Utilização das práticas integrativas e complementares (PICS) no tratamento da depressão: uma pesquisa bibliográfica / Utilização das práticas integrativas e complementares (PICS) no tratamento da depressão: uma pesquisa bibliográfica

Luiza Santos e Silva, Renan Lucas Carminatti Valsoler, Tyfani Miréia Stortti

Abstract


A depressão é caracterizada pelo desequilíbrio na bioquímica do cérebro, devido à diminuição de neurotransmissores relacionados à sensação de bem-estar como a serotonina, e pode ser tratada com o uso de medicamentos tradicionais e terapias alternativas. As Práticas Integrativas e Complementares (PICs) são métodos terapêuticos disponíveis no SUS, ao exemplo da homeopatia, acupuntura e meditação, que utilizam terapias embasadas em conhecimentos tradicionais, objetivando principalmente prevenir algumas doenças, como a depressão. Objetivou-se nesta revisão apresentar qualitativamente os principais resultados da utilização das PICs para tratar a depressão, por meio de pesquisas em bases de dados científicos em maio e junho de 2020. Visa-se, também a disseminação de informações objetivas e claras sobre o tema, facilitando o entendimento da sociedade no tocante à tratamentos não medicamentosos no tratamento da depressão, promovendo, desta forma, melhores conhecimentos relacionados à tratamentos para depressão. A acupuntura tem se mostrado eficaz, entretanto ainda são necessários dados com melhores e maiores embasamentos para melhor comprovação. A meditação pode ser utilizada em quadros de depressão leve e associada à farmacologia em casos moderados e graves, porém necessita-se de mais estudos para melhor comprovação. A homeopatia apresenta eficácia afirmada em um estudo de caso individualizado com homeopático a base de Platinum Metallicum.

 


Keywords


Homeopatia, Meditação, Acupuntura, Sistema Único de Saúde.

References


ADLER. Ubiratan. Cardinalli. et al. ; Tratamento homeopático da depressão: relato de série de casos. Revista Psiquiátrica Clínica. Ed. 35; São Paulo, 2008.

Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rpc/v35n2/a05v35n2.pdf. Acesso em: 11 jun.

BRASIL, 2020. Práticas Integrativas e Complementares (PICS): quais são e para que servem. Anais eletrônicos. Disponível em: https://saude.gov.br/saude-de-az/praticas-integrativas-e-complementares. Acesso em: 23 mai. 2020.

OLIVEIRA, Camila Suman Rudge de.; Depressão em Idosos e tratamento homeopático. São Paulo, 2019. Monografia – ALPHA / APH, Curso de Especialização em Homeopatia. Disponível em: http://docs.bvsalud.org/biblioref/2019/09/1009508/depressao-em-idosos-camilasumatcc-1.pdf. Acesso em: 11 jun. 2020.

ORLANDI, Simone Roberta.; ACORSI, Ana Cristina. A importância da inserção das práticas integrativas e complementares na atenção básica como tratamento coadjuvante da depressão em mulheres. Chapecó, 2018. Disponível em: http://www.uniedu.sed.sc.gov.br/index.php/pos-graduacao/trabalhos-de-conclusaode-bolsistas/trabalhos-de-conclusao-de-bolsistas-a-partir-de-2018/ciencias dasaude/especializacao-2/875-a-importancia-da-insercao-das-praticas-integrativas-ecomplemetares-na-atencao-basica-como-tratamento-coadjuvante-da-depressao-emmulheres/file. Acesso em: 23 mai. 2020.

ROSA, Natalie da.; ROSA, Natálie Queiroz da; ZANELLA. Ângela Kemel. Perfil de mulheres com enxaqueca no projeto ambulatório de práticas integrativas e complementares no SUS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 10, n. 3, 14 fev. 2020. Disponível em: https://periodicos.unipampa.edu.br/index.php/SIEPE/article/view/87205. Acesso em: 23 mai. 2020.

SILVA, Gisléa Kândida Ferreira da.; Efetividade das medicinas tradicionais e complementares para os transtornos mentais comuns: uma revisão. Recife, 2015. Monografia (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva) – Departamento de Saúde Coletiva, Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz. Disponível em:https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/18617/2/TCR%20Gisl%C3%A9a%20K%C 3%A2ndida%20Ferreira%20da%20Silva.pdf. Acesso em: 11 jun. 2020.

SILVA, André Luiz Picolli da. O tratamento da ansiedade por intermédio da acupuntura: um estudo de caso. Psicologia ciência e profissão. Brasília, v. 30, n.

, p. 200-211, 2010 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141498932010000100015&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 19 jun. 2020.

WILLHELM, Alice Rodrigues.; ANDRETTA, Ilana; UNGARETTI, Mariana Steiger.

Importância das técnicas de relaxamento na terapia cognitiva para ansiedade.

Contextos Clínicos, v. 8, n. 1, p. 79-86, 2015. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/contextosclinicos/article/view/ctc.2015.81.08 .

Acesso em: 10 abr. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-459

Refbacks

  • There are currently no refbacks.