Descrição anatômica da cavidade oral e região cervical de tamanduás bandeira (Myrmecophaga Tridactyla) / Anatomical description of the oral cavity and cervical region of the giant anteaters (Myrmecophaga Tridactyla)

Jucilla Katrinne Vieira Martins, Bruna Barbosa de Sousa, Daniela dos Santos Neves, Cinthian Cássia Mendonça, Rafael Romeu Ferreira Diniz, Flávia de Nazaré Leite Barros, Maria de Jesus Veloso Soares, Ana Paula Gering

Abstract


O Tamanduá bandeira Myrmecophaga tridactyla é o maior dentre as quatro espécies de tamanduá, medindo entre 1 e 1,2 m e pesando entre 35 e 45 Kg e sua distribuição ocorre desde América Central até América do Sul. Estudos anatômicos ampliam o conhecimento das diversas espécies silvestres com fins de conservação, tratamento clínico, anestésico e cirúrgico. Objetivou-se descrever e mensurar as estruturas anatômicas que compõe a cavidade oral e a região cervical, buscando auxiliar os médicos veterinários em situações emergenciais e clínico-cirúrgicos nesta espécie. Os 3 espécimes utilizados foram doados pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres do Tocantins após óbito por causas naturais. A preparação das peças foi realizada por métodos usuais, inicialmente fixadas em solução de formol a 10% e dissecadas posteriormente. Foram mensurados, o comprimento da sínfise mandibular até a epiglote, cujo valor médio foi de 34,75 cm. O tamanho da circunferência da traqueia, que resultou em um valor médio de 1,25cm. O tamanho da língua dos animais, cujo valor médio foi de 32,17 cm. Na descrição, foi observado, focinho alongado, pequeno ângulo de abertura da cavidade oral, o que implica na impossibilidade de intubação orotraqueal com sondas orotraqueais convencionais e estrutura venosa localizada dorsal a órbita.


Keywords


Xenatras, Intubação Orotraqueal, Descrição Anatômica.

References


BRAGA, F. G. Ecologia e comportamento de tamanduá-bandeira Mymercophaga tridactyla Linnaeus, 1758 no município de Jaguariaíva, Paraná: Tese. Universidade de Brasília. Doutorado em Ecologia. 119 páginas. Brasília, DF. 2010.

CUBAS, Z. S.; SILVA, J. C. R.; CATÃO-DIAS, J. L. Tratado de animais selvagens. São Paulo: Roca, 2007. 1376 p.

CUBAS, Z. S.; SILVA, J. C. R.; CATÃO-DIAS, J. L. Tratado de animais selvagens. 2 ed. São Paulo: Roca, 2016.

DYCE, K.; SACK, W.; WENSING, C. Tratado de anatomia veterinária. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier: 2004, 813 p.

DYCE, K.; SACK, W.; WENSING, C. Tratado de anatomia veterinária. 4 ed. Rio de Janeiro: Elsevier: 2016, 221 p.

ENDO, H. Three-Dimensional CT Examination of the Mastication System in the Giant Anteater. Zoological Science. 24 (10): 1005–11. PMID 18088164. 2007.

FARO, A, S.; LIMA, A. R.; MESSIAS, A. C.; CABRAL, R.; GIESE, G. E.; MATOS, E. R.; BRANCO, E. Morfologia e morfometria da traqueia de preguiça (Bradypus variegatus): conhecimentos para procedimentos de emergência. Pesq. Vet. Bras. 35(2):193-198, fevereiro 2015.

GILLESPIE, D. S. Edentata: diseases. In: FOWLER, M. E. Zoo & Wild Animal Medicine. Current therapy. Philadelphia: WB. Saunders, 1993. v 3, cap 28. 304-309 p.

GRANDAGE, J. Anatomia funcional do sistema respiratório. In: SLATTER, D. Manual de Cirurgia de Pequenos Animais. 3ª ed. São Paulo: Manole, 2007, p. 763-780.

HARE, W. C. D. Sistema respiratório geral. In: GETTY, R. Anatomia dos Animais Domésticos. 5ª ed. Rio de Janeiro: Ganabara Koogan,1986, v. 1, cap. 8, p. 108-135.

HOLME, P. S. Colapso traqueal em cães, revisão bibliográfica. Universidade Federal do Rio Grande de Sul, Faculdade de Veterinária: Tese. Porto Alegre – RS, 2010. p 12-13.

MASSONE, F. Anestesiologia veterinária farmacologia e técnicas. 6 ed. Rio de Janeiro – RJ: Guanabara Koogan. 2011.

MEDRI, I.M.; MOURÃO, G.M.; RODRIGUES, F.H.G. Ordem Xenarthra. In: REIS, N. R.; PERACCHI, A. L.; PEDRO, W. A.;LIMA. I.P. Mamíferos do Brasil. Londrina: UEL, 2006. 557p.

NAPLES, V. L. Morphology, evolution and function of feeding in the giant anteater (Myrmecophaga tridactyla). Journal of Zoology. 249 (1): 19–41. 1999.

NAPLES, V. Anteaters. In: MacDonald, D. The Encyclopedia of Mammals 2nd ed.: Oxford University Press. pp. 788–91. ISBN 0-7607-1969-1. 2001.

NAUGHER, K. B. Anteaters (Myrmecophagidae). In: Hutchins, M.; Kleiman, D. G; Geist, V.; McDade, M. С. Grzimek's Animal Life Encyclopedia. 132nd ed. [S.l.]: Gale. pp. 171–79. 2004.

NUNES, A. L. V.; CRUZ, M. L.; CORTOPASSI, S. R. G. Anestesiologia. In: Tratado de Animais Selvagens. CUBAS & CATÃO-DIAS. São Paulo: Roca. 2006. 1060-1061p.

RODRIGUES, H. Técnicas anatômicas. 4 ed. Vitória: GM Gráfica e Editora, 2010. 269p.

REIS, N.R.; PERACCHI A.L.; PEDRO, W.A.; LIMA, I.P. Mamíferos do Brasil - Londrina: UEL, 2006. 557p.

SILVA, A. M.; SILVA, K.F.; SANTOS, L. M.; AZUAGA, L.B.S.; JARDIM, P. H. A.; ALBUQUERQUE, V. B.; FRAZÍLIO, F.O. Bloqueio do plexo braquial em um tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla) utilizando estimulador de nervos periféricos: relato de caso. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec., v.70, n.2, p.479-485, 2018.

THURMON, J. C.; TRANQUILLI, W. J. HIRSCH, K. J. Anesthesia of wild exotic, and laboratory animals. In: THURMON , J. C.; TRANQUILLI W. J. BENSON, G. J. Lumb and JonesVeterinary Anesthesia. 3 ed. Baltimore: Willians & Wilkins, 1996. Cap 21. 686-735 p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-397

Refbacks

  • There are currently no refbacks.