Acesso de pessoas com autismo no mercado de trabalho / Access to the labor market for people with autism

Paulo Roberto Miranda Veras, Raimundo Márcio Mota de Castro

Abstract


O presente trabalho tem como objetivo abordar as questões que envolvem a inserção da pessoa com o Transtorno do Espectro Autista (TEA) no mercado de trabalho. Expõe ainda as características inerentes ao autismo e suas relações com o trabalho bem como suas interações sociais. A pesquisa busca demonstrar alguns programas e iniciativas que proporcionam uma formação profissional de acordo com suas características especificas respeitando a sua individualidade e facilitando assim seu engajamento e sua adaptação ao mercado de trabalho. É apresentado também dados estatísticos que apontam a inserção do autista no mercado de trabalho no Brasil na última década. É cada vez mais comum empresas de diversos seguimentos contratarem pessoas com autismo para diversas funções, e assim, entender como esse processo de contratação ocorre e como a sociedade lida com este transtorno é o que justifica este trabalho. O conteúdo aqui evidenciado só foi possível através de estudo bibliográfico, ou seja, fez-se uso de artigos, livros, revistas e materiais afins.


Keywords


Autismo, Inclusão, Mercado de Trabalho.

References


Autismo em dia: Autismo no mercado de trabalho. Disponível em: www.autismoemdia.com.br. Acesso em: 14 out. 2020.

BOULOS, apud Miranda e Fonseca. Autismo no mercado de trabalho. 2016. Acesso em: 14 out. 2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2019.

BRASIL. Lei proposta por Josué Neto prevê profissionalização para autistas, de 13 de abril de 2016.

BRASIL. Lei n. 12764, de 11 de dezembro de 1990, 27 de dezembro de 2012. Acesso em: 14 out. 2020.

BRASIL. MEC. Lei, de 20 de dezembro de 1996, 07 de janeiro de 2008. Acesso em: 14 out. 2020.

DEMO, Pedro. Educação Brasileira: qualidade e modernidade da educação superior. 13. ed. Brasília, 2º semestre de 1991. Acesso em: 14 out. 2020.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar Projetos de Pesquisa. 6. ed. São Paulo: atlas, 2019. Acesso em: 14 out. 2020.

LEOPOLDINO, C. B. Associativismo em famílias de autistas: a gênese da Associação Fortaleza Azul. Revista Contribuciones a las Ciencias Sociales. Abr-jun. 2016.

LEOPOLDINO, C. B. Inclusão de autistas no mercado de trabalho: uma nova questão de pesquisa para os brasileiros. Gestão e Sociedade, v. 9, n. 22, p. 853-868, 2015.

LEOPOLDO, C.A. Associativismo em famílias de autistas no mercado de trabalho: uma nova questão de pesquisa para os brasileiros. Gestão e Sociedade, v. 9, n. 22, 2015. Acesso em: 14 out. 2020.

MIRANDA, Fonseca. A inclusão das pessoas com deficiência no ensino superior: instituto brasileiro de direito. Disponível em: www.ibujus.com. Acesso em: 10 out. 2020

NORA, Daiane; KONS; Luiza; AMORIM; Miriam. Autismo no Ensino Superior. 2019.

OMS. OMS afirma que autismo afeta uma em cada 160 crianças no mundo. 2017.

OMS. OPAS: Brasil. 2017 ONU. Declaração dos Direitos Humanos. 1948.

ONU quer mais empregos para pessoas com autismo, de 02 de abril de 2015.2019.

ROSQVIST, H. B.; KEISU, B. Adaptation or recognition of the autistic subject? Reimagining autistic work life: deconstructing the notion of “real jobs” in the swedish autistic self-advocacy movement. Journal of Vocational Rehabilitation, v. 37, n. 3, p. 203-212, 2012.

SALGADO, A.C.L. Inserção de autistas no Mercado de trabalho brasileiro. 6ª ed. Alethes, v. 4, 2014. Acesso em: 14 out. 2020.

SENHORETO, LARYSSA BIANCA SANTOS. Brasília, 2020. A inclusão do autista no ambiente de trabalho: Direitos humanos. 2020.

SMDHPA- Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas, 2016. Acesso em 14 out 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-084

Refbacks

  • There are currently no refbacks.