Atividade pecuária e a transformação da mata ciliar do açude Orós/CE: Um trabalho com alunos e pequenos pecuaristas / Cattle raising activity and the transformation of the riparian forest of the Orós Dam/CE: A work with students and small cattle ranchers

Maria Venâncio Lima

Abstract


As matas ciliares são essenciais para a manutenção, a qualidade e a preservação dos mananciais, para a retenção de sedimentos, prevenindo o assoreamento nas margens de rios, lagos e açudes, servindo de abrigo e fonte de alimentação para a fauna aquática e terrestre. O processo histórico de ocupação, desenvolvimento e crescimento das cidades no Brasil, ocorreu por meio dos rios, gerando assim, diversos impactos ambientais em decorrência da ação humana, com influência direta nos corpos hídricos. O objetivo desse trabalho é analisar as transformações ocorridas na mata ciliar do açude Orós/CE, através da atividade pecuária desenvolvida nas margens desse reservatório de água doce, pois os ribeirinhos desmatam e plantam capim para a alimentação do rebanho. Assim, o presente trabalho também vem realizar uma revisão da literatura acerca da importância da mata ciliar, ressaltando a formação, sua função e relevância para proteção, com contribuições de autores, tais como: Carvalho (2005), Castro (2012), Ferreira (2004), Firmino (2003), Jones (1994), Oliveira (2000), entre outros. Também vem enfatizar a importância do trabalho de pesquisa que os alunos da EEM Epitácio Pessoa realizaram por meio de estudos da literatura pertinente, aulas de campo, entrevista e oficina com os pequenos pecuaristas ribeirinhos, com o objetivo de observar e buscar compreender as mudanças sofridas nas margens do açude, assim como contribuir para mudanças no modo de entendimento e ações de preservação da mata ciliar. Dessa forma, há a seguinte indagação: por que a atividade pecuária está causando a transformação da mata ciliar do açude Orós?


Keywords


Mata ciliar, Açude Orós, Trabalho coletivo.

References


ALMEIDA, Rosemeire Aparecida de; KUDLAVICZ, Mieceslau. A potencialidade da pequena unidade de produção em Mato Grosso do Sul: os censos agropecuários 1995/96 e 2006 em debate. In: FAISTING, A.L; FARIAS, M. de F. de (Org.). Direitos humanos, diversidade e movimentos sociais: um diálogo necessário. Dourados, MS: Ed. UFGD, 2011, p. 45-66.

CALHEIROS, R. O. et al. Preservação e recuperação de nascentes. Comitê de Bacias Hidrográficas. Piracicaba, 2004.

CARVALHO, S. L. de. Medidas que preservam nascentes e mananciais. Jornal da Ilha, Ilha Solteira, SP, p. A-7, 19 fev. 2005.

CASTRO, Dilton. Práticas para restauração da mata ciliar. Porto Alegre: Catarse – Coletivo de Comunicação, p. 60, 2012.

Da Croce, D. M.; De Nadal, R. (1992) Viabilidade técnico econômica de sistemas de produção de erva-mate consorciada com culturas anuais. In: Encontro brasileiro de economia e planejamento florestal, 2. Curitiba. Anais. Colombo: EMBRAPA-CNPF, p. 329-336.

FEEREIRA, D. A. C.; H. C. T. Situação atual da mata ciliar do ribeirão São Bartolomeu em Viçosa, MG. Revista Árvore. Viçosa, MG, v.28, n.4, p. 617-623. Jul-Ago, 2004.

FLETCHER, A. The guide to student voice. Princeton: Common Action Publishing, 2014.

JONES, C. G., LAWTON, J. H., SHACHAK, M. Organisms as ecosystem engineers. Oikos, 69: 373-386

NUNES, Flávia Peres, PINTO, Maria Tereza Cândido. Conhecimento local sobre a importância de um reflorestamento ciliar para a conservação ambiental do Alto São Francisco, Minas Gerais. Revista eletrônica Biota Neotrópica, n. 3, v. 7. out, 2017. Disponível em: https://www.biotaneotropica.org.br/v7n3pt/abstract?article=bn03307032007.Acesso em: 17/10/2020.

OLIVEIRA-FILHO, A.T. Composição florística e estrutura comunitária da floresta de galeria do córrego da Paciência, Cuiabá, MT. Acta Botânica Brasílica, 1994.

OLIVEIRA, M. C.; DRUMOND, M. A. Matas ciliares – manejo das bacias hidrográficas no controle da erosão e na melhoria do uso das águas das chuvas. Disponível em: www.cpatsa.embrapa.br/artigos/artigos.html. Acesso em: 10/10/20.

PANIZZA, Andreia de Castro. A importância da Mata ciliar: Entenda por que as formações vegetais ciliares são essenciais para os ecossistemas e para os recursos hídricos. São Paulo. 2016. Disponível em: https://www.cartaeducação.com.br/aulas/a-importancia-da-mata-ciliar. Acesso em: 28 de setembro de 2020.

RAMOS FILHO, L. O.; Francisco, C.E.S. (2005) Legislação florestal, sistemas agroflorestais e assentamentos rurais em São Paulo: restrições ou oportunidades? In: Congresso Brasileiro de sistemas agroflorestais, 5, Curitiba. Colombo: EMBRAPA, 2004. p.211-213.

REIGADA, C.; Reis, M. F. C. T. Educação Ambiental para crianças no ambiente urbano: Uma proposta de pesquisa-ação. Ciência e Educação, v.10, n.2, p.149-59, 2004.

RODRIGUES, E. R.; Cullen, L. J., Beltrame, T. P.; Moscogliato. A. V.; Silva, I. C. Avaliação econômica de sistemas agroflorestais implantado para a recuperação de Reserva Legal no Pontal do Paranapanema, São Paulo. Revista Árvore, v.31, (2007), p. 941-948.

SILVA, T. G. Protagonismo na adolescência: a escola como espaço e lugar de desenvolvimento humano. 2009. 142 f. Dissertação (Mestrado em Educação) –Programa de Pós Graduação em Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2009. https://doi.org/10.5380/jpe.v13i0.67496.

SKORUPA, Ladislau Araújo. Áreas de Preservação Permanente e Desenvolvimento Sustentável. Disponível em acessado em 03/05/2013.

SOCIEDADE BRASILEIRA PARA PROGRESSO DA CIÊNCIA. (SBPC) Cidades nascem abraçadas a seus rios, mas lhes viram as costas no crescimento. Disponível em: cienciacultura@sbpcnet.org.br. Acesso em: 29 de setembro de 2020.

SOSGEOGRAFIA. Meio Físico. Disponível em: https://www.sogeografia.com.br/Conteudo/GeografiaFisica/Ambiente. Acesso em: 03/10/2020.

TUNDISI, José Galizia. Água no século XXI: enfrentamento a escassez. São Paulo: RiMa, IIE, 2003.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do Trabalho Científico. 5. Ed. São Paulo: Cortez, 2001.

VALENTE, Osvaldo Ferreira; GOMES, Marcos Antônio. Conservação de Nascentes: Hidrologia e Manejo de bacias Hidrológicas de Cabeceiras, Viçosa, MG: Aprenda Fácil, 2005.

WORD WIDE FUND FOR NATURE (WWF). Governança dos recursos Hídricos – Proposta de indicadores para acompanhar sua implementação. Disponível em: https://www.wwf.org.br/informacoes/biblioteca/?42942/Governara-dos-Recursos-Hidricos-Proposta-de-indicadores-para-acompanhar-sua-implementacao. Acesso em: 09/09/2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-327

Refbacks

  • There are currently no refbacks.