A utilização do jogo torre de hanói na aprendizagem de função exponencial e progressão geométrica / The use of the game tower of hanoi in learning exponential function and geometric progression

Anderson Kohut, Sebastião Romero Franco, Renata Maria Schimitz

Abstract


A presente pesquisa busca analisar a utilização do jogo Torre de Hanói no desenvolvimento de conteúdos matemáticos. Realizada com os acadêmicos do 1° ano do curso de matemática da UNICENTRO (campus Irati), aborda os conteúdos sobre função exponencial, progressão geométrica e suas aplicações. Dessa forma, pretende-se dar mais significado aos conteúdos que podem ser extraídos do jogo, assim como, proporcionar aos alunos uma forma lúdica e motivadora para o estudo dos mesmos, também motivá-los para que apliquem esse jogo em sala de aula quando forem professores. Este trabalho tem como fundamentação teórica os autores: POLYA (1978), DANTE (1998), GRANDO (1995), ANTUNES (2002), MOURA (2008), BRENELLI (2001), BORIN (1998) e D’AMBROSIO (2005). Analisando suas ideias, fica explícito que o jogo matemático é uma metodologia de ensino que facilita a aprendizagem e proporciona aos alunos a constatação, por meio de uma investigação matemática lúdica, de ideias fundamentais sobre os conteúdos a serem trabalhados. Após a aplicação do jogo foi possível constatar a assimilação dos conteúdos por parte dos alunos e que os mesmos gostaram dessa metodologia de ensino pelo fato de perceberem sua eficácia.


Keywords


FUNÇÃO EXPONENCIAL. PROGRESSÃO GEOMÉTRICA. Investigação matemática. Torre de Hanói.

References


ANTUNES, Celso. Jogos para estimulação das múltiplas inteligências. 10 ed. Petrópolis:

Vozes, 2002.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR10068: Folha de desenho - Leiaute e dimensões. Rio de Janeiro, 1987.

BORIN, J. Jogos e resolução de problemas: uma estratégia para as aulas de matemática. 3 ed. São Paulo: IME/USP, 1998.

BRENELLI, R. P. Espaço lúdico e diagnóstico em dificuldades de aprendizagem: contribuição do jogo de regras. SISTO, F. F. (Org.) et al. Dificuldades de aprendizagem no contexto psicopedagógico. 1 ed. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2001, p. 167-189.

D’ AMBROSIO, U. Etnomatemática: elo entre as tradições e a modernidade. 2 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

DANTE, L.R. Didática da Resolução de Problemas de Matemática. 2 ed. São Paulo: Ática, 1998.

FERRERO, L. El juego y la matemática. 1 ed. Madrid: La Muralla, 1991.

GRANDO, R. C. O Jogo e suas Possibilidades Metodológicas no Processo Ensino- Aprendizagem da Matemática. 1995. 175 f. Dissertação (Mestrado em Educação, subárea: Matemática). UNICAMP, Campinas, 1995.

MACHADO, N. J. Matemática e Educação: alegorias, tecnologias e temas afins. 5 ed. São Paulo: Cortez, 1992.

MOURA, Manuel O.de. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 11 ed. São Paulo: Cortez, 2008.

POLYA, G. A arte de resolver problemas. Trad. e adapt.: Heitor Lisboa de Araújo. Rio de Janeiro: Interciência, 1978.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-041

Refbacks

  • There are currently no refbacks.