Reflexões sobre o fascismo no Brasil: análises sobre a produção historiográfica do movimento integralista / Reflections on fascism in Brazil: analysis of the historiographical production of the integralist movement

Francisco Celso Lourido Barreto Junior, Pedro Rapozo

Abstract


O artigo analisa o movimento integralista a partir de seu papel desempenhado no debate das Ciências Humanas no campo dos estudos sobre o fascismo. A principal intenção é apresentar um resgate sobre as obras pioneiras e subsequentes que discutiram o integralismo a partir de uma perspectiva interdisciplinar entre Filosofia, Sociologia, Ciência Política, Educação e História. A partir de uma metodologia de análise bibliográfica o estudo abrange as primeiras investigações da década de 70, seguindo para década de 90 e perpassando pela contribuição dos brasilianistas. O resultado destas reflexões tem permitido questionamentos pertinentes quanto a produção de uma  bibliografia sobre o estudo da Ação Integralista Brasileira como um dos maiores movimentos fascistas em território nacional no século XX.


Keywords


O artigo analisa o movimento integralista a partir de seu papel desempenhado no debate das Ciências Humanas no campo dos estudos sobre o fascismo. A principal intenção é apresentar um resgate sobre as obras pioneiras e subsequentes que discutiram o integr

References


ABREU, Luciano Aronne de. Getúlio Vargas: a construção de um mito (1928-1930).

Porto Alegre: PUCRS, 1995 (dissertação de mestrado em História).

ALAMBERT, Francisco. A Semana de 22: a aventura modernista no Brasil. São Paulo:

Scipione, 2004.

ARENDT, Hannah. Origens do totalitarismo. Anti-semitismo, imperialismo, totalitarismo. São Paulo: Cia. das Letras, 1989.

_________. O que é política? Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999.

BERTONHA, João Fábio. A máquina simbólica do integralismo: controle e propaganda política no Brasil dos anos 30, In: História & Perspectiva (Uberlândia), Vol.7, 1992

_____________. Sobre a direita: estudos sobre o fascismo, o nazismo e o integralismo. Maringá: Eduem, 2008.

CALDEIRA, João Ricardo de Castro. Integralismo e política regional: a Ação Integralista Brasileira no Maranhão. São Paulo: Annablume, 1999.

CAREY, John. Os intelectuais e as massas. São Paulo: Ars Poetica, 1993

CARONE, Edgar. A Segunda República (1930-1937). São Paulo: DIFEL, 1973.

____________ A República Nova (1930-1937). São Paulo: DIFEL, 1974.

CAVALARI, Rosa Maria Feiteiro. Integralismo: ideologia e organização de um

partido de massa no Brasil (1932-1937). Bauru: EDUSP, 1999.

CHASIN, José. O integralismo de Plínio Salgado. Forma de regressividade no

capitalismo hiper-tardio. São Paulo: Livraria Editora Ciências Humanas, 1978.

CHAUÍ, Marilena. Apontamentos para uma crítica da Ação Integralista Brasileira. In:

Ideologia e mobilização popular. São Paulo: Paz e Terra, 1978.

HILTON, Stanley. O Brasil e a Crise Internacional (1930-1945). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977.

KLEIN, Herbet. A Integração dos imigrantes italianos no Brasil, na Argentina e Estados Unidos. Novos Estudos CEBRAP, n. 25, pp. 95-117, 1989.

LAVINE, Robert. O regime de Vargas, 1934 – 1938: os anos críticos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

TRINDADE, Hélgio. Integralismo. O fascismo brasileiro da década de 30. Porto

Alegre: DIFEL/UFRGS, 1974.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-130

Refbacks

  • There are currently no refbacks.