Arquiteturas do Digital e suas Tendências Antropomórficas/ Architectures of the Digital and its Anthropomorphic Tendencies

Douglas Rossi Ramos

Abstract


Neste trabalho pretende-se colaborar com os estudos a respeito da questão da memória e percepção, em suas dimensões ontológicas e epistemológicas, a partir da análise de intersecções entre as críticas apontadas às ciências e metafísica pela proposta filosófica de Henri Bergson, e os desafios que a nova conjuntura do digital apresentam à sua compreensão habitual. Para tanto, propõe-se analisar, em especial, as configurações tecnológicas e sociais do digital em sua passagem de uma tendência antropocêntrica para antropomórfica, a fim de evidenciar correlações e desencadeamentos de memória e percepção nas complexidades de suas dimensões psicológicas e/ou ontológicas. A abordagem desses temas e questões apresentam importância para a constituição e problematização de uma ontologia e epistemologia da comunicação adequada aos atuais contextos de transformações tecnológicas do digital.


Keywords


Memória, Percepção, Digital, Bergson.

References


ARENDT, H. Truth and politics. In: ARENDT, Hannah. Between past and future. Nova York: Penguin, 1968. p. 227-264.

BERGSON, H. A evolução criadora. Rio de Janeiro: Delta, 1964.

BERGSON, H. Matéria e Memória. São Paulo: Martins Fontes. 1990.

CÁDIMA, F. Sobre a Era Digital: do analógico ao “algorithmic turn". Revista FSA. 12. 78-93, 10.12819/2015.12.2.5. 2015

CHADWICK, A. The hybrid media system: politcs and power. Oxford University Press, 2013

DELEUZE, G.; GUATARRI, F.; O anti-Édipo: capitalismo e esquizofrenia 1. 1.

ed. São Paulo: Editora 34, 2010, 560 p.

DI FELICE, M. A vida secreta dos objetos: Ecologias da Mídia. 2015. Disponível em: .

DI FELICE, M. Paisagens pós-urbanas: o fim da experiência urbana e as formas comunicativas do habitar. São Paulo: Annablume, 2009.

DI FELICE, M. Redes sociais digitais, epistemologias reticulares e a crise do antropomorfismo social. Revista USP, São Paulo, N. 92, p. 9-19, 2012.

DIAS, C. P. A língua em sua materialidade digital. In: Anais III SEAD. O discurso na contemporaneidade: materialidade e fronteiras. 2016. Disponível em: .

FOUCAULT, M. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 2000.

GIBSON, W. Neuromancer. São Paulo: Aleph, 2008.

DELEUZE, G. Bergsonismo. Trad. Luis Orlandi. São Paulo: Editora 34, 1999.

GUMBRECHT, H. U. Productions of Presence: what meaning cannot convey. California: Stanford University Press, 2004.

HARAWAY, D. J., A Cyborg Manifesto: Science, Technology, and Socialist-Feminism in the Late Twentieth Century. Disponível em: Simians, Cyborgs, and Women: The Reinvention of Nature, New York, Routledge, 1991 (Trad. Bras. Tomaz Tadeu.

HAYLES, K. How we became posthuman: virtual bodies in cybernetics, literature, and informatics. University of Chicago Press. 1999.

HEIDEGGER, M. Ensaios e conferências. 2ºed. Petrópolis: Vozes, 2002.

LASÉN, A. Remediaciones móviles de subjetividades y sujeciones en relaciones de pareja. In: LASÉN, A.; CASADO, E. (orgs.). Mediaciones tecnológicas. Cuerpos, afectos y subjetividades. Madrid: CIS, 2014.

LIESEN, M. Materialidades mediais. Notas sobre uma perspectiva pós-hermenêutica. In: Revista Contracampo, v. 33, n. 2, ed. ago-nov, ano 2015. Niterói: Contracampo, 2015. Págs: 4-20.

MEADOWS, M. S. I, avatar : the culture and consequences of having a second life, Berkeley, CA : New Riders, 2008.

MELOT, M. Préface. In: PÉDAUQUE, Roger T. Le document à la lunmière du numérique. Caen, Fr: C&F, 2006

Ó, J. R. O governo de si mesmo: modernidade pedagógica e encenações disciplinares do aluno liceal (último quartel do século XIX meados do século XX). Lisboa: Educa, 2003.

SANTAELLA, L. comunicação ubíqua: repercussões na cultura e na educação / Lucia. Santaella. – São Paulo: Paulus, 2013.

TURKLE, S. S. T, Life on the Screen: Identity in the Age of the Internet (London: Weidenfeld & Nicholson, 1996), 347pp. ISBN 0 297 81514 8. Convergence, 3(1), 131-133, 1997.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-078

Refbacks

  • There are currently no refbacks.