Reflexões sobre a morte na educação infantil / Reflections on death in early childhood education

Gabriella Santos Ramalho, Gisele Maria Costa Souza

Abstract


Neste artigo estudamos o livro Se um dia eu for embora...para refletir sobre a temática da morte na literatura infantil em uma sala de leitura na educação infantil. A obra de Göbel (2008) é uma referência para tratar deste assunto e enriquecer o diálogo entre adultos e criança ou criança com criança. O fato da história ser baseada em uma conversa real, nos aproxima do enredo e coloca a criança mais perto da temática da morte, algo tão temido na atual sociedade. Tanto o texto como a ilustração compõem a história e dialoga sobre as lembranças, a saudade, o relacionamento e a inquietação com a perda o objetivo foi subsidiar o diálogo entre professora e criança embasado em referenciais como Kovács, Lottermann, Vendruscolo. Explicar a finitude de uma vida não é simples e por vezes essa temática aparece recheada de metáforas e colocações que mais se importam em uma fuga graciosa do fato, do que a encarar propriamente. A pesquisa foi de caráter qualitativo e bibliográfico. Foram lidos 367 livros e destes, 30 exemplares faziam menção à morte foram agrupados em cinco eixos: sentimentos, contos de fada, o alfabeto e aspalavras, causae efeito, lembranças e inquietações. Não há uma medida pronta, calculada e padronizada, para essa conversa, mas diz respeito aos sentimentos, experiências e limites de compreensão ou limites em suportar as emoções expressas dos adultos e crianças envolvidos. Para tal, é preciso que adultos e profissionais tenham uma preparação para alcançar essa educação para a morte de maneira honesta, juntamente com o crescimento e desenvolvimento da criança, no seu cotidiano, a partir das relações com a família, e escola.


Keywords


Literatura Infantil e Juvenil, Morte, Educação Infantil.

References


ALVES, Rubem. Concertos para o corpo e alma. Campinas: Ed. Papirus. 1998.

DÍAZ, Fanuel. Variações sobre o tratamento dado ao tema morte na literatura infantil. Revista latino- americana de Literatura Infantil e Juvenil. Fundação nacional do livro infantil e juvenil (FNLIJ), Bogotá. n. 4, jul-dez de 1996, p. 2-11.

DOKA, Kenneth. The therapeutic bookshelf. Omega: Journal of Death and Dying, 21. 1990.

GÖBEL, Ana. Se um dia eu for embora... Belo Horizonte: Autêntica Editora LTDA. 2008.

GOLEMAN, Daniel. Inteligência Emocional. A teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente, Rio de Janeiro: Ed. Objetiva. 2001.

KAPPEL, Aline. Luto infantil: a partir das representações. Maiêutica, Centro Universitário Leonardo da Vinci, curso de Pedagogia, p. 41-50, 2013.

KOVÁCS, Maria Júlia. Morte e desenvolvimento humano. São Paulo: Casa do Psicólogo. 1992.

Educação para a morte: desafio na formação de profissionais de saúde e educação. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003. Desenvolvimento da Tanatologia: estudos sobre a morte e o morrer,2008.Disponívelem:> http://www.scielo.br/pdf/paideia/v18n41/v18n41a04.pdf<. Acesso em: 15 mar. 2016.

LIMA, Vanessa. Morte na família: um estudo exploratório acerca da comunicação à criança. Universidade de São Paulo, dissertação de mestrado, pós-graduação em Psicologia, área de concentração: Psicologia escolar e desenvolvimento humano, São Paulo, 2007.

LOTTERMANN, Clarice. Representações da morte na literatura infantil e juvenil brasileira. Anais do SILEL. Volume 1. Uberlândia: EDUFU, 2009.

TOBIAS, José Antônio. A saudade: ideia ou sentimento. São Paulo: AM Edições. 1997.

TORRES, Wilma. O conceito de morte na criança. Arquivos brasileiros de Psicologia, v. 31 (4), 1979. Disponível em: > http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/abp/article/view/18239/16986<.

Acesso em: 4 dez. 2015. A criança diante da morte: desafios. São Paulo: Casa do Psicólogo. 1999.

VENDRUSCOLO, Juliana. Visão da criança sobre a morte. Universidade Paulista, Universidade Ribeirão Preto, Simpósio: Morte: Valores e dimensões, 2005. Capítulo III; 38 (1). p. 26-33. Disponível em: >http://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/420/421<. Acesso em: 7 set. 2015.

ZAMBELI, Sônia Mara. “O que a literatura infantil nos revela sobre a morte”. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, faculdade de educação, programa de pós-graduação, curso de especialização docência na educação infantil. Porto Alegre, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-378

Refbacks

  • There are currently no refbacks.