Produção de biodiesel: ferramenta didática para a contextualização do ensino de química / Biodiesel production: didactic tool for the contextualization of chemistry teaching

Vanessa Viebrantz Oster, Dênis Luciano Pereira Araújo, Rodrigo Viebrantz Oster

Abstract


É evidente preocupação mundial com a dependência que a sociedade tem dos combustíveis fósseis e com os problemas ambientais gerados a partir da sua combustão. Em função disso, pesquisas científicas que buscam diversificar a matriz energética do Brasil cresceu significativamente nos últimos anos, portanto apresentar este tema aos futuros pesquisadores é muito importante. A produção de biocombustíveis leva a geração de emprego, contribui para a independência energética do país além de colaborar, significativamente, para a redução da geração de gases poluentes. A partir deste contexto a discussão sobre biocombustíveis em sala de aula e a sua produção em escala laboratorial, permitem trabalhar com os alunos do ensino médio várias competências e habilidades de uma forma contextualizada. Ao se abordar o tema biodiesel em uma aula o docente consegue trabalhar conceitos de química ambiental, instigando o discente a pensar nos benefícios ambientais que o uso deste tipo de energia calorífica pode fomentar. Ao mesmo tempo o professor pode induzir o aluno a observar os benefícios econômicos que a sociedade obtém a partir da produção e do uso da energia limpa. Com este tipo de discussão em sala de aula, a escola contribui para a formação de um cidadão crítico e menos alienado no que se refere os problemas enfrentados pela sua comunidade. No que tange o conhecimento científico, ao levar o aluno para fazer o biocombustível em uma aula de laboratório, é possível se trabalhar vários conceitos previstos nas bases curriculares do ensino de química. Pois na produção do biocombustível pode se observar conceitos referentes aos tipos de misturas, o discente vai observar uma reação química e várias alterações macroscópicas que acontecem durante a transformação do reagente em produto além de ser possível trabalhar a estequiometria entre as substâncias. Estabelecer este paralelo entre temas atuais e os conceitos científicos além de ser uma ferramenta que contribui substancialmente para que o processo de ensino e aprendizagem seja eficiente, é muito importante para a formação de alunos que consigam ver um sentido no que estão estudando e consequentemente conseguem aplicar os conceitos aprendidos em situações do dia a dia. Além de contribuir no processo de ensino e aprendizagem a associação do conteúdo com a prática está estabelecido para o currículo do ensino médio no Art. 35 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) 9394/96. Diante do exposto o uso de biocombustível como temática da aula de química possibilita satisfazer as recomendações de realizar uma abordagem contextualizada de ensino de Ciências, além de tornar a aula mais dinâmica e compreensiva.


Keywords


Biodiesel, Ensino, Contextualização.

References


Almeida et. al .Contextualização do Ensino de Química: Motivando os alunos de Ensino Médio –.X Encontro de Extensão da Universidade Federal da Paraíba- João Pessoa – 2008.

BASHA, S. A.; GOPAL, K.R.; JEBARAJj. S . A. Rewiew on Biodiesel production,

combustion, emissions and performance. Renewable and Sustainable Energy

Reviews, v.13, p.1628-1634, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes curriculares nacionais para o ensino médio Brasília: MEC/CNE, 1998.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução- RDC Anvisa nº 269, de 22 de setembro de 2005. Regulamento Técnico sobre a Ingestão Diária Recomendada (IDR) de Proteína, Vitaminas e Minerais. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 23 set. 2005. Seção 1.

DINELLI, L. R., SALVATIERRA, C. R., PEIXINHO, R. T., SENE, J. J.&CASTILHO L. N. P. 2007. Produção de Biodiesel: Um experimento em Sala de Aula. Ciência e cultura. Vol. 2, No. 2. 63-67.

Guimarães,C.C;Experimentação no Ensino de Química: Caminho e Descaminhos Rumo à Aprendizagem Significativa – Química Nova na Escola – Volume 31, Nº 3, agosto de 2009.

LOFRANO,R.C.Z. Uma revisão sobre Biodiesel - Pensamento Plural: Revista Científica do UNIFAE , São João da Boa Vista, v.2, n.2, 2008.

Macêdo et. al – A utilização do laboratório no Ensino de Química: Facilitador do ensino-Aprendizagem na Escola Estadual Professor Edgar Tito em Teresina – Píaui. Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação - CONNEPI –2010.

RAMOS, M. N. A educação profissional pela Pedagogia das Competências: para além da superfície dos documentos oficiais. Educação & Sociedade, Campinas, v. 23, n. 80, p. 405-427, 2002.

ROMÃO, IVANA CARNEIRO et al. Análise da contextualização dos conteúdos de química nas questões do exame nacional do ensino médio (ENEM). Brazilian Journal of Development, ano 2021, v. 7, n. 1, p. 10215-10224, 27 jan. 2021. DOI 10.34117/bjdv7n1-692. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/23836. Acesso em: 12 ago. 2021.

SERRA, T.M. et.al. Produção de Biodiesel a Partir da Esterificação Catalítica do Óleo de Soja Empregando Óxido de Estanho Sulfatado – In: 32ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2009, Fortaleza/CE. Anais 32a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2009. v. CT-009

SLUSZZ, T.; MACHADO, J. A. D. Características das Potenciais Culturas Matérias-Primas do Biodiesel e sua Adoção pela Agricultura Familiar. bSociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural. XLIV Congresso da Sober:“Questões Agrárias, Educação no Campo e Desenvolvimento”. Fortaleza – CE, 2006.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-028

Refbacks

  • There are currently no refbacks.