Uso de fungicidas e Trichoderma asperellum para o manejo do crestamento do feijoeiro na segunda safra no Paraná / Use of fungicides and Trichoderma asperellum for the management of the bean crystal on the second harvest in Paraná

Meirieli Nunes Beladeli, Antônio Carlos Torres da Costa, José Barbosa Duarte Júnior, Vivian Carré Missio, Emmanuel Zullo Godinho, Jesica Fernanda de Souza Gênero

Abstract


O feijão é uma cultura de grande destaque perante os indicadores econômicos financeiros do Brasil. Contudo, existem diversos fatores que podem reduzir a produtividade do mesmo, como as doenças, as quais podem ser de origem fúngica, bacteriana, virótica e com nematoides. O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos da aplicação de produtos químicos e alternativos no controle do crestamento bacteriano comum do feijoeiro na segunda safra. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com oito tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos utilizados foram: Testemunha; Trichoderma asperellum; Hidróxido de cobre; Trifloxistrobina + Protioconazol; Trifloxistrobina + Tebuconazol; Tiofanato + metílico; Piraclostrobina e Hidróxido de Fentina, para ambos os experimentos (safra das aguas e da seca); todos foram aplicados nos estádios vegetativos V4 (Terceira folha trifoliada) reprodutivo R6 (Primeira flor aberta/floração). A cultivar utilizada foi a IPR Tangara. Foram realizadas avaliações de severidade e também variáveis agronômicas. Conclui-se que os tratamentos realizados foram eficazes e houve uma menor severidade de doenças utilizando tratamentos químicos e alternativo na cultura do feijoeiro isto pode ser confirmado pela produtividade que foi maior em todos os tratamentos quando comparado a testemunha para a segunda safra do feijão comum.

 


Keywords


Phaseolus vulgaris; Colletotrichum lindemuthianum; Xanthomonas Campestris pv. phaseolis.

References


ALMEIDA, I. M. G. DE; RODRIGUES, L. M. R.; BERIAM, L. O. S. Xanthomonas fuscans subsp. fuscans causing wilt symptoms in bean plants (Phaseolus vulgaris) in Brazil. Arquivos do Instituto Biológico, v. 82, n. 0, 7 abr. 2015.

ASSI, L. et al. Control of early blight and bacterial spot in tomato by Rosmarinus officinalis extract. Summa Phytopathologica, v. 44, n. 4, p. 355–360, 1 out. 2018.

BEHLING, M. Interpretação e Recomendação de Calagem e Adubação Calagem e Adubação. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária EMBRAPA. Anais...Brasília/DF: 2020

BHERING, S. B. Mapa de Solos do Estado do Paraná. [s.l: s.n.].

CONAB. Feijão - Análise de mercado. Análise mensal, n. 61, p. 6, 2019.

D’AMICO-DAMIÃO, V. et al. Intercropping maize and succession crops alters the weed community in common bean under no-tillage. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 50, p. e65244, 2020.

DA SILVA, H. F. et al. Evaluation of the use of biotic and abiotic resistance elicitors against anthracnose in grapevine (Vitis labrusca L.). Summa Phytopathologica, v. 45, n. 1, p. 70–75, 1 jan. 2019.

DALZOTTO, L. et al. Creole bean seeds microbiolization with doses of Trichoderma harzianum. Ciencia Rural, v. 50, n. 5, 2020.

ISHIZUKA, M. S. et al. Effect of chemical and biological seed treatments on common bean seeds inoculated with Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli. Arquivos do Instituto Biológico, v. 87, 2020.

LEMOS, L. M. C. et al. Controle da antracnose na pós-colheita de manga “Ubá” com o uso de produtos alternativos. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 35, n. 4, p. 962–970, dez. 2013.

MARQUES, A. S. DOS A.; SAMSON, R. Population dynamics of Pseudomonas savastanoi pv. phaseolicola in bean, throughout the epiphytic and pathogenic phases. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 51, n. 5, p. 623–630, maio 2016.

NETTO, R. A. C. et al. Avaliação de práticas de manejo da mancha-de-corynespora na cultura do tomate. Tropical Plant Pathology, v. 37, n. 3, p. 185–190, maio 2012.

OLIVEIRA JÚNIOR, C. J. F. DE et al. Sociobiodiversidade e agricultura familiar em Joanópolis, SP, Brasil: potencial econômico da flora local. Hoehnea, v. 45, n. 1, p. 40–54, jan. 2018.

SANTOS, L. A. DA L. et al. Biocontrole da antracnose em frutos de mamoeiro por bactérias epifíticas formadoras de biofilme. Summa Phytopathologica, v. 47, n. 1, p. 45–53, mar. 2021.

SILVA NETO, M. L. DA et al. Compatibilidade do tratamento de sementes de feijão-caupi com fungicidas e inoculação com estirpes de bradyrhizobium. Pesquisa Agropecuaria Brasileira, v. 48, n. 1, p. 80–87, jan. 2013.

VIEIRA, R. F. et al. Fungicidas aplicados via água de irrigação no controle do mofo-branco no feijoeiro e incidência do patógeno na semente. Fitopatologia Brasileira, v. 26, n. 4, p. 770–773, dez. 2001.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-340

Refbacks

  • There are currently no refbacks.