Teste de hipóteses para avaliar a produtividade de equipamentos na lavra de mina / Hypothesis test to assess equipment productivity in mine mining

Luis Henrique Nery Januario, Alisson Lima, Emanuel Itaquê de Negreiros Moreira, Júlio César de Souza, Luis Rodrigo Cosme Rodrigues Costa, Rodrigo Luis

Abstract


As exigências atuais do controle da produtividade, qualidade e eficiência dos equipamentos aliadas a implantação de um sistema que permita o gerenciamento de frota é de extrema importância nas minerações brasileiras, sobretudo quando o objetivo é a redução do custo com o carregamento e transporte de minérios, o maior vilão da lavra de mina. Todavia, às vezes não é tarefa simples decidir se o sistema está com baixa eficiência. Há inúmeras ferramentas paramétrica e não paramétricas que auxilia o gestor tomar esta decisão, entre as quais se podem citar: teste F, Análises Fatoriais, Teste t, Teste de Hipóteses, Teste qui-quadrado entre outras. Neste trabalho foi aplicada a técnica do Teste de Hipóteses para a média com a variância populacional desconhecida para verificar se o sistema de carga e transporte da lavra do minério de magnesita necessita de intervenção ou se as oscilações de indicadores de produção são devidas ao acaso. Foi possível verificar, para uma significância de 5 % que o teste rejeita a hipótese de que a média de produtividade do sistema de carga e transporte (325,59 t/h), baseada em 20 dados coletados na mina, representa à população ideal que deve ter valor médio de referência de produtividade de 360 t/h, concluindo-se, por tanto, que o sistema opera com outra população, que não é a ideal, produzindo valores de produtividade abaixo do de referência, sendo o sistema de carregamento passível de gerenciamento e intervenção.

 

 


Keywords


Teste de Hipóteses, Frota, Custos, Produtividade.

References


DAVIS, J.C. Statistics And Data Analysis In Geology, 3th ed. Wiley. New York. 2002. 646 p.

FARIAS, Ana M.; Métodos Estatísticos I. Rio de Janeiro. Fundação CECIERJ, 2009.

MORETTIN, Pedro Alberto; BUSSAB, Wilton de Oliveira. Estatística Básica, 5a Edição. São Paulo: Saraiva, 2006.

TRIOLA, Mario F. Introdução à Estatística, 9a. Edição. Rio de Janeiro: LTC Editora, 2005.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-187

Refbacks

  • There are currently no refbacks.