, Suzane Cavalcante Marques, Jordana Portilho Neves

Abstract


 Os solos lateríticos, próprios de regiões tropicais, apresentam comportamentos peculiares que não são considerados pelos Sistemas de Classificação Geotécnica dos Solos desenvolvidos países de clima temperado. Visando realizar uma identificação geotécnica para o uso em pavimentação, os estudiosos Nogami & Villibor propuseram um sistema de classificação aplicado a solos de clima tropical, a Metodologia MCT (Miniatura, Compactada, Tropical). Neste contexto, a presente pesquisa utilizou a Metodologia MCT Expedita para a classificação de quatro solos da região metropolitana de Goiânia – Goiás, a fim de realizar a sua classificação e verificar a relação entre as metodologias convencionais, Sistema Unificado de Classificação do Solo (SUCS) e Transportation Research Board (TRB), com a metodologia desenvolvida por Nogami & Villibor.


Keywords


Classificação dos Solos, Metodologia MCT Expedita, Método das Pastilhas.

References


GODOY, H. Identificação e Classificação Geotécnica de Latossolos do Estado de São Paulo pelo Método das Pastilhas MCT. 1997, 144 p. Tese de Doutorado – Instituto de Geociências. Universidade de São Paulo, São Paulo-SP, 1997.

NEVES, J.P. Aplicação da Metodologia MCT em pavimentos de baixo custo no município de Goiânia. 2018, 167 p. Trabalho de Conclusão de Curso, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Goiânia-GO, 2018.

NOGAMI, J.S; VILLIBOR, D.F. Pavimentação de Baixo Custo com Solos Lateríticos. São Paulo, SP. Ed. Villibor, 1995, 213p.

PINTO, C.S. Curso Básico de Mecânica dos Solos, em 16 aulas. 1 ed. São Paulo: Oficina de Textos, 2000. 247p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-113