O whatsapp na escola: desafios do uso de tics na educação / Whatsapp in school: challenges of ict use in education

Caetano Bonfim Ferreira, Francisco André Silva Martins, Maria Lúcia Miranda Afonso

Abstract


O uso do Whatsapp vem ganhando cada vez mais popularidade no Brasil, principalmente entre o público adolescente, surgindo como importante fonte de comunicação e interação entre as pessoas. O objetivo deste artigo é avaliar o uso do Whatsapp visando uma educação crítica, participativa e prazerosa, qualificando os processos de aprendizado e avaliando também os riscos da utilização dessa ferramenta pelo uso inadequado ou mal planejado. O artigo propõe um olhar crítico sobre o uso do Whatsapp, por meio de uma revisão bibliográfica, realizada no SciELO e no Google Acadêmico, abordando os pros e contras da utilização do Whatsapp no processo de ensino-aprendizagem. A utilização do Whatsapp com fins educacionais tem o intuito de aproximar alunos e professores, facilitando a comunicação e diversificando as metodologias utilizadas em sala de aula e fora dela, tornando esse processo dinâmico e próximo da realidade dos adolescentes.

 


Keywords


Whatsapp; Educação; Tecnologia de Informação e Comunicação; Redes Sociais Digitais

References


BORTOLAZZO, Sandro Faccin. Nascidos na era digital: outros sujeitos, outra geração. XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino/UNICAMP. Campinas: Junqueira & Marin, 2012.

CASTELLS. M. Sociedade em Rede. Tradução: Roneide Venâncio Majer, 6° Ed. São Paulo: Paz e Terra, 2003.

CHARLOT, Bernard. Desafios da educação na contemporaneidade: reflexões de um pesquisador - Entrevista com Bernard Charlot. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 36, n. spe, p. 133-143, abr. 2010.

________________. Da relação com o saber às práticas educativas. 1° Ed. São Paulo: Cortez editora, 2013.

________________. Da Relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

________________. Os jovens e o Saber: Perspectivas Mundiais. Porto Alegre: Artimed editora, 2001.

________________. O professor na Sociedade Contemporânea: Um Trabalhador em Contradição. Revista da FAEEBA- Eduação e contemporaneidade, Salvador, v. 17, n 30, p. 17-31, jul./dez. 2008.

CANALTECH.COM. Conheça a trajetória de Jan Koum, criador do WhatsApp. 2017, disponível em:< https://corporate.canaltech.com.br/materia/personalidades/conheca-a-trajetoria-de-jankoum-criador-do-whatsapp-93972/>

CRUZ, Elisabete. Representações de alunos sobre a integração curricular das TIC no ensino básico. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 44, e157951, 2018.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por amostra em domicílios, 2018.

JACQUINOT-DELAUNAY, Geneviève. Algumas observações sobre os nativos digitais e a escola. Curitiba: Intercon, p. 167-182, Marialva Barbosa ET AL., 2009.

LIMA, Ana Lúcia D’Império; ROSENDO, Rosi. Séries finais do ensino fundamental: o papel das TIC na etapa mais desafiadora do ensino básico. In: CETIC. BR. Pesquisa sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas escolas brasileiras - TIC Educação 2013. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2014.

PLANA, Mar Gutiérrez et al. Improving learners’ reading skills through instant short messages: A sample study using WhatsApp. 4th World CALL Conference, Glasgow, 10-13 julho, 2013.

MUDLIAR, Preeti; RANGASWAMY, Nimmi. Offline Strangers, Online Friends: Bridging Classroom Gender Segregation with WhatsApp. 33rd Annual ACM Conference on Human Factors in Computing Systems, Seoul, Páginas 3799-3808, 2015.

SANTAELLA, Lucia. A aprendizagem ubíqua substituí a educação formal? ReCet PUC-SP, São Paulo, Volume II, n° 1, p. 17-22, 2010.

________________. Da cultura das Mídias à cibercultura: o advento do pós-humano. Revista FAMECOS. Porto Alegre. n° 22, dezembro de 2003.

THE LANCET (2014, 22 de março). “WhatsAppitis”. THELANCET. Volume 383, nº 9922, p. 1040, 22. Disponível em: < http://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140- 6736(14)60519-5/fulltext>

SATHLER, Luciano. Educação e Tecnologia: espaço de fortalecimento da atuação docente. In: SATHLER, Luciano; JOSGRILBERG, Fábio; AZEVEDO, Adriana Barroso de (Orgs). Educação a distância: uma trajetória colaborativa. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2008.

SCHNEIDER. Henrique Nou. A educação na contemporaneidade: Flexibilidade, comunicação e colaboração. In: Int. J. Knowl. Eng. Manage, Florianópolis, v.2, n. 2, p. 86-104, mar. /maio, 2013.

VALENTE, José. Armando. O ensino híbrido veio para ficar. In: BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. D. M. Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

ZABALA, Antonio. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: ArtMed, 1998.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n12-206

Refbacks

  • There are currently no refbacks.