Principais Técnicas de Conservação dos Alimentos / Main Food Preservation Techniques

Dayane de Melo Barros, Ana Paula Ferreira da Silva, Danielle Feijó de Moura, Sandrelli Meridiana de Fátima Ramos dos Santos Medeiros, Iago Dillion Lima Cavalcanti, José Hélio Luna da Silva, Andreza Roberta de França Leite, Jaciane Maria Soares dos Santos, Marcela de Albuquerque Melo, Juliana de Oliveira Costa, Gabriela Maria da Silva, Gerliny Bezerra de Oliveira, Tamiris Alves Rocha, Maurilia Palmeira da Costa, Ana Cláudia Barbosa da Silva Padilha, Silvio Assis de Oliveira Ferreira, Roberta Albuquerque Bento da Fonte

Abstract


A necessidade de estocagem de alimentos para utilização em um maior período de tempo é um fator determinante para o desenvolvimento de técnicas que preservem ao máximo a qualidade sensorial e nutricional dos produtos alimentícios mantendo-os seguros para o consumo. Diante disso, o objetivo do estudo foi realizar uma revisão de literatura sobre as principais técnicas de conservação dos alimentos. Utilizou-se como processo metodológico uma revisão do tipo narrativa, incluindo as bases de dados Scielo, Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), PubMed, revistas eletrônicas de saúde, além de busca manual, onde foram inseridos livros e textos presentes em manuais vinculados ao ministério da agricultura. Entre as técnicas mais empregadas, se fez necessário uma subclassificação, de acordo com os métodos empregados, sendo eles: preservação por calor, frio, secagem ou desidratação, adição de elementos, fermentação, osmose e ação de embalagens. Evidenciando-se que há uma ampla variedade de métodos e técnicas empregadas na conservação de alimentos, muitas dessas que se iniciaram de forma rústica e através da modernização, tornaram-se mais eficientes e sofisticadas.


Keywords


Alimentos, Conservação, Qualidade, Revisão narrativa, Técnicas.

References


AMORIM. H. V. Fermentação Alcoólica – Ciência e Tecnologia. Ed. Piracicaba: Fermentec, 2005.

AQUARONE, E. et al. Alimentos e Bebidas Produzidos por Fermentação.3. ed. São Paulo. Edgard Blücher Ltda.1993.

BARBOSA, C.M.D. et al. Automação de um Processo Alternativo da Pasteurização do Leite Utilizando Ação de Controle On-Off. Revista de Engenharia e Tecnologia. v. 10, n. 1, 2018. p. 41- 52.

BARUFFALDI, R.; OLIVEIRA, M.N. Fundamentos de tecnologia de Alimentos. Vol. 3 p.86, Editora Atheneu São Paulo, 1998.

CALIXTO, F.A.A. et al. Avaliação Bacteriológica da Carne de Bijupirá Fresca, Salgada e Defumada Proveniente de Cultivo da Baía de Ilha Grande, Rio de Janeiro. Bol. Inst. Pesca, São Paulo, v. 42, n.1, p.209–215, 2016.

CELESTINO, S.M.C. Princípios de secagem de alimentos. Planaltina: Embrapa cerrados, 2010.

CESAR, L. Métodos de conservação de alimentos: Uso do frio. 2008. Disponível em: http://www.agais.com/tpoa1/curso/capitulo_4_tpoa1_concervacao_frio_2008.pdf. Acesso em 16 de dez de 2019.

CUTTER, C. N. Microbial Control by Packaging: A Review. Critical Reviews in Food Science and Nutrition, v. 42, n. 2, p. 15 -161, 2002.

DIONELLO, R. G. et al. Secagem de fatias de abacaxi in natura e pré-desidratadas por imersão-impregnação: cinética e avaliação de modelos. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, v. 29, n. 1, p. 232-240, 2009.

EGEA, M. B., LOBATO, L. P. A desidratação osmótica como pré-tratamento para frutas e hortaliças. Revista do Instituto Adolfo Lutz, São Paulo, v. 73, n. 4, p. 316-24, 2014.

FELLOWS, P.J. Tecnologia do Processamento de Alimentos: princípios e práticas. São Paulo: Artmed, 2 ed., 2006.

GAVA, A. J. Princípios de tecnologia de alimentos. São Paulo: Nobel 1983.

GHANI, A. A. G., et al. Numerical Simulation of Natural Convection Heating of Canned Food by Computational Fluid Dynamics. Journal of Food Engineering, v. 41, p. 55-64, 1999.

GONÇALVES, A. A.; BLUME, A. R. Efeito da Desidratação Osmótica como Tratamento Preliminar na Secagem do Abacaxi. Estudos tecnológicos, v. 4, n. 2, 2008. p. 124-134.

HOFFMANN, A. Sistema de Produção de Vinagre. Embrapa Uva e Vinho, 2006. Disponível em: < https://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Vinagre/SistemaProducaoVinagre/index.htm>. Acesso em: 01 de janeiro 2020.

KAREL, M.; LUND, D. Protective Packaging. In: KAREL, M.; LUND, D. Physical Principles of Food Preservation. New York, Marcel Dekker, 2ª edição, cap. 12., 2003.

LENART, A. Osmo-convective drying of fruits and vegetables: technology and application. Drying Technology. v.14, n. 2, p.391-413, 1996.

LEONARDI, J. G.; AZEVEDO, B. M. Métodos de conservação de alimentos. Revista Saúde em Foco, v. 10, n. 1, 2018.

LOPES, R. L. T. Conservação de alimentos. Dossiê Tecnico. Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais: CETEC, 2007. Disponível em: http://www.respostatecnica.org.br/dossie-tecnico/downloadsDT/MjEz. Acesso em: 12 de dez de 2019.

MANTILLA, S. P. S. et al. Atmosfera modificada na conservação de alimentos, Rev. Acad. Ciênc. Agrár. Ambient., Curitiba, v. 8, n. 4, p. 437-448, 2010.

MISHRA, S.S. et al. Technological innovations in processing of fermented foods an overview. In: Fermented Foods, Part II. CRC Press, p. 21-45, 2017.

OLIVEIRA, L.N. et al. Avaliação do Índice de Soroproteína Não desnaturada como um Indicador de Tratamento Térmico para Leite Uht e Leite em Pó. Rev. Inst. Laticínios Cândido Tostes, Juiz de Fora, v. 70, n. 2, p. 78-84, 2015.

ORDÓÑEZ, J.A. Tecnologia de Alimentos: Componentes dos Alimentos e Processos. Porto Alegre: Artmed; 2005.

PAULA, I.Q.; FERREIRA, E.B. Utilização de Técnicas de Conservação de Hortaliças: Um Estudo de Caso. Revista Brasileira de Gestão e Engenharia. São Gortado, MG, n.3, p. 28- 39, 2019.

PEREZ, L. G. et al. Cinética de secagem da polpa cupuaçu (Theobroma grandiflorum) pré desidratada por imersão-impregnação. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 44, n. 1, p. 102-106, 2013.

PINTO, S.M.; MOREIRA, I,S. Formas de Uso da Radiação para Conservação dos Alimentos: Uma Abordagem Bibliográfica. Journal of Biology & Pharmacy and Agricultural Management, v. 14, n. 2, Recife, 2018.

POTTER, N. N. Food Science. New York: Academic, p.713, 1995.

RAHMAN, M. S.; RUIZ, J. F. V. Food Preservation by Freezing. In: RAHMAN, M. S. Handbook of Food Preservation. Boca Raton: CRC Press, p. 635-657, 2007.

RIZZON, L. A.; MENEGUZZO, J. Sistema de produção de vinagre. Embrapa Uva e Vinho, Bento Gonçalves. Dez. 2006. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/26037/1/Doc36.pdf. Acesso em 27 nov. 2019.

ROMERO, J. T. et al Secagem de produtos alimentícios, São José do Rio Preto: UNESP, p. 58, 1998.

ROSS, R.P.; MORGAN, S.; HILL, C. Preservation and fermentation: past, present and future. International journal of food microbiology, v. 79, n. 1-2, p. 3-16, 2002.

SILVA, A. S. Tópicos de tecnologia de alimentos. São Paulo: Varela, 630p., 2001.

SILVA JÚNIOR, E.A. Manual de controle higiênico-sanitário em alimentos. São Paulo: Varela, 475p. 2002.

SILVA, A.S.A. et al. Característica higroscópica e termodinâmica do coentro desidratado. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 2, p. 237-244, 2010a.

SILVA, J.S.; BERBERT, P. A. Colheita, secagem e armazenamento. Viçosa: Aprenda Fácil, 145p., 1999.

SILVA, V. K. L. et al. Efeito da pressão osmótica no processamento e avaliação da vida de prateleira de tomate seco. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 31, n. 1, p. 55-66, 2010c.

SILVA. J.M.; Secagem de pedaços cúbicos de goiaba em Leito de Jorro. 110f. (Tese de Doutorado), Campina Grande-PB: Universidade Federal de Campina Grande, 2010b.

SOARES, N. F. F. et al. Novos desenvolvimentos e aplicações em embalagens de alimentos. Revista Ceres, v. 56, n. 4, p. 370-378, 2009.

SOUZA, T. S. et al. Desidratação osmótica de frutículos de jaca (Artocarpus integrifolia L.): aplicação de modelos matemáticos. Acta Scientiarum Technology, Maringá, v. 31, n. 2, p. 225-230, 2009.

VASCONCELOS, M. A. D. S.; MELO FILHO, A. B. D. Conservação de alimentos. Programa Escola Técnica Aberta do Brasil (ETEC -Brasil) Recife: EDUFRPE, 130p. 2010. Disponível em: < http://proedu.rnp.br/bitstream/handle/123456789/316/Cons_Alimentos.pdf?sequence=2>. Acesso em 23 de dez de 2019.

WESCHENFELDER, S. et al. Avaliação da Rotulagem Nutricional e das Características Físico-Químicas e Microbiológicas de Diferentes Marcas de Leite Pasteurizado e Leite UHT. Boletim de Indústria Animal, v.73, n.1, p.32-38, 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-056