Atividade de inteligência em assistência militar legislativa: Limites e possibilidades na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia / Intelligence activity in military legislative assistance: Limits and possibilities in the Legislative Assembly of the State of Bahia

Anilton da Silva Estevam, Josiedson Mendes Leandro, Alexandre Motta Lima, Wnilma Silva de Souza, Dajana Gabriella Nóbrega Santos da Silva

Abstract


A pesquisa analisa a atividade de inteligência na ótica do Sistema Brasileiro de Inteligência, focando na existência, ou não, deste tipo de atividade nas Assistências Militares das Assembleias Legislativas estaduais.  A metodologia proposta para a investigação é a pesquisa bibliográfica, a analise de benchmarking e a pesquisa etnográfica. O objetivo da pesquisa se propõe a analisar o cenário atual das Assistências Militares das Assembleias Legislativas dos estados e expor os benefícios decorrentes da implantação de uma Agencia de Inteligência Legislativa.


Keywords


Segurança Publica, Inteligência, Sistema Brasileiro de Inteligência, Policia Militar

References


AGÊNCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA. Composição ABIN, c2002. Página inicial. Disponível em: http://www.abin.gov.br/atuacao/sisbin/composicao/. Acesso em 30 de nov. de 2019.

ARAÚJO, A. C. M. B. O papel da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte com a política pública do sistema penitenciário: análise da comissão especial de sistema prisional. 2018. 65f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão Pública) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Centro de ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-graduação em Gestão Pública. Natal-RN. 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE RORAIMA. Transparência. Disponível em:

https://transparencia.al.rr.leg.br/wpcontent/uploads/2019/08/RESOLU%C3%87%C3%83O-LEGISLATIVA-N%C2%BA-017.17.pdf. Acesso em 30 de nov. de 2019.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Organograma da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/geral/organograma/. Acesso em 30 de nov. de 2019.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO. Organograma. Disponível em: https://www.al.mt.gov.br/institucional/estrutura-organizacional/. Acesso em 30 de nov. de 2019.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA BAHIA. Estrutura Organizacional: Organograma. Disponível em: https://www.al.ba.gov.br/estrutura-organizacional/organograma. Acesso em 30 de nov. de 2019.

BAHIA. Assembleia Legislativa. Lei nº 8.902/2003, de 18/12/2003, de 18 de dezembro de 2003. Dispõe sobre a estrutura organizacional da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia e dá outras providências. Lei nº 8.902/2003, de 18/12/2003, Salvador - BA, n. 0, p. 1, dezembro de 2003.

BAHIA. Assembleia Legislativa. Ato da Mesa Diretora n° 007/2010, de 24 de março de 2010. Adequação da estrutura organizacional da ALBA. Ato da Mesa Diretora n° 007/2010, Salvador - BA, n. 1, p. 1, mar. de 2010. Disponível em: Acesso em: 30 nov. 2019

BAHIA. Assembleia Legislativa. Constituição do Estado da Bahia 1989, de 5 de outubro de 1989. Constituição do Estado da Bahia 1989. Constituição do Estado da Bahia 1989, Salvador, n. 1, p. 1, outubro de 1989. Disponível em: Acesso em: 27 out. 2019.

BAHIA. Assembleia Legislativa. Lei nº 13.962, de 18 de maio de 2018, de 18 de maio de 2018. Dispõe sobre a criação da Polícia Legislativa da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, define competências, estabelece sua estrutura organizacional e administrativa, seus cargos, carreira e vencimentos, definindo princípios e normas de direito público que lhe são peculiares e dá outras providências. Lei nº 13.962, de 18 de maio de 2018, Salvador - BA, n. 1, p. 1, maio de 2018.

BAHIA - POLÍCIA MILITAR. Plano Estratégico da Polícia Militar da Bahia. Salvador: Departamento de Planejamento, Orçamento e Gestão (DPPG), 2017. 46p.

BAHIA – Assembleia Legislativa. Decreto nº 9.525, de 24 de agosto de 2005, Aprova o Regimento da Casa Militar do Governador. Salvador – BA, agosto de 2005.

BAHIA – Assembleia Legislativa. Decreto nº 16.956, de agosto de 2016, Modifica o Regimento da Casa Militar do Governador. Salvador – BA, agosto de 2016.

BAHIA NOTICIAS. Homem saca arma para Sanches e Câmara em invasão do plenário da AL-BA. Disponível em: Acesso em: 16 mar. 2020.

BRASIL. Decreto n° 8.793 de 29 junho de 2016, de 29 de junho de 2016. Fixa a Política Nacional de Inteligência. Brasília, n. 0, p. 1, junho de 2016. Disponível em: Acesso em: 1 dez. 2019

BRASIL. Congresso Nacional. Lei nº 9.883, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1999. de 7 de dezembro de 1999. Institui o Sistema Brasileiro de Inteligência, cria a Agência Brasileira de Inteligência - ABIN, e dá outras providências. Brasília, n. 1, p. 0, dezembro de 1999. Disponível em: Acesso em: 30 nov. 2019

BRASIL. Congresso Nacional. Constituição Federal 1988, de 5 de outubro de 1988. Constituição da República Federativa do Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil, Brasília, n. 1, p. 1, outubro de 1988. Disponível em: Acesso em: 27 out. 2019

CARVALHO, V. P. L.; GUSMÃO, C. R. Atividade de Inteligência: ferramenta estratégica da coordenadoria militar para a segurança institucional da assembleia legislativa de mato grosso. 2019. 27f. Monografia (Especialização em Segurança Pública) - ACADEMIA DE POLÍCIA MILITAR COSTA VERDE - PMMT, Várzea Grande - MT, 2019.

CEPIK, M. A. C. Espionagem e democracia: agilidade e transparência como dilemas na institucionalização de serviços de inteligência. Rio de Janeiro: FGV, 2003. 232p.

ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA (BRASIL) Fundamentos doutrinários da escola superior de guerra. Rio de Janeiro: Luzes - Comunicação, Arte & Cultura, 2000. 258p.

FERRÃO et al. Constitucionalização da Atividade de Inteligência - Perspectivas e Desafios Brasileiros. Revista Brasileira de Segurança Pública. São Paulo, v.12, n.1, p.134-150, 2018. DOI: https://doi.org/10.31060/rbsp.2018.v12.n1.912. Disponível em: Acesso em: 27 out. 2019.

FIGUEIREDO, L. Ministério do silêncio. Rio de Janeiro: Record, 2005. 591p.

FRANCO, J. R.; SANTOS, M. A. A atividade de inteligência na segurança para o século XXI. 1. ed. Brasília: Prospect Intelligence, 2011, 200p.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5.ed. São Paulo: Atlas, 1999.

MARCONI, R. G. C. A inteligência de segurança pública aplicada no âmbito do poder legislativo estadual. RHM - REVISTA CIENTÍFICA DE PESQUISA EM SEGURANÇA PÚBLICA, Cuiabá - MT, v.16, n.3, p.70-93, 2016. Disponível em: Acesso em: 27 out. 2019

MAINARDES, J.; MARCONDES, M. I. Reflexões sobre a Etnografia Crítica e suas Implicações para a Pesquisa em Educação. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 36, n. 2, p. 425-446, maio/ago. 2011. Disponível em: Acesso em: 14 jan. 2020

MATO GROSSO. Assembleia Legislativa. Lei Complementar n° 466, de 05 de junho de 2012 - Altera dispositivos da Lei Complementar nº 386, de 05 de março de 2010, que dispõe sobre a estrutura e organização básica da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso e dá outras providências, Cuiabá-MT, 2012.

MATO GROSSO, Assembleia Legislativa. Regimento Interno da Assembleia Legislativa de Mato Grosso – Resolução n° 677, 2016.

MAZO, E. M. B. Metodologia de benchmarking para análise da gestão da produção nas micro e pequenas empresas. 2003. 182f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, UFSC, Florianópolis/SC.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 20 ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

PERNAMBUCO. Assembleia Legislativa. LEI Nº 15.161, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2013, de 27 de novembro de 2013. Altera a estrutura organizacional e Administrativa da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco. Recife - PE, 2013. Disponível em:http://legis.alepe.pe.gov.br/Paginas/texto.aspx?tiponorma=1&numero=15161&complemento=0&ano=2013&tipo=&url=> Acesso em: 30 nov. 2019

PERNAMBUCO. Assembleia Legislativa. Lei nº 15.700, de 21 de dezembro de 2015, de 21 de dezembro de 2015. Modifica a Lei nº 15.161, de 27 de novembro de 2013, que altera a Estrutura Organizacional e Administrativa da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco e a Lei nº 15.160, de 27 de novembro de 2013, que dispõe sobre o Plano de Cargos e Carreiras dos servidores efetivos da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco e dá outras providências. Recife - PE, n. 0, p. 0, dezembro de2015.Disponívelem: Acesso em: 30 nov. 2019

PERNAMBUCO. Assembleia Legislativa. Lei nº 16.615, de 9 de julho de 2019, de 9 de julho de 2019. Altera a Lei nº 15.161, de 27 de novembro de 2013, que altera a estrutura organizacional da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, para reestruturar a Superintendência de Inteligência Legislativa (SUINT), institui a Gratificação Policial Civil de Incentivo, e dá outras providências. Recife - PE, n. 1, p. 1, julho de 2019.

PERNAMBUCO. Estrutura Administrativa. Disponível em: http://www.alepe.pe.gov.br/estrutura-administrativa/. Acesso em 30 de nov. de 2019.

RIO GRANDE DO NORTE. Assembleia Legislativa. Resolução nº 090/2017, de 14 de dezembro de 2017. Dispõe sobre a reorganização da estrutura administrativa da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e dá outras providências. Resolução nº 090/2017, Natal - RN, n. 1, p. 1, dezembro de 2017. Disponível em: Acesso em: 30 nov. 2019

RORAIMA. Assembleia Legislativa. Resolução Legislativa nº 009/11, de 26 de julho de 2011. Dispõe sobre a Reorganização da Estrutura Administrativa da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima e dá outras providências. Boa Vista - RR, n. 1150, p. 2, jul. de 2011. Disponível em: Acesso em: 30 nov. 2019

SALOMON, D. V. Como fazer uma monografia. 11 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

SÃO PAULO. Assembleia Legislativa. Resolução - ALESP nº 776, de 14 de outubro de 1996, de 14 de outubro de 1996. Dispõe sobre a Reforma Administrativa da ALESP, implantando nova Estrutura Administrativa, instituindo Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos. São Paulo, n. 1, p. 1, outubro de 1996. Disponível em: Acesso em: 30 nov. 2019




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-415

Refbacks

  • There are currently no refbacks.