Zonemamento agroclimático em Rondônia para sistema de Integração Lavoura-Pecuária, considerando as espécies vegetais do gênero Brachiaria e milho e soja / Agroclimatic zoning in Rondônia for Crop-Livestock Integration system, considering vegetable species of the genus Brachiaria and corn and soybean

Raphael Maia Aveiro Cessa, Anny Carolina Soares de Souza, Fábio Régis de Souza, Nilton Nélio Cometti, Everaldo Zonta, Uirá do Amaral, Felipe Gimenes Rodrigues Silva

Abstract


Um zoneamento agroclimático viabiliza sistemas de cultivo agrícolas naquilo que esses consideram de maior importância econômica. Desta forma este trabalho realizou um zoneamento agroclimático para sistema de Integração Lavoura-Pecuária (ILP) em Rondônia, Brasil considerando-se a espécie vegetal forrageira do gênero Brachiaria, e produtoras de grãos, sendo milho e soja. As etapas metodológicas para elaboração do zoneamento agroclimático para o estado de Rondônia (região Norte) constituíram-se da delimitação da precipitação acumulada entre os meses de outubro e abril, sendo média para o período de 1977 a 2006, bem como da declividade das áreas e classes de solo. Fez-se necessário a conversão de dados vetoriais em formato matricial (raster) para desenvolvimento das operações algébricas (reclassificações) de mapas com o aplicativo computacional ArcMap

10.5. Dados de temperaturas média, máxima e mínima não foram considerados no presente trabalho, uma vez que são escassos para Rondônia, e que sua amplitude média anual da temperatura do ar situa-se entre 22 a 26ºC, o que seria adequado à maioria das culturas integrantes do sistema Lavoura-Pecuária. A altitude também não foi considerada no referido zoneamento agrícola, devido aos valores de altitude terem pouca variação (abaixo de 380 m) no estado de Rondônia. A partir das imagens reclassificadas e rasterizadas de precipitação,

declividade e classe de solos criadas, por meio da função combine do ArcMap criou-se, o mapa de zoneamento agroclimático rasterizado, e que foi novamente vetorizado. O trabalho permitiu a criação de um zoneamento agroclimático para sistema de ILP considerando o uso da espécie vegetal forrageira do gênero Brachiaria e das espécies vegetais produtoras de grãos, sendo milho e soja no estado de Rondônia, fazendo-se uso da precipitação, declividade das áreas e classes de solo.


Keywords


Diversificação de Produção, Operações Algébricas, Atividades Agrícolas e Pecuárias.

References


BALBINO, L. C.; KICHEL, A. N.; BUNGENSTAB, D. J.; ALMEIDA, R. G.de. Sistemas de integração: o que são, suas vantagens e limitações. In: BUNGENSTAB, D. J. (Ed). Sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta: a produção sustentável. ed. 2, p. 11-18, cap. 2, Brasília: EMBRAPA, 2012.

BUNGENSTAB, D. J.; ALMEIDA, R. G. De.; LAURA, V. A.; BALBINO, L. C.;

FERREIRA, A. D. ILPF: inovação com integração de lavoura, pecuária e floresta. Brasília: EMBRAPA Cerrados, 2019. 835 p.

CORDEIRO, L. A. M.; VILELA, L.; KLUTHCOUSKI, J.; MARCHÃO, R. L. Integraçãolavoura-pecuária-floresta: o produtor pergunta, a Embrapa responde. Brasília, DF: EMBRAPA, 2015. 3p.

COGEO-SEDAM (COORDENADORIA DE GEOCIÊNCIAS – SECRETARIA DEESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL. Boletim Climatológico de Rondônia. Porto Velho: SEDAM, 2012.

CORRÊA, D. P.; GERMANO, M. H. S.; SILVA, P. K. M. Da.; MENDEIRO, W. Dos. S.;

SILVA, D. G. Da.; FIORELLI, E. C.; FERREIRA, E. Associação milho-forrageira em Rolim De Moura, Rondônia. Braziliam Journal of Development, Curitiba, v.6, n.5, p.25136-25155, 2020.

GODINHO, V. De P. C.; UTUMI, M. M.; BROGIN, R. L.; SIMONETTO, R.; TOWNSEND,

C. R. Produção e Custos de Produção de Soja no Sistema Integração Lavoura- Pecuária- Floresta em Vilhena-RO. In: WORKSHOP INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA- FLORESTA DA EMBRAPA RONDÔNIA, 1., 2010, Vilhena. Resumos expandidos... Porto Velho: Embrapa Rondônia, 2010. p. 10-16. (Embrapa Rondônia. Documentos, 141).

LANDAU, E. C.; MOURA, L.; GUIMARÃES, D. P. Mapeamento das épocas aptas para o plantio de milho consorciado com braquiária na segunda safra agrícola no Brasil. Sete Lagoas-MG: EMBRAPA CNPMS, 2013. 15 p. (Circular Técnica n o 187).

MENDES, A. M.; MARCOLAN, A. L. Solos e zoneamento pedoclimático. In: MARCOLAN,

A. L.; RAMALHO, A. R.; MENDES, A. M.; TEIXEIRA, C. A. D.; FERNANDES, C. de F.; COSTA, J. N. M.; VIEIRA JÚNIOR, J. R.; OLIVEIRA, S. J. de M. FERNANDES, S. R.; VENEZIANO, W. Cultivo dos cafeeiros Conilon e Robusta para Rondônia. 3.ed. Porto Velho: EMBRAPA Rondônia, 2009. 67p.

MEC (MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO). Pesquisa da atividade econômica regional: Rondônia, estudos de mercado de trabalho como subsídios para a reforma da educação profissional. São Paulo: SEADE, 2001. 54 p.

MENDES, A.; MARCOLAN, A. L. Solos e zoneamento pedoclimático. In: Café na Amazônia. MARCOLAN, A. L.; ESPINDULA, M. C. – Brasília: Embrapa, 2015. 474 p.

MIRANDA, E. E. De. (Coord.). Brasil em Relevo. Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite, 2005. Disponível em: . Acesso em 10 mai. 2020.

LOURENÇANO, L. S.; CAVICHIOLI, F. A. Sistema integração lavoura – pecuária - floresta: uma alternativa ao monocultivo. Interface Tecnológica, v.16, n.2, p.214-225, 2019.

PASSOS, A. M. A. Dos; QUINTINO, S. M.; RIBEIRO, R. Da S. Custo de produção estimado para a cultura da soja em sucessão ao milho em sistema ILP, na região de Porto Velho, Rondônia, safra 2016/17. EMBRAPA Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2017. 7 p. (Embrapa Milho e Sorgo. Circular Técnica, 234).

RICARTE, C. A. de ALMEIDA.; SILVA, R. G. da COSTA. Agrohidronegócio e dinâmicas territoriais em Rondônia. Revista Geonorte, v.8, n.28, p.16-30, 2017.

Serviço Geológico do Brasil – CPRM. Programa Geologia do Brasil - Levantamento da Geodiversidade - Atlas Pluviométrico do Brasil: isoietas mensais, isoietas trimestrais, isoietas anuais, meses mais secos, meses mais chuvosos, trimestres mais secos, trimestres mais chuvosos. Disponível em: . Acesso em 12 de fevereiro de 2021.

SCHERER, J. C. M.; GODINHO, V. de P. C.; UTUMI, M. M.; BROGIN, R. L. Sistema ILPF no Cerrado de Rondônia: produtividade e custos de produção de soja, safra 2010/2011.

Revista Pesquisa e Criação, Porto Velho, n. 10, Suplemento especial, p. 406-409, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n7-316

Refbacks

  • There are currently no refbacks.