Simulação de rede de integração energética nas etapas de pré-aquecimento e dessalinização do petróleo / Simulation of energy integration network in the oil preheating and desalination stages

Sabrina Franceschi, Heveline Enzweiler

Abstract


O consumo energético tem crescido consideravelmente e a indústria química está entre as grandes consumidoras de energia. Esse fato pode gerar diversos impactos nos âmbitos ambientais e econômicos. A integração energética visa o melhor aproveitamento do calor disponível no processo, evitando desperdícios. Redes de integração energética tem um papel de grande importância e consistem basicamente no aproveitamento da energia de correntes que precisam ser resfriadas fornecendo calor para as correntes que necessitam ser aquecidas. Neste trabalho foi utilizada a tecnologia Pinch para a síntese de uma rede de trocadores de calor com integração energética nas etapas de pré-aquecimento e dessalinização do petróleo. Através da análise dos dados de correntes de processo obtidos na literatura, foi proposto um arranjo de trocadores de calor. O ponto de estrangulamento térmico (Pinch) foi identificado nas temperaturas de 43,1 °C (correntes frias) e 63,1 °C (correntes quentes). A rede proposta é composta por cinco trocadores de calor de integração energética e três trocadores operando com utilidades e possibilitou consumo de utilidades similar ao consumo mínimo previsto pelo modelo de transbordo para o conjunto de correntes consideradas. Foi realizado o dimensionamento dos trocadores de calor da rede e a simulação do sistema considerando possíveis oscilações na temperatura de entrada do petróleo cru. Este estudo possibilitou uma experiência interdisciplinar dentro da Engenharia Química, garantindo a integração de conteúdos relacionados com diferentes disciplinas da grade curricular.


Keywords


Tecnologia Pinch, Trocadores de calor, Engenharia Química.

References


Agência Nacional de Energia Elétrica. Atlas da Energia Eletrica do Brasil. 3. ed. Brasilia: Centro de Documentação, 2008.

ANAPOLSKI, José Luis Potrich; INDRUSIAK, Maria Luiza Sperb. SÍNTESE ENERGÉTICA DE UMA REDE DE TROCADORES DE CALOR DE UM PROCESSO DE REFINO DE ÓLEO DE SOJA. Perspectiva, Erechim, v. 39, n. 146, p. 27-42, 7 maio 2015.

AMARAL, Thiago Paulo. INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA DE UNIDADES DE DESTILAÇÃO E COQUEAMENTO: ESTUDO DE RETROFIT E DE ASPECTOS DE PROCESSO. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos, Escola de Química, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013.

ANDRADE, J. A. N.; LOPES, N. C.; CARVALHO, W. L. P. Uma análise crítica do laboratório didático de Física: a experimentação como uma ferramenta para a cultura científica. In: VII ENPEC – ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS. Florianópolis, 2009.

ARAGÃO, Marcelo Escobar. Síntese Simultânea de Redes de Trocadores de Calor com considerações Operacionais: Flexibilidade e Controlabilidade. 2011. 290 f. Tese (Doutorado) - Curso de Programa de Pós Graduação em Engenharia Quimica, Departamento de Engenharia Quimica, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

COIMBRA, J. A. A. Considerações sobre a interdisciplinaridade. In: PHILIPPI JR., A. Interdisciplinaridade em Ciências Ambientais. São Paulo: Signus, 2000.

FAGUNDES, Diego da Rocha. APLICAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA EM UM PROCESSO AGROINDUSTRIAL. 2016. 34 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Agroindustrial – Agroquímica, Universidade Federal do Rio Grande, Santo Antônio da Patrulha, 2016.

FOUST, Alan S et al. Princípios das operações unitárias. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2012. 670 p.

GUNDERSEN, T. A Process Integration PRIMER. Implementing Agreement on Process Integration, May, p. 90, 2000.

GUNDERSEN, Truls et al. A Process Integration PRIMER: Implementing Agreement on Process Integration. 3. ed. [S. l.]: SINTEF Energy Research, 2002. 18 p.

IKARIMOTO, Cesar Sussumu. Otimização em Linha (RTO) de Rede de Trocadores de Calor de uma Refinaria de Petróleo. 2019. 120 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Ciências, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

INCROPERA, Frank P; DEWITT, David P; BERGMAN, Theodore L.; LAVINE, Adrienne S.. Transferência de Calor e Massa. 6. ed. Rio de Janeiro: Abdr, 2008.

LINNHOFF, B.; HINDMARSH, E. The Pinch design method for heat exchanger networks. Chemical Engeneering Science, Great Britain, v. 38, n. 5, p. 745-763, 19 ago. 1981. DOI: 0009-2509/83/050745-19

MORAN, J. Mudando a educação com metodologias ativas. In: SOUZA, Carlos Alberto; MORALES, Ofelia Elisa Torres (Org.). In: Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. v. II. Ponta Grossa: Foca Foto PROEX/UEPG, 2015.

NARASIMHAN, Shankar; JORDACHE, Cornelius. Data Reconciliation & Gross Error Detection: an intelligent use of process data. Houston: Gulf Publishing Company, 2000. 393 p.

NETO, J. N. DE S. Metodologia Para Aplicação De Integração Energética Numa Planta Industrial. p. 72, 2005. Dissertação (mestrado em Engenharia Química) - Escola Politécnica, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2005.

NOVAZZI, L. F. Dinâmica e Controle de Redes de Trocadores de Calor. 2007. 145 f. Tese - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, Brasil, 2007.

PAPOULIAS, S.A., e GROSSMANN, I. E. (1983). A structural optimization approach in process synthesis-I. utility systems. Computers and Chemical Engeneering, 7, 695-706.

PINTO, Marcelo Luiz de Moura. Simulação de Trem de Pré Aquecimento de Petóleo Visando Estudo da Incrustação. 2004. 132 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia Química, Área de Concentração: Engenharia de Processos, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

QUEIROZ, H. R. et al. Sistemas marítimos de produção de petróleo: um exemplo de interdisciplinaridade do ciclo básico das engenharias. Brazilian Journal of Development, v. 5, n. 9, p. 17157-17168, 2019. DOI:10.34117/bjdv5n9-236

SPEIGHT, James G. Handboof of Petroleum Refining. London: Crc Press, 2017. 726 p.

ÇENGEL, Yunus A.; GHAJAR, Afshin J.. Transferência de Calor e Massa: uma abordagem prática. 4. ed. Nova Iorque: AMGH Editora Ltda, 2012. 795 p.

PERLINGEIRO, Carlos Augusto. Engenharia de Processos: análise, simulação, otimização e síntese de processos químicos. Rio de Janeiro: Blucher, 2005. 208 p.

OLIM, J.S.S; HADDAD, J; VIANNA, A.N.C; MARTINS, A.R.S. Conservação de Energia em Refinarias de Petróleo. 2° Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás. p.1. 2002.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-115

Refbacks

  • There are currently no refbacks.