Estratégia da saúde da família: avaliação da percepção da comunidade / Family health strategy: assessment of community perception

Walter Manso Figueiredo, Anne Marielle Camargo, Lucas Gongora Ribeiro

Abstract


Introdução: A Estratégia da Saúde da Família (ESF) surgiu com o objetivo de alterar o modelo assistencial em saúde, pressupondo o deslocamento do processo de trabalho centrado em procedimentos e profissionais para um sistema centrado no usuário, onde o cuidado desse indivíduo é o imperativo ético-político para a organização do atendimento. Dessa forma, a ESF visa remodelar a Atenção Básica no país e é considerada pelo Ministério da Saúde e outros órgãos como plano de expansão, qualificação e consolidação dos princípios, diretrizes e fundamentos do Sistema Único de Saúde. Tendo isso em vista, a pesquisa intitulada Estratégia da Saúde da Família: Avaliação da Percepção da Comunidade analisa a percepção da população atendida pela Unidade Básica de Saúde Jardim Santa Lúcia, Araraquara- SP, após a implantação da ESF em 2009, sendo realizado um levantamento a respeito da composição das equipes (médicos, enfermeiros, agentes comunitários e outros profissionais) de Saúde da Família, das relações dessas com a população adscrita, bem como uma aferição do grau de satisfação da comunidade do Jd. Santa Lúcia sobre as mudanças ocorridas na equipe médica. Materiais e Métodos: a coleta dos dados se desenvolveu no modelo de questionário, no período de agosto a outubro de 2016, na Unidade Básica de Saúde Jardim Santa Lúcia, com os moradores dessa área de abrangência. Conclusão: obteve-se um panorama a respeito de como a ESF tem se desenvolvido na cidade de Araraquara e da expectativa da população à estratégia, somada a possibilidade de fornecer a UBS informações que a possibilitarão ajustar os déficits e/ou aprimorar os acertos.


Keywords


Estratégia da Saúde da Família; Unidade Básica de Saúde; Atenção Básica; Sistema Único de Saúde; percepção; comunidade; expectativa

References


CAMPOS, G.W.S. et al. Reflexões sobre a atenção básica e a estratégia de saúde da família. In: CAMPOS, G.W.S.; GUERRERO, A.V.P. (Org.). Manual de práticas de atenção básica: saúde ampliada e compartilhada. São Paulo: Hucitec, 2008. p. 132-153. Disponível em: Acesso em: 28.fev.2016.

DALPIAZ, A. K., STEDILE, N. L. R. ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: reflexão sobre algumas premissas. Disponível em: Acesso em: 30.jan.2016.

MOTTA, P. R. Desempenho em equipes de saúde: Manual. Rio de Janeiro: FGV, 2001. Disponível em: Acesso em: 28.fev.2016.

PAIM. J.S. Saúde da família: espaço de reflexão e de contra-hegemonia. Interface. v.5, n.9, Botucatu: SP, 2001. Disponível em: Acesso em: 25.jan.2016.

ROSA, W. A. G., LABATE, R. C. Programa Saúde da Família: a construção de um novo modelo de assistência.Panamericana de Salud Publica. Washington. v.21, n. 2-3, Fev./Mar. 2007. Disponível em: Acesso em: 15.jan.2016




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv4n6-364

Refbacks

  • There are currently no refbacks.