O uso de tecnologia digital como instrumento para o protagonismo do aluno através do projeto integrador “sou cidadão” / The use of digital technology as a tool for the student's protagonism through the integrative project "i am a citizen

Adriano Marinho Carnetti Martins, Lisiane Gassner

Abstract


A escola tem o papel fundamental de mediar e direcionar a aprendizagem provocada por estímulos e/ou situações que a favoreçam, segundo Piaget (1982). Mas para que isso ocorra com sucesso, Soares (2008) afirma ser necessário o estabelecimento do interesse no aluno/aprendiz, gerado por uma necessidade de aprendizagem que resulta de uma carência específica do aluno. Sendo assim, como a interdisciplinaridade operacionalizada por um Projeto Integrador pode envolver os alunos em um Curso tecnológico mais dinâmico, significativo e interativo possibilitando a aprendizagem e a consciência da cidadania usando as tecnologias digitais? Com o intuito de tornar as aulas mais dinâmicas, participativas e mais interessantes aos alunos, em 2017 foi aplicado o Projeto Integrador “Sou Cidadão” no Curso de Formação Adobe no SENAC que objetivou operacionalizar a interdisciplinaridade na perspectiva da proposta de soluções para problemas e demandas brasileiros, por meio do Produto Gráfico de uma Revista para sensibilizar os alunos na construção de um perfil cidadão que refletisse atitudes, valores, visando a construção de um indivíduo com caráter capaz de atuar eticamente por meio da articulação de conteúdos e conhecimentos necessários para uma sociedade em constante evolução. Com base em Morin (2010), para execução do Projeto Integrador como prática pedagógica interdisciplinar foram relacionados e conectados fragmentos de conhecimentos numa visão sistêmica, que considerou o todo e suas partes no Curso de Formação Adobe no ano de 2017, tendo sido utilizadas: ferramentas e comandos dos aplicativos de Computação Gráfica do Pacote Adobe CC 2016 para a criação da Revista “Antes & Depois” do SENAC/RR, atividade pedagógica com olhar holístico no  contexto político, econômico, social, ético, étnico-racial e ambiental. A Revista “Antes & Depois” foi produzida digitalmente pelos próprios alunos do Curso em curto prazo, sob a supervisão do Docente com base na formação integral do aluno, proposta pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), cujo texto convida os estudantes a deixarem o papel de espectadores e se tornarem protagonistas de seus próprios processos de aprendizagem. Neste sentido, Alarcão e Tavares (2003) mostram, que o segredo da renovação de nossas escolas, de forma que se adaptem às novas exigências da formação e da educação do ensino e da aprendizagem, passa por uma mudança qualitativa da atuação dos professores num espaço de aprendizagem escolar que precisar ser instigador, com uma metodologia lúdica, inovadora e que oportunize a formação de seres atuantes, protagonistas, críticos e reflexivos. Nesse contexto a atividade de produção da Revista “Antes & Depois” do SENAC promoveu novas experiências de aprendizado por meio da construção de novos conhecimentos e vivências dentro e fora do Laboratório de Macintosh do SENAC Roraima, universo do objeto de nosso estudo, possibilitando uma prática interdisciplinar (como discutiu Morin) cujos resultados atenderam necessidades reais de formação de um caráter “cidadão” e a abertura do olhar crítico da realidade em cada um dos alunos, segundo seus próprios depoimentos.


Keywords


Educação, Tecnologia, Projeto Integrador, Protagonismo, Aluno.

References


ALARCÃO, Isabel e TAVARES, José. Supervisão da prática pedagógica: uma perspectiva de desenvolvimento e aprendizagem. 2ª edição. Coimbra: Almedina, 2003.

MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

PIAGET, J. Psicologia e Pedagogia. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1982. SOARES, Marlon H. F. B. Jogos para o ensino de química: teoria, métodos e aplicações. Guarapari: Ex Libris, 2008.

SOARES, Marlon H. F. B. Jogos para o ensino de química: teoria, métodos e aplicações. Guarapari: Ex Libris, 2008.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-373

Refbacks

  • There are currently no refbacks.