Cultivo de arroz de terras altas sob disponibilidades hídricas e inoculado com Azospirillum brasilense / Upland rice cultivation under water availability and inoculated with Azospirillum brasilense

Salomão Lima Guimarães, Jayson Carrijo Flauzino, Phellype da Silva Ormay, Christian Matheus Alves Reis

Abstract


Devido ao crescimento populacional, existe a necessidade de aumentar a produtividade de grãos, utilizando os recursos já disponíveis, influenciando diretamente a busca por novas tecnologias que reduzam o custo e auxiliem na manutenção do meio ambiente. Assim, o presente trabalho objetivou avaliar os efeitos da disponibilidade hídrica no arroz de terras altas inoculado com Azospirillum brasilense. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, utilizando a cultivar BRS Esmeralda, indicada para regiões de terras altas. O delineamento estatístico foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 4x2, com quatro disponibilidades hídricas (40%, 60%, 80% e 100% da capacidade de retenção de umidade no vaso), um inoculante comercial para arroz, composto pelas estirpes Ab-V5 e Ab-V6 de A. brasilense e adubação nitrogenada (50 mg dm-3 de nitrogênio na forma de ureia), com cinco repetições. As variáveis analisadas foram altura de plantas, número de perfilhos, índice de clorofila Falker, massa seca da parte aérea, volume de raízes, massa seca de raízes, número e peso seco de grãos. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância, seguido dos testes de regressão e teste Tukey para os fatores quantitativos e qualitativos respectivamente, adotando-se 5% de probabilidade. Os resultados mostraram que não houve interação entre os fatores em nenhuma das variáveis analisadas. Contudo, houve diferença significativa isolada entre as fontes de nitrogênio para as variáveis volume de raiz e massa seca da parte aérea. Nas variáveis altura de plantas, número de perfilhos, índice de clorofila Falker, peso seco de raiz, número e peso de grãos, observou-se efeito isolado para as disponibilidades hídricas. A disponibilidade hídrica que proporcionou melhor desenvolvimento para a cultivar BRS- Esmeralda foi de 80% da capacidade de retenção de umidade do vaso.


Keywords


Devido ao crescimento populacional, existe a necessidade de aumentar a produtividade de grãos, utilizando os recursos já disponíveis, influenciando diretamente a busca por novas tecnologias que reduzam o custo e auxiliem na manutenção do meio ambiente. As

References


AGRITEMPO. Sistema de Monitoramento Agro meteorológico. Disponível em: >http://www.agritempo.gov.br/climaeagricultura/como-seadequar.html <. Acesso em: 20 de fevereiro de 2019.

BALDANI, V. L. D. et al. Inoculation of rice plants with the endophytic diazotrophs Herbaspirillum seropedicae and Burkholderia spp. Biology and Fertility of Soils, v.30, p.485-491, 2000.

BONFIM-SILVA E. M. et al. Desenvolvimento inicial de gramíneas submetidas ao estresse hídrico. Revista Caatinga, Mossoró, v. 24, n. 2, p. 180-186, abr.-jun., 2011.

BONFIM-SILVA, E. M. et al. Desenvolvimento e produção de capim-convert HD364 submetido ao estresse hídrico. Revista Agro@Mbiente on-Line, v. 8, n. 1, p. 134, 2014.

CONAB – COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. Acompanhamento da safra brasileira de grãos, v.7 - Safra 2019/20, n. 6 - Sexto levantamento, março de 2020.

CRUSCIOL, C. A. C. et al. Desenvolvimento radicular e aéreo, nutrição e eficiência de absorção de macronutrientes e zinco por cultivares de arroz de terras altas afetadas pela adubação fosfatada. Semina:Ciencias Agrarias, v. 34, n. 5, p. 2061–2076, 2013.

EMBRAPA – EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA (BRASIL). Sistema brasileiro de classificação de solo. 5 ed. rev. ampl. Brasília, DF: Embrapa, 2018, 355p.

FAROQ, M. et al. Rice direct seeding: Experiences, challenges and opportunities. Soil & Tillage Research, v.111, n. 1, p. 87-98, 2011.

FERNANDES, A. L. et al. Produção de massa seca , volume radicular e eficiência nutricional de fósforo em Brachiaria brizantha cv . Marandu e Massai ( Panicum maximum x P . infestum ). Revista PesquisAgro v. 2, p. 32–49, 2019.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, p.1039-1042, 2011.

FONG, J. D. M. et al. Assessment of the influence of water management on yield component and morphological behavior of rice at post-heading stage. Paddy and water environment, v. 14, n. 1, p. 211-220, 2016.

GALEANO, R. M. S.; CAMPELO, A. P. S.; MACKERT, A.; BRASIL, M. S. Desenvolvimento inicial e quantificação de proteínas do milho após inoculação com novas estirpes de Azospirillum brasilense. Revista de Agricultura Neotropical, Cassilândia-MS, v. 6, n. 2, p. 95-99, abr./jun. 2019.

GARCIA, Nayara F. S. et al. Doses and application methods of Azospirillum brasilense in irrigated upland rice. Revista brasileira de Engenharia Agrícola e ambiental, Campina Grande, v. 20, n. 11, p. 990-995, nov. 2016.

Garé, L. M. et al. Influência do thidiazuron e da inoculação com Azospirillum brasilense no crescimento e produtividade do arroz de terras altas. Brazilian Journal of Biosystems Engineering, v.11, p.326-339, 2017.

GOES, R. J. et al. Inoculação com Azospirillum brasilense, manejo de água e adubação nitrogenada no arroz de terras altas. Revista Agrarian, v. 9, p. 254–262, 2016.

GUIMARÃES, C. M. et al. Sistema radicular do arroz de terras altas sob deficiência hídrica. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 41, n. 1, p. 126-134, 2011.

HEINRICHS, R. et al. Azospirillum inoculation of “Marandu” palisade grass seeds: Effects on forage production and nutritional status. Semina:Ciencias Agrarias, v. 41, n. 2, p. 465–478, 2020.

KOETZ, M. et al. Efeito de níveis de reposição de água no solo na cultura do arroz

de terras altas. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.10, nº.5, p. 943 - 951, 2016.

LAFITTE, H. R. et al. Improvement of rice drought tolerance through backcross breeding: evaluation of donors and selection in drought nurseries, Field Crops Research. v. 97, p. 77-86, 2006.

LI, S. et al. Characterizing roots and water uptake in a ground cover rice production system. PLoS ONE, v. 12, n. 7, p. 1–18, 2017.

MARQUES, D. M. et al. Azospirillum brasilense favors morphophysiological characteristics and nutrient accumulation in maize cultivated under two water regimes. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 19, e1152, 2020.

MATSUNAKA, T. et al. Prediction of Grain Protein Content in Winter Wheat Trough Leaf Color Measurements Using a Chlorophyll Meter. Soil Science and Plant Nutrition, v.43, p.127-134, 1997.

MIGUEL, P.S.B. et al. Bactérias endofíticas: Colonização, benefícios e identificação. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.1, p. 8777-8791 jan. 2021.

NUNES, T. V. et al. Aspectos produtivos de linhagens de arroz de terras altas sob déficit hídrico. Revista Brasileirade Ciencias Agrarias, v. 7, n. 1, p. 51–57, 2012.

NUNES, R. S. G. Isolamento e inoculação de bactérias diazotróficas e promotoras de crescimento em arroz irrigado. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, RS), 2013.

OLIVEIRA, J. R. et al. Silicon fertilization and soil water tensions on rice development and yield. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental, v. 20, n. 2, p. 138–143, 2016.

OSORIO FILHO, B. D. et al. Promoção de crescimento de arroz por rizóbios em diferentes níveis de adubação nitrogenada. Ciencia Rural, v. 46, n. 3, p. 478–485, 2016.

PERES, A. R. et al. Effect of irrigatation , rainfed conditions and nitrogen sources on newly released upland rice cultivar ( BRS Esmeralda ) with greater tolerance to drought stress. Australian Journal of Crop Science v. 12, n. 07, p. 1072–1081, 2018.

SANTOS, D. et al. Cultivares de trigo submetidas a déficit hídrico no início do florescimento, em casa de vegetação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. v.16, n.8, p.836–842, 2012.

SILVA, P. L. . et al. Estoques de carbono e retenção hídrica em biomassa de gramíneas no agreste da paraíba. Brazilian Journal of Biosystems Engineering v. 13, n. 2, p. 373426, 2019.

SILVA, T. R. C. et al. Yield Component Responses of the Brachiaria brizantha Forage Grass to Soil Water Availability in the Brazilian Cerrado. Agriculture, v. 10, n. 1, p. 13, 2020.

SOARES, A. A. Cultura do arroz. 3. ed. Rev. Lavras: UFLA, 2012. 119 p.

SOSBAI - SOCIEDADE SUL-BRASILEIRA DE ARROZ IRRIGADO. Arroz irrigado: recomendações técnicas da pesquisa para o Sul do Brasil/XXXII. Reunião Técnica da Cultura do Arroz Irrigado. Farroupilha, RS: SOSBAI, 2018. 209p.

Taiz, L. et al. Fisiologia e desenvolvimento vegetal,6 ed., 858p. Porto Alegre-RS, 2017.

TEIXEIRA, P.C. et al. Manual de métodos de análise de solo. 3. ed. rev. e ampl. Brasília, DF: Embrapa, 2017. 573 p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-211

Refbacks

  • There are currently no refbacks.