Inovação no setor público: A importância e a oferta de capacitação dos gestores em áreas que promovam a atividade inovadora / Innovation in the public sector: The importance and the provision of training for managers in areas that promote innovative activ

Sylvia Bitencourt Valle Marques, Vanessa Ishikawa Rasoto, Leslie de Oliveira Bocchino

Abstract


O artigo pretende aferir a importância que os gestores de uma instituição pública de ensino superior dão à capacitação em áreas que promovam a atividade inovadora e em que mediada ela ocorre no órgão em que atuam. A fundamentação teórica aborda como temas a inovação, o empreendedorismo público e a inovação como capacidade aprendida. O estudo de caso se dá no âmbito da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR, por meio de aplicação de questionário aos gestores da Reitoria da instituição, com a finalidade de verificar se é oferecida capacitação aos gestores públicos na área que tange à inovação e o quão importante os pesquisados consideram a qualificação neste âmbito. Nas considerações finais, os resultados demonstrados na pesquisa.


Keywords


Inovação; Empreendedorismo público; Qualificação dos gestores

References


BRAZEAL, D. V.; HERBERT, T. T. The Genesis of Entrepreneurship. Entrepreneurship: Theory & Practice, v. 23, n.3, p. 29-45, 1999.

CARVALHO, H. G.; REIS, D. R.; CAVALCANTE, M. B. Gestão da inovação. Curitiba: Aymará, 2011.

CHIEH, N.; ANDRASSE, T. Intra-empreendedorismo: um estudo de caso sobre o entendimento e a aplicação dos fundamentos organizacionais associados ao termo. XXXI Encontro ENANPAD, Rio de janeiro, 22 a 26 set. 2007.

CONCEIÇÃO, Z.; BOCCHINO, L. O.; GAUTHIER, F. A. O. Propriedade Intelectual: no âmbito da cooperação. Curitiba: Ed. UTFPR, 2010.

COSTA, D. M.; BARBOSA, F.V.; SILVA, C.H.P. Empreendedorismo e inovação: o papel da educação superior nas economias mundiais.In: XI Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul. Florianópolis: IGLU, 2011. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle /123456789/32854/8.3.pdf?sequence=1. Acesso em 25.06.2013.

DA COSTA, A. M.; BARROS, D. F.; CARVALHO, J. L. F. RAC, Curitiba, v. 15, n. 2, art. 1, p. 179-197, mar./abr. 2011.

FEGER, J. E.; FISCHER, A.; NODARI, T. M.Características empreendedoras de gestores públicos municipais: uma análise comparativa entre secretários e servidores.RACE, Unoesc, v. 8, n. 2, p. 215-238, jul./dez. 2009.

FONTENELE, R. E. S. Empreendedorismo, Competitividade e Crescimento Econômico: evidências Empíricas. RAC, Curitiba, v. 14, n. 6, art. 6, pp. 1094-1112, nov.dez. 2010. Disponível em: www.carangola.br/site/downloads/baixar.php?id=187‎ . Acesso em 25.06.2013.

FRANÇA, P.G. O controle da Administração Pública: discricionariedade, tutela jurisdicional, regulação econômica e desenvolvimento. 3ª Ed. rev., atual. eampl. São Paulo: editora Revista dos Tribunais, 2011.

HASHIMOTO, M. Organizações intraempreendedoras: construindo a ponte entre clima interno e desempenho superior. Tese de Doutorado – Fundação Getúlio Vargas, Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Departamento de Administração. Orientador Prof. Doutor Tales Andreassi. Jun. 2009.

KLEIN, P.G. et al. Towards theory of public entrepreneurship. European Management Review, 7, p.1-15, 2010.

LANDES, D. S.; MOKYR, J.; BAUMOL, W. J. A origem das corporações: uma visão histórica do empreendedorismo da Mesopotâmia aos dias atuais. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2010.

MACEDO, R. B. Estudo sobre o empreendedorismo na esfera pública. Artigo enviado e aceito para apresentação no XV Congresso de Gestão de Tecnologia Latino-Iberoamericano - ALTEC 2013 ALTEC 2013. Cidade do Porto, 2013.

MACULAN, A. M. Analisando o empreendedorismo. In:EGEPE – Encontro de estudos sobre empreendedorismo e gestão de pequenas empresas. 4. 2005, Curitiba, Anais... Curitiba, 2005, p. 497-507. Disponível em: http://www.anegepe.org.br/edicoesanteriores/curitiba/[45].pdf. Acesso em 25.06.2013.

MARQUES, S. B. V.; RASOTO, V. I. O poder discricionário e a capacitação do gestor público segundo princípios que regem a Administração Pública: Um estudo de caso na Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR. ADM,set., 2012.

MIERLO, J.G.A.V. Public Entrepreneurship as Innovative Management Strategy in the Public Sector. A Public Choice-Approach. 65Th Annual Conference of the Southern Economic Association Fairmont Hotel, New Orleans, Louisiana, United States of America. November 18-20, 1995.

ORGANIZAÇÃO para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Manual de Oslo: Diretrizes para a coleta e interpretação de dados sobre inovação. 3ª ed. Paris: OCDE, 2005.

PINCHOT III, G. Intrapreneuring: por que você não precisa deixar a empresa para tornar-se um empreendedor. São Paulo: Harbra, 1989.

SCHMIDT, S.; BOHNENBERGER, M. C. Perfil Empreendedor e Desempenho Organizacional Perfil Empreendedor e Desempenho Organizacional. RAC, Curitiba, v. 13, n. 3, art. 6, p. 450-467, Jul./Ago. 2009 .

SCHUMPETER. J. A. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo econômico. 2a. edição. São Paulo: Nova Cultural, 1985. cap. 2 e 6.

SOUSA, J.C. Processo de Inovação em Abordagem Multidisciplinar. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional. Vol 4, n. 2, mai./ago, 2006.

TÁLAMO, J. R. O Processo de inovação nas Indústrias de Pequeno e Médio Porte do Estado de São Paulo. Setores de Eletrônica e Telecomunicações. Dissertação. Departamento de Engenharia de Produção. USP, 2001.

TIDD, J.; BESSANT, J.; PAVITT, K. Gestão da Inovação. Porto Alegre: Bookman, 2008, cap.2.

TINOCO, J. P. V. Empresas públicas de TIC: proposta de um modelo analítico para auxiliar a sua gestão com empreendedorismo público e alianças estratégicas. Tese de doutorado – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Departamento de Administração. Orientadora: T. Diana L. V. A. de Macedo-Soares. 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv3n3-53

Refbacks

  • There are currently no refbacks.