Análise da resistência à punctura do cobre por ensaio padronizado de ultramicrodureza / Copper’s Puncture Resistance Analysis By Standardized ultramicrohardness Test

Denise Dantas Muniz, Normando Perazzo Barbosa, Eliandro Pereira Teles, Edvaldo Amaro Santos Correia, Letícia Dantas Muniz Alves, Eduardo Braga Costa Santos, Paulo Roberto Ribeiro Marques

Abstract


O cobre é um dos elementos de grande valor e importância na indústria, sendo aplicado devido a sua facilidade de obtenção, boa condutibilidade térmica e elétrica, além da capacidade de trabalhabilidade deste material quando em temperatura ambiente. Este trabalho tem por objetivo analisar as características superficiais do cobre quando submetido a punctura, analisando sua resistência mecânica à penetração por indentador e em função do tratamento superficial recebido. A amostra foi analisada em microscopia ótica em diversas fases durante o tratamento superficial recebido e submetido a ensaio de ultramicrodureza variando a carga aplicada em 4 valores específicos. Os resultados apontam uma melhoria significativa da amostra quando submetido a tratamento superficial de lixamento e polimento com alumina, reduzindo drasticamente as rugosidades superficiais. Observou-se que o ataque com cloreto de ferro hexahidratado proporciona uma melhor visualização dos contornos de grão a partir dos 25 segundos de imersão da superfície.


Keywords


Cobre, Ultramicrodureza, Resistência à penetração, Tratamento Superficial.

References


American Society for Test and Materials – ASTM. (2017) “Standard test method for microindentation hardness of materials”, ASTM, West Conshohocken, USA.

Brocchi, E. A. (2017) “Os metais: origens e principais processos de obtenção”, Disponível em http://www.ccead.puc-rio.br/, Rio de Janeiro.

Callister, W. D.; Rethwisch, D. G. (2012) “Ciência e engenharia de materiais: uma introdução”, 8ª edição, Tradução de S. M. S. Soares, LTC.

Colpaert, H. (2008) “Metalografia dos produtos siderúrgicos comuns”, 4ª edição revista e atualizada por A. L. V. Costa e Silva, Blucher, São Paulo.

De Lima, B. A. S. G. (2011) “Propriedades mecânicas da liga Al-Cu-Fe-B com estrutura icosaedral através da técnica de endentação instrumentada”, Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica), Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

Garcia, A.; Spim, J. A.; Dos Santos, C. A. (2012) “Ensaios dos matérias”, 2ª ed, LTC, Rio de Janeiro.

International Standardization For Oraganisation – ISO. (2015) “Metallic materials – instrumented indentation test for hardness and materials parameters – part 1: test method”, ISO, Genebra.

Mannheimer, W. A. (2002) “Microscopia dos materiais: uma introdução”, Colaboração de P. F. Schmidt, G. F. Vander Voort e D. B. Williams, Sociedade Brasileira de Microscopia e Microanálise, Rio de Janeiro.

Schon, C. G. (2013) “Mecânica dos materiais: fundamentos e tecnologia do comportamento mecânico”, Elsevier, Rio de Janeiro.

Silva Junior, S. F.; Marques, P. V. (2006) “Ensaios Não Destrutivos”, Disponível em http://www.demec.ufmg.br/, Belo Horizonte.

Smith, W. F.; Hashemi, J. (2012) “Fundamentos de Engenharia e Ciência dos Materiais”, 5ª edição, Reimpressão, Tradução de N. G. Costa, R. D. M. de Carvalho e M. L. N. M. Melo, AMGH, Porto Alegre.

Souza, S. A. (1995) “Ensaios mecânicos de materiais metálicos: fundamentos teóricos e práticos”, 5ª edição, 6ª reimpressão, Edgard Blücher Ltda, São Paulo.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-034

Refbacks

  • There are currently no refbacks.