Potencialidades do uso nutracêutico e cosmético do óleo de avestruz: Uma experiência em bionegócio e biotecnologia na baixada cuiabana, Mato Grosso / Potentialities of the nutraceutical and cosmetic use of ostrich oil: An experience in bion business and biotechnology in the baixada cuiabana, Mato Grosso

Guilherme Augusto Borges, Leandro Schwertner Charão, Margô de David, Danielle Cristine de Figueiredo Barbosa, Edson Henrique Pereira de Arruda, Pâmila Nayana Ferreira Ramos, João Carlos de Souza Maia

Abstract


O objetivo do trabalho foi divulgar as qualidades e o potencial do uso do óleo de avestruz, tomando como exemplo de caso a Agroindústria Ostrich Cosméticos, que se destacou no ramo de bionegócios na região Centro-Oeste, lançando uma linha inovadora de cosméticos manufaturados a partir do óleo de avestruz purificado, esterilizado através de processos biotecnológicos, a fábrica Ostrich lançou no mercado, uma linha de bálsamos, hidratantes, loções e cremes rejuvenescedores para pele. A empresa está consolidada no mercado regional e nacional, por produzir uma linha singular de produtos, de qualidade e inovação comercial, custos acessíveis, utilizando óleos essenciais da flora nativa da Amazônia Meridional, buscando valorizar a biodiversidade regional e toda a cadeia de fornecedores envolvidos. A análise do bionegócio foi realizado através de visita técnica e entrevistas in loco, estruturadas conforme normatização da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. Desta forma, foi possível compreender os processos industriais envolvidos na linha de produção de uma indústria regional e inovadora. A linha de produtos cosméticos, fragrâncias e aromatizantes, conta com um portfólio de mais de 80 produtos, manufaturados a partir de uma base-cosmética, com capacidade produtiva de até 300 kg por dia.


Keywords


Struthio camelus, gordura de avestruz, rede de negócio.

References


ABIHPEC. Panorama do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, resultados 2017.

ABIHPEC - Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, 2018. Disponível em: . Acesso em: 21 de junho de 2018.

ARAÚJO FILHO, G. Iniciativas em bionegócios e o programa pappe-subvenção no estado do Amazonas. Revista T&C Amazônia, Ano VIII, n. 19, 2010.

ASTOLFI FILHO, S.; NUNES DA SILVA, G. C.; BIGI, M. F. M. A. Bioprospecção e Biotecnologia. Parc. Estrat. Brasília-DF, v. 19, n. 38, p. 45-80, 2014.

BASUNY, A. M. M.; ARAFAT, M. S.; NASEF, L. S. Utilization of ostrich oil in foods. International Research Journal of Biochemistry and Bioinformatics Vol. 2(8) p. 199-208, 2011.

BENNET, D. C.; LEUNG, G.; WANG, E.; MA, S.; LO, B. K. K.; MCELWEE, K. J.; CHENG, K. M. Ratite oils promote keratinocyte cell growth and inhibit leukocyte activation. 2015 Poultry Science Association Inc. http://dx.doi.org/10.3382/ps/pev204.

BROWN, M. A.; CRAIG-SCHMIDT, M. C.; SMITH, P. C. (1995): Fatty acid composition of emu (Dromaius navaehollandiae) oil, INFORM, 6: 470.

CARDOSO, B. M. Uso da Biomassa como Alternativa Energética. Projeto de Graduação – UFRJ/ Escola Politécnica/ Curso de Engenharia Elétrica, 2012.

CHRIS, P.; SLATES, C. (1999): Uses and benefits of emu oil. Nutrition & Food Science, 38- 42. CRAIG–SCHMIDT, M. C. (1999): Ratite oils: compositon and claimed beneficial effects, Lipid Technol. Newsletter (8) 80- 83.

CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento da safra brasileira de grãos. V. 1, n. 1, 2013.

CORDEIRO, M. C. F. (2011). O processo de internacionalização de pequenas e médias empresas de perfumaria, cosméticos e higiene pessoal do estado do Paraná. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Econômico do Setor de Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR.

CRAIG –SCHMIDT, M. C. (1999): Ratite oils: compositon and claimedbeneficial effects, Lipid Technol. Newsletter (8) 80- 83

DANTAS COELHO, J. Produção de grãos: feijão, milho e soja. Caderno Setorial ETENE. ano 2, n. 19, novembro 2017.

ELTOM, S.E.M.; AL-SEHEMI, A.G. (2004). Chemical studies on ostrich oil obtained from (Struthio camellus). DOI: https://doi.org/10.13140/RG.2.1.1693.0648.

FARMER, S. Use of emu oil and its warious fractions asa carrier for antifungal, antibacterial and antiviral medications and preparations. United States Patent. Mar 2003.

FEIN, E.; CAPUTO, J.; NAGAL, A. K.; NAGAL, K. L. Therapeutic uses of emu oil. United States Patent. Dec 1995.

FRONTCZAK, M.; KRYSZTOFIAK, K.; BILSKA, A.; UCHMAN, W. (2008). Characteristics of fat from african ostrich Struthio Camelus. Food Science and Technology. 11: 420- 428.

FURTADO, A.; QUEIROZ, S. A construção de indicadores de inovação. Disponível em: . Acesso em: 13 de julho de 2018.

GAVANJI, S.; LARKI, B.; TARAGHIAN, A. H. A review of Application of Ostrich oil in Pharmacy and Diseases treatment. J Nov . Appl Sci., 2 (11): 650-654, 2013.

GEGNER, L. (2001). Ratite producton: Ostrich, emu and rhea, Livestock production Guide, ATTRA-National Sustainable Agriculture Information Servics. 135-150.

GERBELLI, Luiz Gilherme. Agronegócio: região centro-oeste é a que mais cresce no Brasil. Jornal Rural Pecuária. Jornal Estadão. São Paulo, 2012. Disponível em: Acessado em 26/04/2016.

GEROMEL, N. Apostila de criação de avestruzes. 2018. www.oportunity.ubbi.com.br.

GOLDEMBERG, J. Atualidade e Perspectivas no Uso de Biomassa para Geração de Energia. Revista Virtual de Química. v. 9, n. 1, p.15-28, jan-fev 2017.

HERNANDEZ, E. (2003). Processing of ratite oils, J. Am. Oil Chem. Soc. Newsletter . (9) :100-102.

HORBANCZUK, J.O.; SALES, J.; CELEDA, T.; KONECKA, A.; ZIEBA, G.; KAWKA, P. (1998). Cholesreol content and fatty acid composition of ostrich meat as influenced by subspecies. Meat Science. 50: 385-388.

KRAWEZYK, T. (1997): Emu: premier oil bird, INFORM. 8: 246-252.

LIMA, L. R.; COSTA, J.R.L.; BENA, M.G.P.; GOMES, M.T; SOUSA, J.A.; BACELAR, S.N.; PAZ, B. K. MASCARENHAS, M.T. (2021). Cosméticos orgânicos: uma tendência crescente no mercado. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.1, p.4322-4331.

MARGARET, C. (2003): Uses and benefits of emu oil Nutrition and Food Science, 38-42.

NEUMANN, C. S. R.; RIBEIRO, J. L. D. Desenvolvimento de fornecedores: um estudo de caso utilizando a troca rápida de ferramentas. Revista Produção, v. 14, n. 1, 2004.

PULIDO JIMENEZ, J. F. Comportamento de avestruzes (Struthio camelus domesticus) criados em sistemas de casais ou trios durante o descanso reprodutivo. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias), Universidade de Brasília- UnB, Brasília-DF, 70 p, 2008.

ROTTA, D. M.; SIQUIRA, G. P.; COSTA, K. V.; SILVA, L. F.; ZANCAN, F. T. Manejo de avestruzes da cria a produção. Revista brasileira de agropecuária - especial avestruz. São Paulo. N. 2, ano 1.

SOUZA, J.S. Criação de Avestruz. Viçosa, Aprenda Fácil. 211 p. 2004.

TISDALE, C. J.; ZEMTSOV, A. Creams and lotions containing emu oil. United States Patent. Aug 2000.

VASCONCELLOS G. A.; FRICKMAN, S. S. Oportunidades para a inovação e aproveitamento da biodiversidade amazônica em bases sustentáveis. Revista T&C Amazônia, ano VIII, n. 19, II semestre de 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-409

Refbacks

  • There are currently no refbacks.