Mapa de fluxo de valor aplicado em uma indústria metalúrgica com mix de produtos com ampla gama de peças / Value stream mapping applied on a metallurgical industry with a mix of products with a wide range of parts

Ariane Ferreira Porto Rosa, Rogério Royer, Verônica Rosales de Ávila

Abstract


Este artigo tem o objetivo de apresentar uma análise do sistema produtivo em uma indústria metalúrgica, sob a ótica do Lean Manufacturing a fim de identificar e eliminar perdas. Para atingir tal objetivo, propôs-se uma metodologia de pesquisa constituída de quatro etapas seguida de um roteiro de oito passos de aplicação para realização do estudo de caso. Realizou-se um Mapeamento do Processo e posteriormente o Mapeamento do Fluxo de Valor de forma a obter-se uma visão geral do processo, possibilitando avaliar os principais desperdícios presentes no processo produtivo. A partir da aplicação do roteiro de oito passos proposto foi possível definir ações futuras como a alteração do projeto do produto e mudança no fluxo atual de materiais e de informações. A utilização integrada dos dois métodos de mapeamento tornou possível identificar perdas e propor alternativas no fluxo de agregação de valor para a família de produtos com uma ampla gama de peças do processo em estudo. Buscou-se oportunizar a implementação de ferramentas Lean que proporcionassem uma prática otimização do processo através de uma melhor gestão visual e sequenciamento de peças.

 

 


Keywords


Mapeamento de processos, Mapeamento de fluxo de valor, Produção enxuta, Indústria metalúrgica.

References


Bardin, L. Análise de conteúdo. 3 ed. Lisboa: Edições 70, 2004.

Barnes, R. M. Estudo de Movimentos e Tempos. São Paulo: Edgard Blücher. 6ªed. 1982.

Cheung, Y.; Bal, J. Process analysis techniques and tools for business improvements. Business Process Management Journal, v. 4, n. 4, p. 274-290, 1998.

Corrêa, H. L.; Gianesi, I. G. N. Just in time, MRP II e OPT: um enfoque estratégico. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 1996.

Datz, D. Melo, A. C. S., Fernandes, E. Mapeamento de processos como instrumento de apoio à implementação do custeio baseado em atividades nas organizações. Encontro Nacional de Engenharia de Produção, p. 2099–2106, 2004.

Gaither, N.; Fraizer, G. Administração da Produção e Operações. 8. ed., São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2001.

Mariotti, F.S. Kanban: o ágil adaptativo. 45ª Ed. Revista Engenharia de Software Magazine. Disponível em: http://www.garcia.pro.br/EngenhariadeSW/artigosMA/ acesso em janeiro de 2019

Martins, P. G.; Laugeni, F.P. Administração da Produção. 2. ed. Saraiva, São Paulo, 2005.

Nazareno, R.R.; Da Silva, A.L.; Rentes, A.F. Mapeamento do Fluxo de Valor para produtos com Ampla Gama de Peças. XXIII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Ouro Preto, MG, Brasil, 2003.

Oliveira, M. A. de. Documentação para sistemas de gestão. Qualitymark, 1ª Edição, Rio de Janeiro, 2005.

Pinho, A. F. de.; Leal, F. Montevechi, J. A. B., Almeida, D. A. de. Combinação entre as Técnicas de Fluxograma e Mapa de Processo no Mapeamento de um Processo Produtivo. XXVII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Ouro Preto, MG, Brasil, .2007.

Rother, M.; Shook, J. Aprendendo a enxergar: mapeando o fluxo de valor para agregar valor e eliminar o desperdício. São Paulo: Lean Institute Brasil, 2012.

Shingo, S. O Sistema Toyota de Produção do ponto de vista da engenharia de produção. 2ª Ed. Bookman, Porto Alegre, 1996.

Slack, N.; Chambers, S.; Johnston, R. Administração da Produção. São Paulo: Editora Atlas, 2009.

Tseng, M. M.; Qinhai, M.; Su, C. J. Mapping Customers' Service Experience for Operations Improvement. Business Process Management Journal, v. 5, n. 1, p.50-64, 1999.

Werkema, C. Criando a Cultura Seis Sigmas®. Série Seis Sigmas®, Volume 1, Elsevier, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n9-002

Refbacks

  • There are currently no refbacks.