Capacitismo no ambiente escolar: implicações para alfabetização científica do estudante com deficiência / Empowerment in the school environment: implications for scientific literacy of students with disabilities

Natanniele Felício dos Santos, Janayna Souza

Abstract


Apesar de termos as leis que defendem a inclusão como direito de todas as pessoas com deficiência, ainda existe a visão capacitista que define as pessoas com deficiência como sendo menos aptas ou até mesmo incapazes de gerir a própria vida. Dessa forma, o principal objetivo deste trabalho é compreender porque o capacitismo ainda persiste em ambiente escolar e impede a formação científica do estudante com deficiência. A metodologia utilizada foi por meio de um estudo qualitativo e bibliográfico. Essa pesquisa fundamentou-se teoricamente através da pedagogia inclusiva, essencialmente, a partir de Mantoan (2015), e da Alfabetização Científica, seguindo Sasseron (2008). O principal resultado foi que os licenciandos das áreas de Ciências (Ciências Biológicas, Física, Matemática e Química) precisam ser inseridos no processo de pensar sobre a inclusão escolar dentro de um espaço que haja reflexões acerca da formação da consciência cidadã de todos os sujeitos, sendo essencial que o professor não seja multiplicador do discurso capacitista que enaltece a exclusão dentro e fora da escola.


Keywords


Educação Inclusiva, Ensino de Ciências, Alfabetização Científica.

References


CAPELLINI, V. L. M. F. A inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais em classes comuns: avaliação do rendimento acadêmico. UFSCar, São Carlos, 2001.

DAMASCENO, Allan. Tessituras histórico-políticas da inclusão de estudantes com necessidades especiais: da educação especial à educação inclusiva. In: COSTA, Valdelúcia (org.). Políticas públicas e produção do conhecimento em educação inclusiva. Niterói, Educação e vida nacional, 2011.

DINIZ, Debora. BARBOSA, Lívia. SANTOS, Wederson Rufino. Deficiência, direitos humanos e justiça. SUR. v. 6. n. 11. dez. 2009.

MANTOAN, Maria Teresa. Inclusão Escolar. O que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Moderna, 2003.

MARTINS, L. A. R. Alunos com necessidades educacionais especiais e as práticas pedagógicas na escola regular. In: VICTOR, S. L. DRACO, R. CHICON, J. F. (Org.). Educação especial e educação inclusiva: conhecimentos, experiências e formação. 1 ed. Araraquara, SP: Junqueira&Marin, 2011.

MARCHESAN, Andressa. CARPENEDO, Rejane Fiepke. Capacitismo: entre a designação e a significação da pessoa com deficiência. Revista Trama. Volume 17. Número 40. Ano 2021.

OLIVEIRA, M. S. SILVA, M. C. L. O aprofundamento do capacitismo na pandemia: velhas facetas do capital. RTPS – Rev. Trabalho, Política e Sociedade, Vol. 6, nº 10, p. 259-272, jan.-jun. 2021.

PACHECO, José. Berços da desigualdade. In: GOMES, Márcio (org.). Construindo as trilhas para a inclusão. 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 2016.

RODRIGUES, Paloma Alinne Alves. Um desafio para a Base Nacional Comum Curricular: o diálogo entre a alfabetização científica e tecnológica e a inclusão escolar. Horizontes – Revista de Educação, Dourados-MS, v. 8, n. 15, p. 150-160, jan./jun. 2020

SANTOS, J. P. L. S. CAVALCANTE, V. C. SOBRAL, M. P. O. Educação Inclusiva e a formação de professores no munícipio de Penedo/AL. UNIT, Sergipe, 2018.

SASSERON, Lúcia Helena. Alfabetização Científica, Ensino por Investigação e Argumentação: Relações entre Ciências da Natureza e escola. Ens. Pesqui. Educ. Ciênc. (Belo Horizonte), Belo Horizonte, v.17, n. spe, p. 49 – 67, nov. 2015.

SASSERON, Lúcia Helena. Alfabetização Científica no Ensino Fundamental: Estrutura e Indicadores deste processo em sala de aula. São Paulo, 2008.

SOUZA, Janayna. Alfabetização científica do estudante autista: desafios e possibilidades. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 5, n. 12, p. 29513-29523, dec. 2019.

VILELA-RIBEIRO, E. B. V.; BENITE, A. M. C. Alfabetização científica e educação inclusiva no discurso de professores formadores de professores de ciências. Revista Ciência & Educação, Bauru, v. 19, n. 3, p. 781- 794. 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-042

Refbacks

  • There are currently no refbacks.