A percepção da equipe de enfermagem do serviço de atendimento móvel de urgência (samu) frente ao comportamento suicida-relato de experiência / The perception of the nursing staff of the mobile emergency care service (samu) regarding suicidal behavior - experience report

Andrea Cristina Alves, Heber Paulino Pena, Maria Inês Lemos Coelho Ribeiro, Liliane Pena, Ramiro Aparecido Pereira Júnior, Danielli Maria Vieira Costa

Abstract


O suicídio é um fenômeno de grande repercussão na saúde pública, onde estima-se que quase 1 milhão de pessoas morrem por ano no mundo devido ao autoextermínio. O comportamento suicida é um fenômeno complexo, influenciado por vários fatores, e que generalizações de fatores de risco são contraproducentes e pode ser observado ao longo de um continuum. Objetivo: Descrever a experiência da equipe de enfermagem quanto à assistência e acolhimento prestados aos sujeitos que se encontram em comportamento suicida e acionam o serviço de atendimento móvel de urgência (SAMU). Método: A metodologia utilizada foi através do relato de experiência descritivo acerca da vivência dos profissionais de enfermagem no atendimento pré-hospitalar aos clientes em comportamento suicida. Resultados: observou-se que os relatos em quase sua totalidade, apontam objeções quando estão frente à uma situação de autolesão não suicida e tentativa de suicídio. Outras colocações levantadas foram: sentimento de impotência, comportamentos de insensibilidade e falta de empatia, desconforto frente ao comportamento suicida, estes foram alguns apontamentos relatados pelos profissionais da enfermagem em sua prática assistencial e na oferta do cuidado. Conclusão: Indubitavelmente e de forma célere, faz-se necessário intervenções juntamente à equipe de enfermagem com a finalidade de esmerar a percepção dos profissionais frente ao cuidado do sujeito em comportamento suicida.


Keywords


Comportamento Suicida, Enfermeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

References


ALMEIDA, A. B. et al. Intervenção nas situações de crise psíquica: dificuldades e sugestões de uma equipe de atenção pré-hospitalar. Rev bras enferm. v. 67, n. 5, p. 708-714, 2014. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/reben/v67n5/0034-7167-reben-67-05-0708.pdf>. Acesso em: 26 jul. 2021.

Amorim, Julia Karoline Duarte de. Percepção da equipe de enfermagem no atendimento pré-hospitalar com transtornos mentais/ Julia Karoline Duarte de Amorim. 2018.64f. Monografia (Bacharelado em Enfermagem) -UFCG/CFP, Cajazeiras, 2018.

Associação Brasileira de Psiquiatria. (2014). Suicídio informando para prevenir. Brasília: CFM/ABP. Recuperado de https://www.cvv.org.br/wp-content/uploads/2017/05/suicidio_informado _para_prevenir_abp_2014.pdf

BROVELLI, S. et al. Multicomponent Intervention for Patients Admitted to an Emergency Unit for Suicide Attempt: An Exploratory Study. Frontiers in Psychiatry, v.8, n.09, p.1–10, 2017.

Ferreira, Thatiana Daniele Guioto. Ocorrências relacionadas ao comportamento suicida atendidas pelo serviço de atendimento móvel de urgência (SAMU). 2018. 64p. Dissertação de Mestrado (Enfermagem Psiquiátrica) -USP, Ribeirão Preto,2018.

FONTÃO, M.C. et.al. Cuidado de enfermagem às pessoas atendidas na emergência por tentativa de suicídio. Revista Brasileira de Enfermagem, v.71, p.2329-35, 2018.

GIMENEZ, V.; BARBOSA, G.; LIMA, S. Perfil epidemiológico do comportamento suicida acolhido por um serviço de atendimento móvel de urgência. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.3, p. 21136-21150 mar 2021

KAWASHIMA, Y.; YONEMOTO, N.; IINAGAKI, M.; YAMADA, M. Prevalence of Suicide Attempters in Emergency Departments in Japan: A Systematic Review and Meta-Analysis. Journal of Affective Disorders, v.163, p.33–39,2014.

Linhares LMS, Kawakame PMG, Tsuha DH, Souza AS, Barbieri AR. Construção e validação de instrumento para avaliação da assistência ao comportamento suicida. Rev Saude Publica. 2019; 53:48.

Moraes, Mak Alisson Borges de. Por uma fenomenologia do “sofrimento psíquico grave”: As contribuições da antropologia fenomenológica de Edith Stein. Brasília-DF, 2020. 249p. Tese de Doutorado apresentada ao programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura - PPG PsiCC do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília - IP/UNB.

Organização Mundial da Saude – OMS consultado em 21/07/2021 as 15hs 56 min, em http://www.saude.ba.gov.br/2020/09/10/oms-alerta-suicidio-e-a-3a-causa-de-morte-de-jovens-brasileiros-entre-15-e-29-anos/

Organização Pan-Americana de saúde OPAS, consultado em 21/07/2021 as 13h43min, em https://www.paho.org/pt/topicos/suicidio

QUEVEDO, J.; SCHMITT, R.; KAPCZINSKI, F. Emergências Psiquiátricas. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2008. 440 p.

SANTOS, M. S.; COIMBRA, V. C. C.; RIBEIRO, J. P. O atendimento de urgência psiquiátrica realizado pelo enfermeiro do serviço de atendimento móvel de urgência. Rev Enferm Ufpe on line. v. 5, n. 9, p. 2197-2205, 2011. Disponível em: < https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/viewFile/7001/6250>. Acesso em: 22 jul. 2021.

Santos, Andréa Cristina Alves. A experiência da Tentativa de Suicídio e o Significado da Vida. Ribeirão Preto, 2020.74p.:il.;30cm. Tese de Doutorado, apresentada à Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/USP. Área de concentração: Enfermagem Psiquiátrica.

VARGAS, D.; et al. Enfermeiros de Serviços de Urgência e Emergência Psiquiátrica: Análise de Perfil Profissional e Educacional. Cogitare Enferm, n. 22, n.4, p. 1-9, 2017.

VEDANA, K. G. G. et al. O Cuidado de Enfermagem Relacionado Ao Comportamento Suicida. In: Cuidar em enfermagem e saúde mental - Volume 4. Curitiba: Editora Appris, 2017.

ZEFERINO, M.T.; RODRIGUES, J.; ASSIS, J. T. Urgência em Saúde Mental: fundamentos da atenção à crise e urgência em saúde mental. 4 ed. Florianópolis (SC): Universidade federal de Santa Catarina, 2015. 101p. ISBN: 978-85-8328-020-0




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-022

Refbacks

  • There are currently no refbacks.