Calçada pública – Estudo de caso: Acessibilidade na Avenida Getúlio Vargas / Public sidewalk – Case study: Accessibility on Avenida Getúlio Vargas

Houston Kennedy da Silva Carvalho, Érika Cristina Nogueira Marques Pinheiro

Abstract


De forma qual obtenha-se maior conhecimento e clareza a respeito da acessibilidade de pessoas portadoras de deficiência, o presente trabalho através do estudo de caso na Avenida Getúlio Vargas, cidade de Manaus, tem o objetivo geral de apontar as condições da via em relação à mobilidade para Pessoas com Deficiências e, portanto, delimitando a partir dos objetivos específicos: Definir Acessibilidade; Pontuar as dificuldades que pessoas com mobilidade reduzida enfrentam todos os dias na via, e Citar as principais falhas voltadas à acessibilidade de pessoas com deficiência ao longo da via. O estudo justifica-se na necessidade de melhores estudos dentro da Engenharia Civil para proporcionar maior acessibilidade as pessoas com deficiência na cidade de Manaus. Trata-se de uma pesquisa exploratória, de dados qualitativos obtidos em pesquisa de campo. Foi realizada uma entrevista semiestruturada com pessoas portadoras de deficiência na Av. Getúlio Vargas, gerando gráficos para melhor análise dos resultados obtidos no estudo. Conclui-se que embora tenha sido criadas leis nos âmbitos federais, estaduais e municipais, é preciso maiores mudanças nos locais do estudo, tais como calçadas adequadas, corrimão de apoio paras as rampas de acesso e sinalização específica para proporcionar aos PCDs melhores condições de tráfego.


Keywords


Acessibilidade, Manaus, NBR 9050:2020, PCDs.

References


(1) AMAZONAS. Lei n° 237, de 27 de março de 2015. Dispõe sobre a obrigatoriedade de todos os empreendimentos de interesse turístico no âmbito do Estado do Amazonas a manterem adaptações e de acessibilidade às pessoas com deficiência física - PDF, e a pessoa idosa e dá outras providências. Manaus, AM, 27 de março de 2015.

(2) ______. Lei n° 241, de 27 de março de 2015. Consolida a legislação relativa à pessoa com deficiência no Estado do Amazonas, e dá outras providências. Manaus, AM, 27 de março de 2015.

(3) ASSIS, O. Q; POZZOLI. A. Pessoa Portadora de Deficiência. Direitos e Garantias. 2ª Edição. Editora Damásio de Jesus: 2005.

(4) ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 9050:2020. Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro, 2015.

(5) BARBOSA, A. S. Mobilidade urbana para pessoas com deficiência no Brasil: um estudo em blogs. In: Urbe – Revista Brasileira de Gestão Urbana. V. 08, nº. 01. Jan/abr2016.

(6) BENTES, N. Manaus: realidade e contrastes sociais. Manaus: Valer e Fapeam, 2014.

(7) BITTENCOURT, A. L. C.; SOUZA, S. M. V. Acessibilidade em Calçadas: Modelo para verificação em projetos básicos de editais de obras e serviços de engenharia pelos Tribunais de Contas. Monografia. Rio de Janeiro, nov. de 2008.

(8) BRASIL. Decreto Legislativo Nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999. Regulamenta a Lei no 7.853, de 24 de outubro de 1989, dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, consolida as normas de proteção, e dá outras providências,1999.

(9) ______. Emenda Constitucional Nº 12 de 17 de outubro de 1978. Assegura aos Deficientes a melhoria de sua condição social e econômica, Brasília, DF, 17 de outubro de 1978.

(10) ______. Lei nº 12.587/2012. Institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana; revoga dispositivos dos Decretos-Leis nos 3.326, de 3 de junho de 1941, e 5.405, de 13 de abril de 1943, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e das Leis nos 5.917, de 10 de setembro de 1973, e 6.261, de 14 de novembro de 1975; e dá outras providências. Brasília, DF, 03 de janeiro de 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 Mai de 2020.

(11) ______. Lei Nº 5.296, de 02 de dezembro de 2004. Regulamenta as Leis nos 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências, Brasília, DF, 02 de dezembro de 2004. Disponível em: . Acesso em 10 de outubro de 2017.

(12) ______. Lei Nº 10.048, de 08 de novembro de 2000. Dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e dá outras providências. Brasília, DF, 19 dez. 2000. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L10048.htm>. Acesso em: 10 Abr de 2020.

(13) ______. Lei Nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Brasília, DF, 19 dez. 2000. Disponível em:. Acesso em: 10 Abr de 2020.

(14) ______. Lei Nº 13.146, de 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (estatuto da Pessoa Com Deficiência). Brasília, DF, 06 jul. 2015.

(15) CRESPO, A. A Estatística Fácil – 17 ed. – São Paulo: Editora Saraiva, 2002.

(16) DUARTE, F.; LIBARDI, R.; SÁNCHEZ, K. Introdução a mobilidade urbana. 3 ed. Curitiba: Juruá Editora, 2011.

(17) GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1994. ______. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

(18) GRINOVER, L. A hospitalidade urbana: acessibilidade, legibilidade e identidade. Revista Hospitalidade, São Paulo, ano III, n. 2, p. 29-50, 2. Sem,2006. Disponível em: . Acessado em: 05 Mar de 2020.

(19) HELVECIO, L.; CUNHA, F. Calçada, O primeiro degrau cidadania urbana. X Seminário da Associação Nacional Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo, 30 de setembro e 01 outubro de 2013 – Universidade Anhembi Morumbi - São Paulo, 2013.

(20) INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo Demográfico 2010. Disponível em http://www.ibge.gov.br. Acesso em: 10 mai de 2020.

(21) JUNIOR, R. G; SOUZA, D. P. Mobilidade Urbana na cidade de Manaus: Estudo de caso das condições e qualidade dos espaços de circulação de pedestre Avenida Rio Negro no bairro Mauazinho. VII Jornada Internacional de Políticas Públicas. Universidade Federal do Maranhão, 2015.

(22) MANAUS. Lei n° 002 de janeiro de 2014. Plano Diretor Urbano e Ambiental do Município de Manaus. Manaus, AM, 16 jan. 2014. Disponível em: , acesso em: 10 abr de 2020.

(23) ______. Lei nº 2075, de 29 de dezembro de 2015. Institui o Plano de Mobilidade Urbana de Manaus - PLANMOB- Manaus - e estabelece as diretrizes para o acompanhamento e monitoramento de sua implementação, avaliação e revisão periódica. Manaus, AM, 29 de dezembro de 2015.

(24) MORANO, R. P; SANTIAGO, Z. M. P. Análise da acessibilidade para pessoas com deficiência visual em terminais de ônibus. In: VII Encontro Nacional de Ergonomia do Ambiente Construído / VIII Seminário Brasileiro de Acessibilidade Integral, 2018, Fortaleza. Blucher Design Proceedings. São Paulo: Blucher, 2018. v. 4. p. 1162-1173.

(25) PESSOA JÚNIOR, E. Manual de obras rodoviárias e pavimentação urbana: execução e pavimentação. São Paulo, Pini, 2014.

(26) ROZICKI, C. Deficiente e a participação nas esferas das vidas em sociedade. In: Revista Espaço Acadêmico. Ano II, n.22. Março de 2013.

(27) SERPA, A. Espaço público e acessibilidade: notas para uma abordagem geográfica. GEOUSP – Espaço e Tempo. n.15. São Paulo, 2004. p. 21-37.

(28)YABIKU, L. Pedestre: modalidade de transporte na cidade - uma visão ergonômica. Tese de doutorado. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, área de Tecnologia da Arquitetura. São Paulo, 2006.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n12-022

Refbacks

  • There are currently no refbacks.